Governo anuncia novas linhas de crédito para Pequenas e Médias Empresas

16-01-2017 (17h12)

O Governo está a anunciar o lançamento de novas linhas de crédito para Pequenas e Médias Empresas (PME) com montantes de financiamento por empresa entre 25 mil e dois milhões de euros e com prazos entre três e dez anos.

A Linha de Crédito Capitalizar, inserida no Programa Capitalizar, será gerida pela PME Investimentos em articulação com o Sistema Nacional de Garantia Mútua, segundo um comunicado do Ministério da Economia.

As linhas de crédito serão disponibilizadas nos balcões dos bancos protocolados em cinco categorias diferentes, começando pela Linha “Micro e Pequenas Empresas”, com uma dotação de 400 milhões de euros e com o objectivo de “potenciar o acesso a financiamento para investimentos em ativos e reforço de capitais para Micro e Pequenas Empresas”.

Segue-se a Linha “Fundo de Maneio”, com dotação de 700 milhões de euros e objectivo de “financiar necessidades de fundo de maneio das empresas com financiamentos de médio prazo, em alternativa ao crédito de curto prazo e assim contribuir para uma maior estabilidade dos recursos financeiros ao seu dispor”.

A Linha “Plafond de Tesouraria”, dotada de 100 milhões de euros, é para “alargar a oferta de crédito em sistema de revolving, conferindo uma maior flexibilidade à gestão corrente de tesouraria”, e a Linha “Investimento Geral”, também dotada de 100 milhões de euros é para “financiar investimentos em ativos com elevado prazo de recuperação”.

Há ainda a Linha “Investimento Projetos 2020”, com uma dotação de 300 milhões de euros para “alargar a oferta de crédito bancário para financiamento de projetos aprovados no âmbito do Portugal 2020, com enfoque em despesas elegíveis e outros segmentos de mercado em que a Linha de Crédito e Garantias IFD 2016-2020 possa vir a revelar-se insuficiente”.

 

Clique para mais notícias: Portugal

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

LVMH vai comprar dona do Reid’s Palace, por 2,8 mil milhões de euros

14-12-2018 (16h16)

A Louis Vuitton Moet Hennessy (LVMH) chegou a um acordo para comprar a Belmond, proprietária de hotéis de luxo, incluindo o Reid's Palace na Madeira, por 3,2 mil milhões de dólares, cerca de 2,8 mil milhões de euros.

Operador dinamarquês vai ter charters para Portugal com a Jet Time, após falência da Primera Air

14-12-2018 (15h49)

O operador turístico dinamarquês Bravo Tours contratou a companhia aérea Jet Time para fazer as suas operações charter no próximo Verão, incluindo voos para Portugal, que estavam previstas ser realizadas pela Primera Air, que declarou falência em Outubro.

TAP prevê poupar 30 milhões de euros na factura de combustível em 2019

14-12-2018 (12h56)

A TAP prevê conseguir em 2019 uma poupança de 30 milhões de euros nos custos de combustível, graças à renovação da frota com aviões mais eficientes, de acordo com o Chief Financial Officer (CFO) da companhia, Raffael Quintas.

Manutenção e engenharia da TAP no Brasil prevê lucro de 3 milhões de euros em 2019 – Antonoaldo Neves

14-12-2018 (12h35)

O negócio da manutenção e engenharia da TAP no Brasil, a ex-VEM (Varig Engenharia e Manutenção), atingiu o equilíbrio operacional em 2018 e deverá alcançar em 2019 um lucro operacional de três milhões de euros, disse Antonoaldo Neves, CEO da TAP.

TAP vai pagar 120 milhões de euros da sua dívida a partir de Março – Antonoaldo Neves

14-12-2018 (12h33)

A TAP vai pagar 120 milhões de euros da sua dívida a partir de Março, pagando uma média de 10 milhões de euros por mês, disse Antonoaldo Neves, CEO da companhia de aviação portuguesa.

Ultimas Noticias