“Não podemos esperar mais”, reclama presidente da CTP em relação às ligações aéreas com Lisboa

28-09-2017 (17h56)

“Não podemos esperar mais nem adiar um problema que põe em causa o esforço e os muitos milhões de euros que foram investidos no Turismo”, afirmou ontem o presidente da CTP, Francisco Calheiros, a propósito do esgotamento do acesso aéreo a Lisboa.

Francisco Calheiros, que falava na apresentação do documento “Turismo em Movimento – Roteiro para a Competitividade” com que a CTP assinalou a comemoração do Dia Mundial do Turismo, referia-se à falta de “uma solução definitiva para garantir mais ligações aéreas, dado que o Aeroporto de Lisboa se encontra no limite da sua capacidade”.

“Há que ter a coragem de assumir de que nada serve apostar em projectos estruturantes e de grande dimensão se não mantivermos suficientemente aberta a principal porta de entrada em Portugal ou se continuarmos a permitir que os turistas que chegam de fora do Espaço Schengen esperem horas para conseguir sair do aeroporto porque os serviços do SEF não funcionam”, acentuou Francisco Calheiros.

Outra reivindicação eleita pelo presidente da Confederação para o seu discurso do Dia Mundial do Turismo refere-se à participação dos privados na promoção.

“Os agentes do sector privado não podem continuar excluídos das decisões que interferem directamente com a sua actividade”, afirmou, depois de realçar que sempre defendeu que “só um verdadeiro trabalho de equipa será capaz de desenhar uma estratégia séria e eficaz para cumprir este propósito”.

E no âmbito de algumas referências ao documento “Turismo em Movimento – Roteiro para a Competitividade”, Francisco Calheiros destacou designadamente a reivindicação da representação do turismo a nível governamental através de um Ministério, para que o sector seja dotado de “um novo modelo de governance, que não se limite à gestão do Turismo enquanto actividade económica, mas que o liberte de constrangimentos e potencie toda a sua capacidade de gerar riqueza e emprego”.

“O Turismo não pode e não deve manter-se alheado das decisões que envolvem a protecção do ambiente e do território”, salientou também o presidente da CTP, que evocou “os terríveis incêndios que deflagraram este Verão por todo o país e que destruíram milhares de hectares de floresta” para salientaram que também comprometeram o desenvolvimento turístico das regiões afectadas.

 

Clique para mais notícias: Portugal

Clique para mais notícias: CTP

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Praias do Algarve reabrem a banhos

19-06-2019 (14h38)

As praias do Algarve vão hoje reabrir a banhos, depois de as análises efectuadas às micro algas terem revelado que não há registo de intoxicação em humanos, disse à Lusa o director regional da Agência Portuguesa do Ambiente (APA).

Azores Airlines (SATA Internacional) chega a mais oito destinos no Canadá com a WestJet

19-06-2019 (13h22)

A companhia de aviação açoriana Azores Airlines, que opera os voos internacionais do grupo SATA, iniciou este mês um acordo de partilha de código com a low cost canadiana WestJet, uma das companhias de aviação fundadas por David Neeleman, accionista de referência da TAP.

Área das Aldeias Históricas conta com 22 Biosphere Commited Companies

18-06-2019 (16h02)

Vinte e duas empresas que operam na área das 12 Aldeias Históricas de Portugal receberam hoje certificados Biosphere Commited Companie, atribuídos pela Biosphere Responsible Tourism, que garante a qualidade do serviço prestado aos visitantes.

TAP inicia rotas de Tenerife e Nápoles e passa a ter 201 voos/semana para Espanha e cem para Itália

18-06-2019 (13h29)

A TAP já inaugurou as suas novas rotas de médio curso à partida de Lisboa, Tenerife, nas Canárias, Espanha, e Nápoles, em Itália, ambas com voos diários respectivamente desde 61 euros por ida e desde 65 euros por ida, segundo informação da companhia que realça que passa a ter 11 rotas para Espanha e seis para Itália.

Neeleman diz que a TAP vai ter o novo Airbus A321XLR

18-06-2019 (11h50)

David Neeleman, accionista de referência da TAP, anunciou que a companhia vai encomendar o novo Airbus A321XLR, poucas horas depois de o fabricante europeu ter apresentado o seu novo avião no salão aeronáutico de Paris.

Noticias mais lidas