Governo garante presença de Portugal na FITUR

16-01-2019 (18h34)

O ministro da Economia garantiu hoje a presença de Portugal na FITUR, via “trabalho com as regiões de turismo”, para ‘contornar’ efeito do processo judicial que impede a presença de stands do Turismo de Portugal em eventos internacionais.

“Vamos ter uma presença na feira de Madrid. Com trabalho com as regiões de turismo vamos ter uma presença nacional na feira, uma das mais importantes”, garantiu o ministro Adjunto e da Economia, Pedro Siza Vieira, em audição parlamentar.

No evento espanhol, que decorre entre 23 e 27 de Janeiro, marcará presença a secretária de Estado do Turismo, Ana Mendes Godinho, acrescentou o governante, que lembrou a providência cautelar contra o concurso para a construção do stand do Turismo de Portugal em feiras internacionais.

O processo judicial foi interposto pelas empresas preteridas no concurso, que alegam irregularidades no processo.

Aos deputados da Comissão de Economia, Inovação e Obras Públicas, o ministro indicou que, no âmbito da indústria 4.0, os planos para criar uma linha de financiamento para empresas concretizaram projectos demonstradores.

Com este apoio, as empresas poderão demonstrar que têm “alguma familiaridade com as tecnologias que vão experimentar”.

Quanto ao Tech Visa, o governante indicou o objectivo de alargar o programa para “apoiar e facilitar o acesso às autorizações de trabalho a trabalhadores qualificados independentemente do sector industrial em que se inserem”.

O período de candidaturas a esta medida, prevista na Estratégia Nacional para o Empreendedorismo StartUp Portugal, para atrair quadros estrangeiros altamente qualificados, arrancou a 1 de Janeiro.

O Tech Visa “é um programa direccionado para empresas tecnológicas e inovadoras, inseridas no mercado global, que pretendam atrair para Portugal novos quadros altamente qualificados e especializados que sejam nacionais de países não inseridos no Espaço Schengen”, de acordo com informações do Ministério da Economia.

O IAPMEI analisa a elegibilidade e o mérito das empresas candidatas, envolvendo várias entidades, como o Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) e a Direcção-Geral dos Assuntos Consulares, no processo de atribuição de vistos de residência para os profissionais contratados pelas empresas certificadas, sendo que a avaliação “será também baseada no potencial, grau de inovação tecnológica e na orientação para a internacionalização das empresas candidatas”.

(PressTUR com Agência Lusa)

 

Clique para mais notícias: Portugal

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Exportações de turismo aumentam 106 milhões no primeiro bimestre

22-04-2019 (21h21)

Os gastos de turistas estrangeiros em Portugal, contabilizados como exportações de turismo pelo banco central, subiram 106 milhões nos primeiros dois meses deste ano, apesar do calendário desfavorável, pela Páscoa mais tarde que em 2018.

DECO recebeu mais de quatro mil queixas relativas a transporte aéreo em 2018

19-04-2019 (18h19)

A Associação Portuguesa para a Defesa do Consumidor (DECO) recebeu mais de quatro mil reclamações relacionadas com transportes aéreos em 2018 e, no primeiro trimestre deste ano, elevam-se a 674.

Passes sociais no Algarve vão custar entre 14 e 40 euros

19-04-2019 (17h50)

Os passes dos transportes públicos no Algarve vão ter preços entre 14 e 40 euros, representando uma redução superior a 80% relativamente ao tarifário actualmente em vigor, anunciou hoje a Comunidade Intermunicipal do Algarve (AMAL).

Agência que fretou autocarro acidentado no Caniço garante todo o apoio às vítimas e familiares

19-04-2019 (17h40)

A agência de viagens Travel One, que fretou o autocarro que se despistou na quarta-feira provocando 29 mortos em Caniço, concelho de Santa Cruz, Madeira, assegurou estar “a envidar esforços para que seja prestado todo o apoio às vítimas e aos seus entes próximos neste momento difícil e de dor”.

Chanceler alemã agradece trabalho dos socorristas no acidente no Caniço (Madeira)

18-04-2019 (12h04)

A chanceler alemã, Angela Merkel, manifestou hoje "tristeza e choque" na sequência do acidente com um autocarro no Caniço, Madeira, ao fim da tarde de quarta-feira, que provocou a morte de 29 turistas alemães.