“Guião de compra dos viajantes está a mudar e a indústria tem que responder”, analista GfK

12-08-2016 (06h30)

Dados do mercado do Reino Unido mostram o desejo de viajar sobrepõe-se aos receios e incertezas provocados pelo terrorismo, o Brexit ou o vírus Zika, mas há mudanças da parte dos consumidores, segundo a responsável da GfK Reino Unido pelos sectores das viagens e hospitalidade.

Em artigo publicado no "Travel Weekly", Helen Roberts defende que "o guião de compra dos viajantes está a mudar e a indústria tem que responder", que enfatiza seguidamente que "a principal diferença" que os dados de reservas para este Verão, para o Inverno 2016/2017 e para o Verão de 2017 "é no mix de destinos que beneficiam do aumento de reservas" detectado pelo GfK Travel Monitor, em 4% este Verão, em 15% para o Inverno 2016/2017 e em 10% para o Verão de 2017.

"E Espanha e Portugal em particular mostram crescimento à custa da Turquia, Egipto e Tunísia", afirma a analista, que também defende que as preocupações com a segurança tornam mais aguda a relevância da imagem de confiança das marcas.

Além disso, acrescenta, os viajantes provavelmente investirão mais em pesquisa, o que pode ser uma oportunidade para as empresas os ajudarem.

Helen Roberts defende ainda no artigo publicado no "Travel Weekly" que "propiciar aos viajantes paz de espírito ajudando-os a mudar os seus planos de viagem em resposta a um incidente pode levar a crescimento nos mercados de pacotes [turísticos] e cruzeiros".

Estes segmentos também podem afirmar-se junto dos consumidores como forma de mitigarem o risco cambial, acrescenta a analistas que defende que, porém, os fornecedores "têm que adaptar estas ofertas de forma a reflectirem a tendência dos consumidores para a personalização desenhando pacotes, idealmente dentro de pacote inclusivo".

 

Clique para mais notícias: Agências&Operadores

Clique para mais notícias: Portugal

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Cruzeiros no Funchal terminaram 2018 com estagnação em baixa

18-01-2019 (16h41)

O Porto do Funchal teve um ligeiro decréscimo do número de passageiros de cruzeiros em 2018, tendo terminado o ano com 537.851, -0,2% ou menos 1.341 que em 2017, mas ainda assim o 4º melhor total anual de sempre.

Alemães, canadianos e brasileiros garantiram recorde de passageiros de cruzeiros em Lisboa em 2018

18-01-2019 (16h37)

O Porto de Lisboa teve em 2018 novos recordes de passageiros de cruzeiros alemães, canadianos e brasileiros, que foram, assim, as três nacionalidades que garantiram à capital um novo recorde anual de cruzeiros e, também, a recuperação da liderança dos portos de cruzeiros portugueses.

Lisboa recuperou em 2018 a liderança do turismo de cruzeiros em Portugal

18-01-2019 (14h55)

O Porto de Lisboa voltou a ser em 2018 o primeiro porto português de cruzeiros marítimos, tanto em número de passageiros como de escalas, recuperando a liderança que em 2017 lhe escapara para o Funchal.

FC Porto vai construir um hotel de charme na sua antiga sede, nos Aliados

18-01-2019 (14h49)

O Futebol Clube do Porto vai construir um hotel de charme na sua antiga sede, na Avenida dos Aliados, e vai assinalar o início das obras com uma cerimónia na próxima segunda-feira, dia 21.

TAP confirma A321neo LR na rota Porto – Newark

18-01-2019 (11h56)

A TAP confirmou que a partir de 1 de Junho vai voar entre Porto e Nova Iorque Newark seis vezes por semana com um avião Airbus A321neo Long Range, como o PressTUR noticiou esta terça-feira, dia 15.