NAV oficializa evolução para novo sistema de gestão do espaço aéreo

13-03-2018 (15h50)

A NAV - Navegação Área de Portugal anunciou hoje que assina amanhã, quarta-feira, a adesão à Aliança COOPANS, que lhe dá acesso a um novo sistema de gestão do espaço aéreo que classificou de “crucial” para responder ao “imprevisto aumento” do tráfego em Lisboa.

Com as presenças do ministro do Planeamento e das Infra-estruturas e do secretário de Estado das Infra-estruturas, a cerimónia irá oficializar a entrada da NAV Portugal na aliança que integra os prestadores de serviços de navegação aérea da Áustria, Croácia, Dinamarca, Irlanda e Suécia.

“A decisão de aderir à Aliança COOPANS teve como pressuposto estratégico proporcionar à NAV Portugal um melhor posicionamento para fazer face aos desafios tecnológicos e de procedimentos colocados aos Prestadores de Serviços de Navegação Aérea pelas Directivas, requisitos e definições do Céu Único Europeu”, segundo um comunicado da NAV.

O texto diz também que a adesão visa ainda “fazer face ao forte e imprevisto aumento do tráfego registado ao longo dos últimos anos na Região de Informação de Voo (RIV) de Lisboa”.

“Esta evolução tecnológica que representa o novo sistema de gestão de tráfego aéreo é crucial para permitir à NAV Portugal continuar a fazer face ao forte incremento de tráfego registado na RIV de Lisboa nos últimos anos e deste modo contribuir de forma activa para o crescimento económico nacional”, acrescenta.

Na aliança COOPANS os membros têm tratamento paritário, as decisões dos órgãos são tomadas por unanimidade e “utilizam um sistema de gestão de tráfego aéreo comum, actualmente já testado e em operação em sete centros de controlo de Tráfego Aéreo”. Esse sistema “tem capacidade para evoluir, num quadro de participação colectiva, mediante a partilha dos respectivos custos e recursos”.

Com a adesão à Aliança COOPANS, a NAV irá adquirir os direitos de utilização do sistema de gestão de tráfego aéreo comum, “bem como de todas as prerrogativas inerentes a essa utilização, num ambiente de partilha e colaboração com todos os seus parceiros”.

Em 24 de Janeiro, o ministro do Planeamento e das Infra-estruturas, Pedro Marques, previu que no 1.º trimestre fosse decidida a adesão a consórcios europeus da NAV, num processo de aquisição de um novo sistema de navegação aérea.

Aos deputados da comissão de Economia, Inovação e Obras Públicas, o governante referiu a “expectativa” de uma decisão até Abril de um processo que “se fala e tenta há 20 anos”.

Pedro Marques garantiu que o actual sistema tem “funcionado com segurança” e “condições de operacionalidade”, mas no futuro não conseguirá abarcar mais movimentos (‘slots’) e um eventual controlo simultâneo das infra-estruturas de Lisboa e do Montijo. “Por isso, tem de avançar o novo sistema”, disse.

(PressTUR com Agência Lusa)

 

Clique para mais notícias: Aviação

Clique para mais notícias: Portugal

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Deco faz queixa da Ryanair por venda de voos após pré-aviso de greve

20-07-2018 (12h59)

A Associação Portuguesa para a Defesa do Consumidor (Deco) fez queixa à Autoridade Nacional da Aviação Civil (ANAC) contra a companhia aérea Ryanair por “prática comercial desleal” devido à venda de voos após o pré-aviso de greve.

Hotelaria de Lisboa acentuou em Maio a subida de preços

20-07-2018 (12h38)

Os hotéis da cidade de Lisboa acentuaram em Maio a subida de preços, com aumentos entre 13,5 e quase 19 euros por quarto, de acordo com dados do Observatório do Turismo de Lisboa consultados pelo PressTUR.

Airbus destaca exibição do A380 da Hi Fly no Farnborough Airshow 2018

20-07-2018 (11h16)

Embora tratando-se de um aparelho em segunda mão, a Airbus não deixou de realçar a exibição pela portuguesa Hi Fly, da família Mirpuri, do seu primeiro super-jumbo A380.

Ria Park Hotels renova quartos e áreas públicas do Ria Park Garden

19-07-2018 (17h14)

A Ria Park Hotels renovou os quartos e as áreas públicas do 4-estrelas Ria Park Garden, uma unidade no Algarve que apresenta como a “escolha perfeita para umas férias de Verão com a família e amigos”.

Lisboa subiu este ano a destino internacional mais pesquisado no Brasil

19-07-2018 (16h54)

Lisboa é o destino internacional mais pesquisado no Brasil em 2018, segundo a imprensa brasileira, que cita uma pesquisa do portal Skyscanner.