Crescimento do saldo da balança turística portuguesa acelera para mais de 25% no 1º semestre

21-08-2017 (12h55)

Receitas turísticas crescem mil milhões e ultrapassam seis mil milhões

Portugal teve um encaixe líquido do turismo internacional de quase 4.000 milhões de euros, com um aumento em 25,7% face ao período homólogo de 2016, que é o crescimento mais forte nos primeiros seis meses de um ano pelo menos nesta década.

O PressTUR concluiu a partir de dados divulgados hoje pelo Banco de Portugal que um aumento igualmente a dois dígitos (+13,2%) dos gastos dos portugueses em turismo no estrangeiro não impediu esse aumento do saldo porque em receitas turísticas o crescimento disparou para 21%, também o mais forte de um primeiro semestre pelo menos nesta década.

Os dados do banco central indicam que nos primeiros seis meses deste ano os gastos de turistas estrangeiros em Portugal, que são contabilizados como exportações de turismo, elevaram-se a 6.061,08 milhões de euros, enquanto os gastos dos portugueses em turismo no estrangeiro, contabilizados como importações, elevaram-se a 2.108,05 milhões.

O saldo entre exportações e importações foi assim favorável a Portugal em 3.953,02 milhões de euros, +25,7% ou mais 807,84 milhões, reflectindo um aumento das receitas turísticas em 1.053,43 milhões (+21%) face a um aumento dos gastos de turistas portugueses no estrangeiro em 478,28 milhões (+13,2%).

No mês de Junho, tradicionalmente tomado como início da época alta, as receitas turísticas portuguesas somaram 1.261,63 milhões de euros, enquanto os gastos turísticos dos portugueses totalizaram 378,46 milhões, pelo que o países teve um encaixe líquido de 883,17 milhões.

Face a Junho de 2016, as receitas cresceram 23,4% ou 239,52 milhões de euros, os gastos aumentaram 11,4% ou 38,74 milhões e o saldo favorável a Portugal ‘disparou’ 29,4% ou 200,78 milhões.

Estes dados mostram que em valor absoluto Maio foi o melhor mês do semestre com 1.226,59 milhões de euros de receitas turísticas e um encaixe líquido de 959,87 milhões.

Em variação face ao mês homólogo de 2016, como seria de esperar o melhor mês foi Abril, por ter sido o mês da Páscoa ao contrário do ano anterior, em que a Páscoa foi em Março, proporcionando aumentos da receita em 38,6% ou 348,17 milhões de euros e do saldo em 46,4% ou 266,22 milhões.

 

Clique para mais notícias: Balança portuguesa das Viagens e Turismo

Clique para mais notícias: Portugal

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Cruzeiros no Funchal terminaram 2018 com estagnação em baixa

18-01-2019 (16h41)

O Porto do Funchal teve um ligeiro decréscimo do número de passageiros de cruzeiros em 2018, tendo terminado o ano com 537.851, -0,2% ou menos 1.341 que em 2017, mas ainda assim o 4º melhor total anual de sempre.

Alemães, canadianos e brasileiros garantiram recorde de passageiros de cruzeiros em Lisboa em 2018

18-01-2019 (16h37)

O Porto de Lisboa teve em 2018 novos recordes de passageiros de cruzeiros alemães, canadianos e brasileiros, que foram, assim, as três nacionalidades que garantiram à capital um novo recorde anual de cruzeiros e, também, a recuperação da liderança dos portos de cruzeiros portugueses.

Lisboa recuperou em 2018 a liderança do turismo de cruzeiros em Portugal

18-01-2019 (14h55)

O Porto de Lisboa voltou a ser em 2018 o primeiro porto português de cruzeiros marítimos, tanto em número de passageiros como de escalas, recuperando a liderança que em 2017 lhe escapara para o Funchal.

FC Porto vai construir um hotel de charme na sua antiga sede, nos Aliados

18-01-2019 (14h49)

O Futebol Clube do Porto vai construir um hotel de charme na sua antiga sede, na Avenida dos Aliados, e vai assinalar o início das obras com uma cerimónia na próxima segunda-feira, dia 21.

TAP confirma A321neo LR na rota Porto – Newark

18-01-2019 (11h56)

A TAP confirmou que a partir de 1 de Junho vai voar entre Porto e Nova Iorque Newark seis vezes por semana com um avião Airbus A321neo Long Range, como o PressTUR noticiou esta terça-feira, dia 15.