Aberto concurso público para concessão do Quartel da Graça em Lisboa

05-02-2019 (17h17)

Já está a decorrer o concurso público para a concessão do Quartel da Graça, em Lisboa, para criação de um hotel de 5-estrelas, ao abrigo do programa Revive, num investimento estimado de 29,7 milhões de euros, um dos projectos a que o Vila Galé, segundo maior grupo hoteleiro português, admitiu estar atento.

Classificado como Monumento Nacional desde 1910, o imóvel será concessionado por um período de 50 anos para a instalação do hotel, sendo o valor base previsto no concurso para a renda anual de 332.604 euros, numa área de construção total de 15.495 metros quadrados.

Segundo informação disponibilizada pelo Governo, o concurso vai decorrer em duas fases, a primeira das quais (de qualificação prévia de candidatos) até 6 de Março e a segunda a lançar posteriormente, com um período de 25 dias para apresentação de propostas.

A concessão não inclui a área da igreja nem o respectivo jardim, estando igualmente fora do âmbito do concurso o Jardim da Cerca da Graça.

O concurso estabelece que o concessionário ficará responsável por construir os espaços que vão acolher as capelas mortuárias de apoio à igreja.

O Quartel da Graça foi fundado, enquanto Convento da Graça, no século XIII, pela Ordem dos Agostinhos Eremitas, tendo sido reedificado no século XVI e restaurado após o terramoto de 1755.

Com a extinção das ordens religiosas, em 1834, foi ocupado pelo exército, passando aí a designar-se como Quartel da Graça. A igreja, a sacristia e a casa do capítulo foram entregues à Irmandade do Senhor dos Passos.

Nos últimos anos, o quartel acolheu serviços da GNR e do Exército.

"A recuperação do Quartel da Graça, através do programa Revive, é uma óptima notícia para a cidade de Lisboa", disse no lançamento o ministro-adjunto e da Economia, Pedro Siza Vieira, sublinhando que o Revive irá "evitar a continuada degradação que tem sofrido", além de o "tornar apto para afectação a uma actividade económica com finalidade turística".

O ministro da Defesa Nacional, João Gomes Cravinho, realçou, por sua vez, que com a abertura do concurso se dá "um passo no sentido da recuperação e valorização deste histórico quartel, situado na Graça, que testemunhou a conquista de Lisboa".

A inclusão do equipamento neste programa é mais um exemplo da parceria entre o Ministério da Defesa Nacional e o Revive, que possibilitará "dar um novo propósito a um imóvel com o legado de séculos de memórias históricas com interesse para a comunidade onde se insere".

O ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, afirmou que o Quartel da Graça "é exemplo de um património que, tendo servido durante décadas a Guarda Nacional Republicana e as populações, poderá agora ser valorizado de outra forma".

O quartel é um dos 33 imóveis inscritos no Revive, um programa conjunto dos ministérios da Economia, Cultura e Finanças com a colaboração das autarquias locais.

Pretende-se com este programa valorizar e recuperar o património sem uso, reforçar a atractividade dos destinos regionais e o desenvolvimento de várias regiões do país.

(PressTUR com Agência Lusa)

 

Para ler mais clique:

Vila Galé estuda concurso para hotel no CCB e mantém 'olho' no Quartel da Graça

 

Clique para mais notícias: Hotelaria

Clique para mais notícias: Revive

Clique para mais notícias: Portugal


Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Apoios do Governo para projectos turísticos no interior de Portugal ascendem a 310 milhões de euros

15-02-2019 (17h11)

O ministro da Economia, Pedro Siza Vieira, afirmou hoje que o Governo apoiou com cerca de 310 milhões de euros investimentos no sector do turismo no interior do país, no âmbito dos programas Valorizar e Portugal 2020.

Vueling vai ter voos Tenerife - Lisboa

15-02-2019 (16h56)

A Vueling, low cost do IAG, grupo de que fazem parte também a British Airways, a Iberia, a Aer Lingus e a Level, vai ter voos entre Tenerife e Lisboa a partir de Abril.

Springwater vai finalmente apostar na “aproximação/integração” Geostar - Top Atlântico

15-02-2019 (16h35)

O grupo espanhol Wamos, do fundo suíço Springwater, vai avançar finalmente para a “aproximação/integração” das suas redes em Portugal, a Top Atlântico comprada ao antigo GES e a Geostar comprada ao grupo Sonae em 2015.

TAP transporta menos passageiros este Janeiro nas suas rotas espanholas

15-02-2019 (15h47)

A TAP, que em meados do ano passado retirou A Coruña, Astúrias e Vigo da sua rede de destinos em Espanha, começou 2019 com uma quebra de passageiros nas ligações com o país vizinho em 3,4% ou cerca de 4,7 mil, de acordo com dados da AENA, gestora dos aeroportos espanhóis, recolhidos pela AENA.

Passageiros em voos entre Espanha e Portugal aumentam 10,8% em Janeiro

15-02-2019 (15h33)

Os aeroportos espanhóis somaram este Janeiro 357,6 mil passageiros de voos de/para Portugal, +10,8% ou mais 34,9 mil que no primeiro mês de 2018, de acordo com dados da AENA, gestora dos aeroportos espanhóis, recolhidos pelo PressTUR.