Novo director executivo da AP Madeira Nuno Vale entra em funções a 1 de Março

12-02-2020 (15h31)

Nuno Vale é o novo director executivo da Associação de Promoção da Madeira (AP Madeira) e entra em funções no dia 1 de Março.

Desde a saída de Roberto Santa Clara, em Agosto de 2019, o cargo de director executivo tem sido exercido interinamente por José Alberto Cardoso.

O contrato de Nuno Vale foi assinado hoje no Funchal, durante uma cerimónia em que o novo executivo “teve oportunidade de ser apresentado à direcção e à própria equipa da AP Madeira”, segundo um comunicado.

Nuno Vale assume o cargo “numa altura em que o destino Madeira procura recuperar os fluxos turísticos dos mercados inglês e alemão, assim como reforçar o crescente mercado nacional, e ainda captar novos mercados do outro lado do Atlântico, concretamente dos Estados Unidos da América, do Canadá e do Brasil”, sublinha a mesma nota de imprensa.

O novo director executivo da AP Madeira tem “larga experiência em funções de liderança e gestão, nomeadamente direcção de marketing e direcção geral, incluindo a gestão regional de marcas mundiais, estratégia e modelos de negócio, bem como processos de internacionalização”.

O comunicado destaca que Nuno Vale “tem uma relação privilegiada e directa com a AICEP, com o Turismo de Portugal e com as Regiões de Turismo”, tendo também ao longo da sua carreira “exercido funções numa grande diversidade de ambientes organizacionais e sectores de actividade, desde companhias multinacionais, com marcas mundiais, a associações industriais”.

O executivo, que além de Portugal, viveu e trabalhou em Inglaterra, na Holanda e na Finlândia, “tem sido chamado para melhorar a performance de empresas, aproveitando as oportunidades da era digital em resultados, tirando partido das suas competências de desenvolvimento de modelos de negócio e de estratégia de marketing, de criação de marcas, de comunicação corporativa e B2B/B2C, de criação de parcerias e processos de internacionalização”.

Antes de assumir a direcção da AP Madeira, Nuno Vale “desempenhava funções como consultor independente com foco nas áreas de estratégia e modelos de negócio em contexto de disrupção digital, marketing estratégico, processos de internacionalização, marketing internacional e digital, criação e desenvolvimento de marcas e planeamento de marketing e comunicação”.

Nuno Vale é formado em Economia pela UNL, tem um MBA pela Rotterdam School of Management, um programa de executivos em Gestão de Marketing Digital, pela Universidade Católica, em Portugal, e um programa de executivos em Estratégia na Era Digital pelo INSEAD.

 

Clique para ver mais: Portugal

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

ITB cancelada “devido à crescente expansão” do novo coronavírus

28-02-2020 (21h40)

Os responsáveis da Feira Internacional de Turismo de Berlim (ITB) anunciaram a suspensão do evento que se deveria realizar entre 4 e 8 de Março, "devido à crescente expansão" do novo coronavírus.

IAG declara quebra de lucros em 2019 em 39,6%

28-02-2020 (18h40)

O IAG, grupo a que pertencem British Airways, Aer Lingus, Iberia, Vueling e Level, declarou um lucro de 1.715 milhões de euros para o ano de 2019, que é 39,6% ou 1.123 milhões menor que o declarado para o ano de 2018.

easyJet diz que voos Portugal-Itália não serão afectados por enquanto

28-02-2020 (18h39)

A easyJet disse à Lusa que por enquanto os seus voos entre Portugal e Itália não estão afectados e que está a acompanhar o evoluir da situação no Norte de Itália, onde o Covid-19 já matou 14 pessoas e infectou pelo menos 400.

Turismo de Portugal investe 500 mil euros em nova campanha de promoção do Enoturismo

28-02-2020 (17h23)

O Turismo de Portugal investiu 500 mil euros numa nova campanha de promoção do Enoturismo nos mercados do Reino Unido, Espanha, França, EUA, Brasil, Alemanha e Canadá.

Turismo português para Macau resiste melhor ao coronavírus que maioria dos mercados

28-02-2020 (16h27)

Os dados sobre a chegada de visitantes a Macau em Janeiro mostram os efeitos do novo coronavírus, com quebras de todos os principais emissores, incluindo de Portugal, que, ainda assim, demonstrou resistir melhor que a maioria.

Noticias mais lidas