Chegada de turistas portugueses a Cuba sobe 16% e alcança novo recorde

15-03-2019 (11h27)

Cuba recebeu 31.843 turistas portugueses no ano passado, um aumento de 16% face ao ano anterior e um novo recorde, de acordo com a embaixadora de Cuba em Portugal, Mercedes Martinez Valdés.

A Europa ainda não recuperou "as suas taxas de emissão de visitantes" para Cuba, pelo que "delegações cubanas de alto nível visitam países como Itália, Alemanha e França a fim de tentar inverter a tendência", começou por dizer Mercedes Martinez Valdés, num jantar promovido pela Embaixada de Cuba a propósito da Bolsa de Turismo de Lisboa (BTL).

Ao contrário desses mercados europeus, continuou a embaixadora, o "turismo português para Cuba continua a crescer e no ano de 2018 ultrapassamos o recorde histórico de turistas portugueses para a ilha com um número de 31.843, com um crescimento de 16%".

O aumento do número de turistas portugueses foi alcançado apesar de não existirem ligações directas entre Portugal e Cuba, salientou Mercedes Martinez Valdés, para destacar o contributo das operações charter de Verão de Lisboa para Cayo Coco e Varadero, programadas pelos operadores turísticos Sonhando, Solférias, iTravel, Abreu, Travelplan e Jolidey.

No total, a embaixadora considera que Cuba teria alcançado em 2018 os 5 milhões de visitantes estrangeiros não fossem os efeitos do Furacão Irma, que passou por Cuba em Setembro de 2017, e a decisão do presidente norte-americano Donald Trump de reverter as políticas do anterior presidente, Barack Obama.

Contudo, prosseguiu Mercedes Martinez Valdés, "tivemos um novo recorde das chegadas de turistas internacionais para o país com 4,732 milhões de turistas".

"Este ano, o turismo está a crescer 10%", disse a embaixadora, para salientar que "estão a ser construídos vários hotéis de gama alta em Havana, dos quais três serão inaugurados em 2019, incluindo o Prado y Malecón, que será gerido pela companhia francesa Accor", e o Meliá Varadero Internacional, "substituindo o antigo Internacional, que foi construído sobre uma duna".

"Queremos diversificar o turismo a todo o território nacional, Holguín e Camaguey, por exemplo, e fomentar as diferentes modalidades, a náutica, o turismo cultural, de saúde e a participação em eventos", acrescentou Mercedes Martinez Valdés.

Cuba também "planeia expandir o acesso [à internet] sem fios em hotéis, em instalações turísticas, áreas públicas e quartos, nos transportes turísticos", tendo o serviço "incluído nos pacotes, com o objectivo de eliminar o uso dos cartões" pagos de acesso ao wifi.

 

Clique para ver mais: Cuba

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

TAP convida agentes de viagens para apresentar novos destinos e NewGen ISS da IATA

19-07-2019 (17h24)

A TAP agendou para a próxima semana três apresentações para agentes de viagens, em Lisboa, Leiria e Porto, nas quais tem programado apresentar os seus novos destinos e esclarecer dúvidas sobre o NewGen ISS da IATA.

Startup Lisboa abre candidaturas para programa de aceleração From Start-To-Table

19-07-2019 (15h20)

A incubadora de empresas Startup Lisboa tem a decorrer até 15 de Setembro as candidaturas para a 2ª edição do programa de aceleração From Start-To-Table, destinada a projectos do setor da restauração.

Plano estratégico da TAP “não está comprometido, está reafirmado”, Antonoaldo Neves

19-07-2019 (12h25)

O plano estratégico da TAP “não está comprometido, está reafirmado”, disse o presidente executivo da companhia, Antonoaldo Neves, remetendo para os accionistas a análise da satisfação com os seus resultados.

CEO da TAP diz que ‘fake news’ sobre aviões A330neo “não têm afectado” as vendas

19-07-2019 (11h59)

“As ‘fake news’ sobre esse avião começaram há muito tempo e felizmente não têm afectado a venda de passagens, porque na ‘media’ mundial não saem”, disse o presidente executivo da TAP, Antonoaldo Neves, a propósito das indisposições a bordo dos aviões A330neo da companhia.

TAP tem “65% do volume de combustível protegido”, Antonoaldo Neves

19-07-2019 (11h39)

A TAP tem actualmente “65% do volume de combustível protegido” das variações do preço do petróleo, afirmou o presidente executivo da TAP, Antonoaldo Neves.

Noticias mais lidas