APAVT elege amanhã a Direcção para o triénio 2018/2021 com lista única liderada por Pedro Costa Ferreira

11-12-2017 (12h44)

A Associação Portuguesa das Agências de Viagens e Turismo (APAVT) elege amanhã os corpos sociais para o triénio 2018/2020 com uma lista única liderada pelo seu actual presidente, Pedro Costa Ferreira, que assim tem assegurado que cumprirá um terceiro mandato a partir de 11 de Janeiro próximo.

A lista de Pedro Costa Ferreira, cujo mandatário é Fernando Guimarães, da AVIC, apresentou-se com o slogan "Juntos pelo futuro" e a assinatura "Valorizar ainda mais os agentes de viagens", tendo Tiago Raiano, da Turangra, como candidato a presidente da Assembleia Geral.

Para a Direcção, Pedro Costa Ferreira optou por manter a maioria da equipa que está com ele desde a primeira eleição, como Eduardo neves, da Portugal Travel Team, Nuno Mateus, da Solférias, Paula Alves, da TravelTailors, e Tito Silva, da Caravela, a que acrescentou Duarte Correia, da W2M, e Rui Pinto Lopes, da Pinto Lopes Viagens (para ler mais clique: Tiago Raiano e Rui Pinto Lopes ‘personificam' renovação da lista de Pedro Costa Ferreira à APAVT).

A tomada de posse dos novos corpos sociais da APAVT está marcada para 11 de Janeiro de 2018.

A eleição decorre num quadro em que o sector é "uma comunidade de empresas com saúde, crescimento recente e a pensar o futuro", como o afirmou há poucos dias Pedro Costa Ferreira, a finalizar o 43º Congresso da Associação, que decorreu em Macau (para ler mais clique: Agências de viagens são "comunidade de empresas com saúde", presidente da APAVT) e que teve como um dos momentos de maior impacto a apresentação de um estudo sobre o sector realizado pela Augusto Mateus e Associados e a Ernst & Young (para ler mais clique: Agências de viagens e operadores turísticos proporcionam 2,1% da riqueza produzida anualmente em PortugalDistribuição turística em Portugal tem um ‘peso' na economia 10% superior à média europeia e Distribuição turística em Portugal factura 2.131 milhões de euros por ano).

A campanha começou com a possibilidade de uma segunda lista liderada por Miguel Quintas, ex-director geral do Amadeus e ‘patrão' do Consolidador, que viria a desistir da corrida ainda em inícios de Setembro, que começou por acusar a Direcção em funções de não conseguir "criar militância" e desistiu alegando, sem explicar o que pretendia dizer, ter "o dever de defender os interesses daqueles que oficialmente me apoiam e se encontram (ou encontraram, em algum momento) na minha lista" (para ler mais clique: Miguel Quintas desiste da candidatura a presidente da APAVT).

 

Clique para mais notícias: APAVT

Clique para mais notícias: Agências&Operadores

Clique para mais notícias: Portugal

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Bestravel lança solução digital para tratamento de dados e gestão da nova directiva

25-05-2018 (17h12)

A Bestravel anunciou que vai disponibilizar às suas agências de viagens uma solução digital para recolha e tratamento de dados pessoais e para a gestão documental pré-contratual e contratual exigida pela nova Directiva das viagens.

Novo sistema de gestão do espaço aéreo “em princípio, estará completamente operacional em 2021” - NAV

25-05-2018 (17h04)

O presidente da NAV Portugal, Jorge Ponce de Leão, afirmou que o novo sistema de gestão do espaço aéreo deverá estar “completamente operacional em 2021”, antes da entrada em operação do aeroporto do Montijo.

Governo aprova proposta para registo de identificação dos passageiros aéreos

25-05-2018 (16h59)

A proposta de lei que vai permitir às companhias aéreas transmitir dados dos viajantes para um registo de identificação dos passageiros (PNR, na sigla em inglês) como forma de prevenir terrorismo e criminalidade grave foi aprovada pelo Governo.

TAP transporta +19% de passageiros entre Portugal e Espanha e alcança quota de 42,2%

25-05-2018 (16h38)

A TAP reforçou a liderança do transporte aéreo de passageiros entre Portugal e Espanha com um crescimento 16% ou 2,6 pontos mais forte que o mercado no primeiro quadrimestre, o que lhe deu um reforço da quota de mercado em 0,9 pontos, para 42,2%, ainda que tenha baixado no Aeroporto de Madrid, onde a líder é a Iberia que este ano começou a ter também voos de/para o Porto.

Sevilha é a principal rota espanhola da TAP depois de Madrid e Barcelona

25-05-2018 (16h36)

A TAP transportou até Abril 40 mil passageiros em voos de/para Sevilha, o que faz da capital andaluza a primeira origem/destino em Espanha depois das duas grandes metrópoles, Madrid e Barcelona, de acordo com dados da AENA, gestora dos aeroportos espanhóis, consultados pelo PressTUR.