Aeroporto de Lisboa foi o 6º pior do mundo em pontualidade no mês de Junho

12-07-2018 (14h39)

Nem 40% dos voos partiram até 15 minutos da hora prevista

Apenas 38,3% dos voos que partiram do Aeroporto de Lisboa durante o mês de Junho fizeram-no até 15 minutos da hora prevista, indicou a OAG, cujo ranking de pontualidade coloca o aeroporto da capital portuguesa como 6º pior entre 1.193.

A informação mostra o Porto também entre os 50 piores em Junho e também com menos de metade dos voos à hora, ou seja, até 15 minutos da hora de partida anunciada, com 48,6%.

Os dois maiores aeroportos portugueses foram assim os piores em pontualidade no mês de Junho, seguidos por Faro com o 1.094º pior índice de pontualidade, mas já com mais de metade dos voos a partirem até 15 minutos da hora anunciada, com 58%.

Ainda entre os mil piores do mês de Junho incluídos no ranking da OAG estiveram Funchal, em 1.087º, com um índice de pontualidade de 58,5%, Horta, em 1.059º, mas já acima da marca dos 60% dos voos à hora, com 60,5%, e, depois, Ponta Delgada, em 1.024º com 62,9%.

O melhor aeroporto português em pontualidade no mês de Junho foi assim o único que não é parte da ANA/Vinci, o Aeroporto da Terceira, em 761º, com um índice de pontualidade de 74,4%.

Os melhores do mundo em pontualidade no mês de Junho foram os pequenos aeroportos de Sapporo Okadama, Japão, com 96,2% dos voos à hora, seguido por Ciudad Juarez, com 96,1%, e Hanakami, Japão, com 96%.

Entre os maiores aeroportos, o melhor em pontualidade foi o russo Moscovo Sheremetyevo, 45º do mundo em número de voos, com um índice de pontualidade de 92,8%, que foi o 43º melhor do mês.

O maior aeroporto do mundo em número de voos no mês de Junho foi Chicago O’Hare, com 38.493, seguido por Atlanta Hartsfield-jackson, com 37.775, Los Angeles International, com 28.134, e Dallas/Fort Worth, com 28,118, todos nos Estados Unidos, seguidos por Beijing Capital, China, com 68,6%.

Em pontualidade, o melhor destes cinco maiores foi Los Angeles, com 80,1% das partidas até 15 minutos da hora anunciada, seguido por Dallas/Fort Worth, com 73,6%, Atlanta Hartsfield, com 73,4%, Beijing Capital, com 68,6%, e Chicago O’Hare, com 68,4%, que teve simultaneamente o pior índice de cancelamentos do Top5, com 3,8%, seguido por Beijing Capital com 3%, e Dallas Fort Worth, com 1,7%.

Lisboa, por sua vez, teve 1,9% de cancelamentos, o Porto teve 2,2%, Faro teve 0,6%, o Funchal teve 1,8%, Ponta Delgada teve 1,4%, Terceira teve 0,4% e Horta teve 1,7%.

 

Ver também:

TAP teve em Junho 4º pior índice de pontualidade da OAG


Para ler mais notícias: OAG

Clique para mais notícias: Aviação

Clique para mais notícias: Aeroportos portugueses

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Gala Michelin pela primeira vez em Portugal é afirmação como “destino gastronómico”

14-11-2018 (18h02)

Chefs portugueses de restaurantes com estrelas Michelin são unânimes em afirmar que a realização da cerimónia de apresentação do Guia Michelin da Península Ibérica pela primeira vez em Portugal, no 10.º aniversário da gala, significa um reconhecimento do país como “destino gastronómico”.

Angola quer mais aposta em lodges e resorts - Ministra

14-11-2018 (17h45)

A ministra do Turismo de Angola, Ângela Bragança, defendeu hoje que Luanda já tem suficientes hotéis de cinco estrelas, sendo necessária apostar nos lodges e nos resorts para aumentar o fluxo turístico para o país.

Ana Mendes Godinho garante +37,5% para as Agências Regionais de Promoção Turística

14-11-2018 (17h28)

As Agências Regionais de Promoção Turística passarão a receber mais 37,5%, atingindo um total de 16,5 milhões de euros anuais, anunciou a secretária de Estado do Turismo, Ana Mendes Godinho, que disse que o objectivo é reforçar nomeadamente verbas para quatro regiões e a aposta no Reino Unido.

Câmara de Óbidos vai cobrar um euro por dormida a partir de Dezembro

14-11-2018 (17h27)

A Câmara de Óbidos vai cobrar um euro por cada turista que dormir no concelho a partir do dia 1 de Dezembro, estabelece o regulamento da Taxa Turística, publicado hoje em Diário da República.

TAP foi a companhia estrangeira líder em passageiros de/para o Brasil em 2017

14-11-2018 (17h11)

A TAP foi a 3ª maior companhia em passageiros de voos internacionais de/para o Brasil e a primeira entre as estrangeiras, suplantando a maior companhia de aviação do mundo, a American Ailines, dos Estados Unidos, de acordo com o Anuário publicado pela ANAC, autoridade aeronáutica brasileira.