NAV oficializa evolução para novo sistema de gestão do espaço aéreo

13-03-2018 (15h50)

A NAV - Navegação Área de Portugal anunciou hoje que assina amanhã, quarta-feira, a adesão à Aliança COOPANS, que lhe dá acesso a um novo sistema de gestão do espaço aéreo que classificou de “crucial” para responder ao “imprevisto aumento” do tráfego em Lisboa.

Com as presenças do ministro do Planeamento e das Infra-estruturas e do secretário de Estado das Infra-estruturas, a cerimónia irá oficializar a entrada da NAV Portugal na aliança que integra os prestadores de serviços de navegação aérea da Áustria, Croácia, Dinamarca, Irlanda e Suécia.

“A decisão de aderir à Aliança COOPANS teve como pressuposto estratégico proporcionar à NAV Portugal um melhor posicionamento para fazer face aos desafios tecnológicos e de procedimentos colocados aos Prestadores de Serviços de Navegação Aérea pelas Directivas, requisitos e definições do Céu Único Europeu”, segundo um comunicado da NAV.

O texto diz também que a adesão visa ainda “fazer face ao forte e imprevisto aumento do tráfego registado ao longo dos últimos anos na Região de Informação de Voo (RIV) de Lisboa”.

“Esta evolução tecnológica que representa o novo sistema de gestão de tráfego aéreo é crucial para permitir à NAV Portugal continuar a fazer face ao forte incremento de tráfego registado na RIV de Lisboa nos últimos anos e deste modo contribuir de forma activa para o crescimento económico nacional”, acrescenta.

Na aliança COOPANS os membros têm tratamento paritário, as decisões dos órgãos são tomadas por unanimidade e “utilizam um sistema de gestão de tráfego aéreo comum, actualmente já testado e em operação em sete centros de controlo de Tráfego Aéreo”. Esse sistema “tem capacidade para evoluir, num quadro de participação colectiva, mediante a partilha dos respectivos custos e recursos”.

Com a adesão à Aliança COOPANS, a NAV irá adquirir os direitos de utilização do sistema de gestão de tráfego aéreo comum, “bem como de todas as prerrogativas inerentes a essa utilização, num ambiente de partilha e colaboração com todos os seus parceiros”.

Em 24 de Janeiro, o ministro do Planeamento e das Infra-estruturas, Pedro Marques, previu que no 1.º trimestre fosse decidida a adesão a consórcios europeus da NAV, num processo de aquisição de um novo sistema de navegação aérea.

Aos deputados da comissão de Economia, Inovação e Obras Públicas, o governante referiu a “expectativa” de uma decisão até Abril de um processo que “se fala e tenta há 20 anos”.

Pedro Marques garantiu que o actual sistema tem “funcionado com segurança” e “condições de operacionalidade”, mas no futuro não conseguirá abarcar mais movimentos (‘slots’) e um eventual controlo simultâneo das infra-estruturas de Lisboa e do Montijo. “Por isso, tem de avançar o novo sistema”, disse.

(PressTUR com Agência Lusa)

 

Clique para mais notícias: Aviação

Clique para mais notícias: Portugal

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Alemães e russos fazem cair turismo europeu nas Caraíbas

16-07-2018 (16h36)

Com menos 41 mil turistas que há um ano, Alemanha e Rússia foram os emissores responsáveis por uma queda no primeiro semestre do número de turistas residentes na Europa na Dominicana, que teve no pólo oposto principalmente os aumentos de turistas residentes em França e Portugal.

Governo açoriano reforça capital social da SATA Air Açores em 27 milhões de euros

16-07-2018 (16h31)

O Governo dos Açores anunciou hoje um reforço em 27 milhões de euros do capital social da SATA Air Açores, companhia aérea que assegura as ligações aéreas entre as nove ilhas açorianas, "por via da subscrição de 5.400.000 novas ações".

Chegadas de turistas portugueses a Punta Cana aumentam 95% no 1º semestre

16-07-2018 (16h16)

O Aeroporto Internacional de Punta Cana, que é o maior aeroporto das Caraíbas em chegadas de passageiros residentes em Portugal, atingiu este ano um novo recorde de 15.366 turistas do mercado português no primeiro semestre, com um aumento em 95,1% ou quase 7,5 mil relativamente ao período homólogo de 2017.

Observação de baleias na Bahia deve atrair cerca de 15 mil turistas

16-07-2018 (16h06)

O estado nordestino brasileiro da Bahia prevê receber durante a época de observação de baleias, entre Julho e Outubro, cerca de 15 mil turistas.

Lufthansa “refuta falsas alegações da Ryanair” sobre a LaudaMotion

16-07-2018 (15h28)

O Grupo Lufthansa afirmou que “são completamente infundadas” as alegações da Ryanair de que a LaudaMotion está sobre ameaça do grupo alemão, “que tenta retirar as nove aeronaves que se viu forçada a ceder à Laudamotion pela Comissão Europeia para lhe permitir reiniciar os seus serviços”.