Governo investe um milhão de euros em promoção do Algarve e da Madeira

22-06-2018 (15h32)

O Governo anunciou a aprovação de “um plano de combate à sazonalidade turística nas regiões do Algarve e da Madeira para o Inverno”, uma iniciativa que assenta na promoção destes destinos em mercados prioritários, com um investimento de um milhão de euros.

Em comunicado, o Governo diz estar “a antecipar os efeitos do Brexit na actividade turística do Algarve e da Madeira, e também para acelerar a reposição da capacidade aérea perdida com as falências da Monarch, Air Berlin e Niki, que tiveram um impacto relevante na redução da capacidade aérea destas duas regiões”.

O objectivo, diz o comunicado, é “aumentar a atractividade destes destinos na chamada época baixa, aumentar as vendas, melhorar as taxas de ocupação e potenciar as ligações aéreas internacionais destes destinos entre Outubro de 2018 e Março de 2019”.

Os “mercados considerados estratégicos” para fazer promoção são o Reino Unido, a Alemanha, Holanda, Escandinávia, Irlanda, Espanha, Bélgica, Luxemburgo e França. No caso da Madeira, foram definidos o Reino Unido, Alemanha, França, Holanda, Escandinávia, Polónia, Suíça, EUA, Brasil e Rússia.

As acções de promoção e marketing previstas serão desenvolvidas em colaboração com 53 entidades, incluindo companhias aéreas, operadores turísticos e agências de viagens online.

O plano é apoiado pelo Turismo de Portugal em articulação com as Agências Regionais de Promoção Turística.

 

Clique para mais notícias: Portugal

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Aegean confirma aumento de frequências para Lisboa e Porto

22-02-2019 (18h11)

A companhia de aviação grega Aegean confirmou hoje que tem programado um aumento de frequências para Lisboa e Porto, num comunicado em que anuncia um reforço da sua oferta global este ano em 700 mil lugares.

Mesmo com Brexit ‘à porta’, britânicos foram os turistas que mais despenderam em Portugal em 2018

21-02-2019 (17h54)

Os residentes no Reino Unido, mesmo com o adensar da perspectiva de um ‘divorcio litigioso’ com a União Europeia e apesar de uma quebra no alojamento turístico português, não só se mantiveram em 2018 os líderes em gastos turísticos em Portugal em 2018, como foram os que fizeram o segundo maior aumento.

Portugal teve aumentos a dois dígitos de gastos de turistas de 37 países

21-02-2019 (17h49)

Apesar dos ventos desfavoráveis principalmente na segunda metade do ano, Portugal concluiu 2018 com um aumento médio dos gastos de turistas estrangeiros em 9,6%, com 37 em 62 com dados disponíveis no Banco de Portugal a registarem aumentos a dois dígitos.

Brasil foi o destino com a maior queda de gastos turísticos dos portugueses em 2018

21-02-2019 (16h37)

O Brasil, que enfrentou vários desafios em 2018, nomeadamente uma sucessão presidencial turbulenta, foi o país que teve a maior quebra de gastos turísticos dos portugueses, entre 61 com dados publicados pelo Banco de Portugal, mas conseguiu ainda assim manter-se no Top10 dos destinos.

Gastos dos portugueses em turismo ultrapassam os cem milhões de euros em oito países

21-02-2019 (16h35)

Espanha, França, Reino Unido, Alemanha, Estados Unidos, Bélgica, Itália e Holanda foram os únicos países a somarem mais de cem milhões de euros de gastos turísticos de residentes em Portugal no ano de 2018, de acordo com dados do Banco de Portugal recolhidos pelo PressTUR.