“Havia uma necessidade evidente” de requalificar o posicionamento online da hotelaria portuguesa – Cristina Siza Vieira, AHP

16-05-2018 (21h37)

Um estudo da AHP concluiu que 7% dos hotéis em Portugal não tem website e que, dos 1.406 que têm, 30% não tem motor de reservas, uma lacuna que a Associação pretende colmatar com o Click2Portugal, um agregador para venda directa de todos os hotéis portugueses.

A análise da AHP aos 1.511 hotéis e hotéis apartamentos registados no RNET até 29 de Maio de 2016 indica que 105 unidades, que correspondem a 7% do total, não tem website.

Das 1.406 unidades que têm website, 30% ou 426 não têm motor de reservas e 12% ou 175 não têm sequer um formulário para efectuar uma reserva, o que é “claramente uma situação débil”, frisou Cristina Siza Vieira, presidente executiva da AHP, na apresentação da plataforma à imprensa esta quarta-feira, dia 16.

Acresce ainda que um quarto dos hotéis portugueses apenas tem tradução em inglês nos seus websites, o que pode ser “desmotivador” para alguns utilizadores.

Desta forma, a AHP concluiu que “havia uma necessidade evidente de requalificar a hotelaria nacional no seu posicionamento online”, frisou a presidente executiva da Associação, para salientar que “a melhoria do nível individual de cada um tem impacto sobre a média do todo, tem impacto sobre a forma como Portugal é visto e como se vende”.

Mas além de melhorar a presença online, o Click2Portugal também pretende “aumentar as reservas directas” dos hotéis, frisou na mesma apresentação Pedro Colaço, da empresa de soluções de e-commerce para hotelaria GuestCentric.

Uma análise às reservas de hotéis na Europa, segundo um estudo da Phocuswright citado na apresentação da AHP, indica que em 2013 as vendas directas representavam 9% do total de reservas, as OTAs representavam 22% e outros canais, 69%.

Em 2017, as vendas directas subiram para 12% do total das reservas de hotéis na Europa, assim como subiram as vendas através das OTAs, para 26%, e caíram as reservas em outros canais, para 62% do total.

 

Clique para mais notícias: AHP

Clique para mais notícias: Hotelaria

Clique para mais notícias: Portugal

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Empreendimentos turísticos de Monchique reabrem após grande incêndio

14-08-2018 (18h46)

O Macdonald Monchique Resort & Spa, em Caldas de Monchique, Algarve, vai reabrir na quinta-feira, depois de ter encerrado devido ao incêndio que durante uma semana atingiu a serra de Monchique.

Governo dos Açores considera “prematuro” falar da proposta de compra da Azores Airlines

14-08-2018 (18h21)

A secretária regional dos Transportes e Obras Públicas dos Açores afirmou ontem ser “absolutamente prematuro” pronunciar-se sobre o processo de alienação de 49% do capital da Azores Airlines, uma vez que a proposta apresentada se encontra em análise.

CVC agrega mais uma participada b2b com a compra do consolidador Esferatur

14-08-2018 (16h26)

A brasileira CVC, maior grupo latino americano de organização e comercialização de viagens, anunciou hoje um reforço do seu portefólio de produtos e serviços para o mercado profissional através da aquisição da Esferatur, classificada como um dos maiores consolidadores do mercado brasileiro, com vendas de bilhetes de avião na ordem de 1,8 mil milhões de reais (cerca de 407 milhões de euros).

Apesar da ocupação a cair, subida de preços da hotelaria portuguesa até acelera em Junho

13-08-2018 (17h46)

Os clientes da hotelaria portuguesa pagaram em média este mês de Junho +11% por dormida, ainda que os dados do INE indiquem uma queda da ocupação, tendência que o sector tende normalmente a travar com descidas de preços para estimular a procura.

Hotelaria portuguesa perde 225,7 mil dormidas de estrangeiros em Junho e acaba semestre com menos 132,3 mil

13-08-2018 (16h00)

A hotelaria portuguesa, que estava a viver um ciclo de crescimentos acentuados sustentado pela procura internacional, acabou o primeiro semestre deste ano com queda do número de pernoitas de turistas estrangeiros, em grande medida pela dimensão da quebra em Junho, primeiro mês da época alta, no qual teve menos 225,7 mil (-5,1%) pernoitas de residentes no estrangeiro.