Queda de avião ucraniano em Teerão provoca mais de 170 mortos

08-01-2020 (10h29)

O Governo da Ucrânia informou que 82 iranianos, 63 canadianos, 11 ucranianos, 10 suecos, quatro afegãos, três alemães e três britânicos morreram quando o avião ucraniano em que seguiam se despenhou hoje nos arredores de Teerão.

O Boeing 737 da Ukraine International Airlines despenhou-se pouco depois de descolar do aeroporto Imam Khomeini, em Teerão, matando todos os passageiros e tripulantes.

A informação sobre a nacionalidade dos passageiros foi avançada pelo ministro dos Negócios Estrangeiros ucraniano, Vadym Prystaiko, no Twitter, onde indicou que entre as vítimas ucranianos estão dois passageiros e nove tripulantes.

O Presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, apelou para que se evitem especulações sobre a queda do avião. "Peço a todos que se abstenham de especulações e versões não verificadas do desastre", escreveu Zelensky no Facebook.

Segundo agências internacionais, o avião caiu num terreno agrícola a sudoeste de Teerão.

As primeiras indicações disponibilizadas pelas autoridades iranianas apontaram para a existência de problemas mecânicos.

O acidente ocorreu horas depois do lançamento de 22 mísseis iranianos contra duas bases da coligação internacional liderada pelos Estados Unidos, em Ain Assad e Arbil, no Iraque, numa operação de vingança pela morte do general iraniano Qassem Soleimani.

(PressTUR com Agência Lusa)

Ver também:

Lufthansa e Air France suspendem voos sobre Irão e Iraque

Companhias aéreas alteram rotas para evitar espaço aéreo do Irão e do Iraque

 

Clique para ver mais: Aviação

Clique para ver mais: Médio Oriente

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

TAP aumenta frequência de voos para Telavive a partir de Abril

15-01-2020 (11h29)

A TAP vai aumentar a sua oferta de voos entre Lisboa e Telavive, em Israel, de sete voos por semana para 14 durante o mês de Abril e para 11 a partir de Maio.

General iraniano assume “responsabilidade total” pela queda do avião ucraniano em Teerão

13-01-2020 (11h37)

O comandante da brigada aeroespacial dos Guardas da Revolução iranianos assumiu a "responsabilidade total" pela queda do Boeing 737 da Ukraine International Airlines, que matou todas as 176 pessoas que seguiam a bordo.

Kiev investiga várias possíveis causas para queda de avião no Irão

09-01-2020 (14h55)

As autoridades ucranianas estão a investigar pelo menos sete possíveis causas para o desastre do Boeing 737 da Ukraine International Airlines no Irão, incluindo um eventual ataque com mísseis.

Avião ucraniano não pediu ajuda e tentava voltar a Teerão antes de se despenhar, diz relatório preliminar

09-01-2020 (14h07)

A tripulação do avião ucraniano que caiu em Teerão não pediu ajuda via rádio e estava a tentar voltar ao aeroporto quando a aeronave se despenhou, segundo um relatório preliminar da investigação iraniana hoje divulgado.

Agência Europeia para Segurança da Aviação desaconselha voos comerciais sobre o Iraque

09-01-2020 (14h00)

A Agência Europeia para a Segurança da Aviação (AESA) desaconselha as companhias aéreas a efectuarem voos comerciais sobre o espaço aéreo do Iraque, na sequência da escalada do conflito entre Estados Unidos e Irão.

Noticias mais lidas