Altis nomeia novos directores para os hotéis Avenida e Belém

10-10-2018 (15h07)

O grupo hoteleiro Altis anunciou que Frederico Vasconcelos e Bruno Correia são os novos directores dos hotéis de 5-estrelas Altis Avenida Hotel e Altis Belém Hotel & Spa, respectivamente.

Frederico Vasconcelos transita do Altis Belém Hotel & Spa onde esteve no último no ano e meio como director de hotel para o Altis Avenida, num ano em que a unidade está a ser ampliada para oferecer mais 48 quartos e suites, um sundeck, um gastrobar com vista para a Praça do Rossio e um fitness room.

"Poder abraçar um hotel como o Altis Avenida, num ano altamente desafiante, com um novo espaço que certamente será uma das novas referências gastronómicas da cidade de Lisboa, é um motivo de enorme orgulho", afirmou Frederico Vasconcelos, citado em comunicado.

O novo director do Altis Avenida iniciou a sua formação na EHTE, tirou um curso de Gestão Hoteleira Internacional na Escola de Hotelaria de Les Roches em Marbella e completou uma licenciatura em Gestão Financeira de Hoteleira Internacional na Hotel Management Scholl de Les Roches Bluche na Suiça.

Do seu percurso profissional destaca-se a direcção-geral do Pestana Alvor Praia e funções na área de F&B e Grupos no Intercontinental Estoril, Myriad by Sana e Oitavos.

Bruno Correia, por sua vez, iniciou o seu percurso profissional em 2006 na área de Eventos no Altis Grand Hotel, transitando posteriormente para o Altis Belém Hotel & Spa onde desempenhou as funções de coordenador de Eventos, responsável de Eventos, assistente operacional de F&B e director de F&B.

"A gestão de um hotel de referência no mercado lisboeta, com características e localização únicas e com uma forte componente de restauração, nomeadamente o Restaurante Feitoria, são desafios que me proponho encarar com grande empenho, sabendo desde já que conto com o apoio e o estímulo de uma equipa de grandes profissionais, sempre pronta a inovar e a superar as expectativas dos nossos clientes", afirmou o novo director do Altis Belém.

Bruno Correia tem licenciatura em Gestão de Recursos Humanos pela Universidade Lusíada de Lisboa e completou a sua formação com Master em Gestão Hoteleira pela Escola de Hotelaria e Turismo do Estoril e a graduação em Direcção Hoteleira pela Associação dos Diretores de Hotéis de Portugal.

 

Clique para ver mais: Hotelaria

Clique para ver mais: Altis

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Lisboa espera arrecadar 36,5 milhões de euros com taxa turística em 2019

15-10-2018 (15h52)

A Câmara Municipal de Lisboa prevê arrecadar 36,5 milhões de euros com a Taxa Municipal Turística em 2019, mais do dobro do estimado em 2018, que foi de 14,4 milhões, anunciou hoje o vereador das Finanças, João Paulo Saraiva.

Cuba recebeu mais de 25 mil turistas portugueses até Setembro

15-10-2018 (15h32)

O número de turistas portugueses que visitaram Cuba nos primeiros nove meses deste ano já ultrapassou a marca de 25 mil, com um aumento de quase três mil face ao período homólogo do ano passado, de acordo com dados a que o PressTUR teve acesso.

Número de turistas britânicos na hotelaria portuguesa cai há 11 meses consecutivos

15-10-2018 (15h21)

O turismo internacional na hotelaria portuguesa caiu mesmo em Agosto, tradicionalmente mês de ‘pico’ da actividade turística, especialmente da parte dos cinco maiores emissores europeus e designadamente do maior de todos, o Reino Unido, que regista quedas de hóspedes e dormidas há 11 meses consecutivos.

TAP antecipa e cancela voos da Madeira no sábado devido à passagem de furacão Leslie

12-10-2018 (17h21)

A companhia de aviação portuguesa TAP antecipou três voos previstos para Sábado de manhã da Madeira e cancelou a operação no arquipélago naquele dia até às 18:00 devido ao mau tempo esperado pela passagem do furacão Leslie.

MSC Cruzeiros prevê ter este ano “o maior crescimento que tivemos até hoje” – Eduardo Cabrita

12-10-2018 (16h29)

O director-geral da MSC Cruzeiros em Portugal, Eduardo Cabrita, espera atingir este ano “o maior crescimento que tivemos até hoje” em volume de passageiros face ao ano anterior, numa variação “provavelmente” acima de 20%.