Espanha já fica com praticamente 30% dos gastos dos portugueses em turismo no estrangeiro

21-02-2019 (15h56)

Barcelona
Barcelona

Espanha atingiu em 2018 a maior parcela dos últimos cinco anos de gastos dos portugueses em turismo no estrangeiro contabilizados pelo Banco de Portugal, com o montante de 1,39 milhões de euros, que equivale a 29,68% do total.

A informação do banco central consultada pelo PressTUR mostra que no ano passado os gastos dos portugueses em turismo em Espanha subiram 13,6% ou 167,6 milhões de euros e que foi essa subida que proporcionou também um aumento a dois dígitos dos gastos em destinos europeus.

Os gastos dos portugueses em turismo na Europa ascenderam em 2018 a 3,76 mil milhões de euros, com um aumento em 10,4% (mais 356,07 milhões) em relação a 2017, o qual abranda para 8,6% (mais 188,46 milhões), quando se exclui a parcela de Espanha.

Os dados consultados pelo PressTUR indicam que os países com maiores aumentos de gastos de turistas portugueses foram, depois de Espanha, a França, com mais 55,07 milhões (+9,2%, para 652,25 milhões), Itália, com mais 34,54 milhões (+21,9%, para 192,29 milhões), Bélgica, com mais 29,1 milhões (+16,3%, para 207,49 milhões), Holanda, com mais 15,45 milhões (+15,8%, para 113,07 milhões), Alemanha, com mais 14,8 milhões (+5,3%, para 292,52 milhões), e Luxemburgo, com mais 13,85 milhões (+16,7%, para 96,62 milhões).

O 8º maior aumento do ano foi em Cabo Verde, que foi assim o destino não europeu com o maior aumento de gastos em 2018, com mais 12,43 milhões (+41,8%, para 42,18 milhões, seguido de Marrocos, com mais 12,20 milhões (+52,3%, para 35,54 milhões), e Rússia, com mais 10,01 milhões (+70,9%, para 24,12 milhões.

Ainda assim, Cabo Verde foi apenas o 13º destino onde os portugueses mais despenderam em turismo no ano de 2018 e Marrocos foi o 16º.

Ambos, no entanto, foram os grandes do aumento em 18,1% dos gastos em África, que atingiram 227,31 milhões de euros, apesar de quedas de 5,3 milhões em Angola (-12,5%, para 37,2 milhões) e de 1,22 milhões em Moçambique (-6,2%, para 18,53 milhões).

Os dados recolhidos pelo PressTUR indicam que, assim, os destinos de África captaram em 2018 apenas 4,8% do total de gastos dos portugueses em turismo no estrangeiro, com 227,31 milhões de euros, mais 0,35 pontos que em 2017, mas ainda aquém dos 5,27% de 2014.

A Europa com o montante de 3,76 mil milhões de euros de gastos dos portugueses, absorveu no ano passado 80,1% dos 4,7 mil milhões de euros despendidos no ano passado, que é a percentagem mais elevada dos últimos cinco anos, e a América, apesar de ter a participação reduzida em 0,8 pontos, para 10,6%, manteve-se o segundo principal destino, com 499,16 milhões euros, apenas +1,9% que em 2017.

A Ásia teve no ano passado um aumento dos gastos dos portugueses em 9,1% ou 15,19 milhões de euros, para 182,40 milhões, tendo assim um participação de 3,88%, em linha com a de 2017 (3,9%), mas acima dos anos de 2014 a 2016.

 

Para ler mais clique:

Gastos dos portugueses em turismo no estrangeiro completam 72 meses consecutivos de aumentos

 

Clique para mais notícias: Balança portuguesa das Viagens e Turismo

Clique para mais notícias: Portugal

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Soltrópico apresenta programação de Réveillon em Coimbra, Porto e Lisboa

21-08-2019 (21h48)

“Venha descobrir as novidades que temos reservadas para o Réveillon e para os destinos de longo curso”, desafia o operador turístico Soltrópico num convite para três apresentações marcadas para 10, 11 e 12 de Setembro, em Coimbra, Porto e Lisboa.

Convento do Carmo em Moura vai ser um 4-estrelas após investimento de seis milhões

21-08-2019 (21h22)

A Sociedade de Promoção de Projetos Turísticos e Hoteleiros (SPPTH), gestora do Convento do Espinheiro, em Évora, venceu a concessão do Convento do Carmo, em Moura, que irá converter num hotel de 4-estrelas para abrir em 2022, após um investimento de seis milhões de euros.

Aeroporto de Lisboa vai ter uma nova área de chegadas com mais cinco postos de controlo

21-08-2019 (16h30)

O aeroporto de Lisboa vai ter a partir de final de Setembro/início de Outubro mais cinco postos de controlo do Serviço de Estangeiros e Fronteiras (SEF) numa nova área de chegadas, disse Isabel Oneto, secretária de Estado Adjunta e da Administração Interna.

Macau recebeu mais 8% de turistas portugueses até Julho

21-08-2019 (16h16)

Macau recebeu 6.905 turistas portugueses nos primeiros sete meses do ano, o que corresponde a um aumento de 8% ou mais 509 turistas que no período homólogo do ano passado, segundo dados oficiais divulgados hoje.

Lisboa foi Top5 de crescimento de passageiros na Europa no primeiro semestre

21-08-2019 (15h37)

O ACI Europa, associação que reúne mais de 500 aeroportos europeus, cotou o Aeroporto de Lisboa como um dos grandes aeroportos do continente com mais forte crescimento do número de passageiros no primeiro semestre.

Noticias mais lidas