General iraniano assume “responsabilidade total” pela queda do avião ucraniano em Teerão

13-01-2020 (11h37)

Foto: Trinity Moss / Unsplash
Foto: Trinity Moss / Unsplash

O comandante da brigada aeroespacial dos Guardas da Revolução iranianos assumiu a "responsabilidade total" pela queda do Boeing 737 da Ukraine International Airlines, que matou todas as 176 pessoas que seguiam a bordo.

“Assumo a responsabilidade total” por esta catástrofe, afirmou o general Amir Ali Hajizadeh, numa declaração transmitida pela televisão, adiantando que “preferia ter morrido do que assistir a tal acidente”.

O operador do míssil que abateu o Boeing ucraniano em Teerão abriu fogo sem poder obter a confirmação de uma ordem de tiro devido a uma "interferência" nas telecomunicações, disse o general iraniano.

O soldado confundiu o avião com um "míssil de cruzeiro" e teve "10 segundos" para decidir, declarou o general.

As 176 pessoas que seguiam a bordo do avião ucraniano morreram.

As forças armadas iranianas afirmaram que confundiram o avião de passageiros ucraniano com um alvo hostil momentos depois do ataque do Irão com mísseis balísticos contra duas bases militares no Iraque que albergavam tropas norte-americanas.

O ataque do Irão foi uma retaliação pela morte do general iraniano Qassem Soleimani num ataque aéreo dos Estados Unidos no Iraque.

(PressTUR com Agência Lusa)

 

Clique para ver mais: Aviação

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

TAP aumenta frequência de voos para Telavive a partir de Abril

15-01-2020 (11h29)

A TAP vai aumentar a sua oferta de voos entre Lisboa e Telavive, em Israel, de sete voos por semana para 14 durante o mês de Abril e para 11 a partir de Maio.

Kiev investiga várias possíveis causas para queda de avião no Irão

09-01-2020 (14h55)

As autoridades ucranianas estão a investigar pelo menos sete possíveis causas para o desastre do Boeing 737 da Ukraine International Airlines no Irão, incluindo um eventual ataque com mísseis.

Avião ucraniano não pediu ajuda e tentava voltar a Teerão antes de se despenhar, diz relatório preliminar

09-01-2020 (14h07)

A tripulação do avião ucraniano que caiu em Teerão não pediu ajuda via rádio e estava a tentar voltar ao aeroporto quando a aeronave se despenhou, segundo um relatório preliminar da investigação iraniana hoje divulgado.

Agência Europeia para Segurança da Aviação desaconselha voos comerciais sobre o Iraque

09-01-2020 (14h00)

A Agência Europeia para a Segurança da Aviação (AESA) desaconselha as companhias aéreas a efectuarem voos comerciais sobre o espaço aéreo do Iraque, na sequência da escalada do conflito entre Estados Unidos e Irão.

Petra recebeu mais de um milhão de visitantes em 2019

08-01-2020 (14h32)

O sítio histórico de Petra, considerado Património da Humanidade pela UNESCO, recebeu um número recorde de visitantes em 2019, ultrapassando a barreira de um milhão de visitantes e registando um crescimento de 37% em relação a 2018.

Noticias mais lidas