Governo quer VisitPortugal com ligação directa à venda – Ana Mendes Godinho, SET

17-11-2017 (12h10)

Márcio Favilla (OMT) e Ana Mendes Godinho no Congresso da AHP (foto: AHP)
Márcio Favilla (OMT) e Ana Mendes Godinho no Congresso da AHP (foto: AHP)

Chegar aos dez milhões de visitantes do portal com “produto directo de venda”

A secretária de Estado do Turismo, Ana Mendes Godinho, revelou que está a trabalhar para que o VisitPortugal, que disse ter mais de dez milhões de visitantes, seja mais do que um portal de informação, permitindo aceder directamente à oferta e assim “conseguir que as pessoas comprem logo”.

O objectivo é “que a promoção digital esteja cada vez mais ao serviço da oferta privada”, anunciou a governante esta quinta-feira ao Congresso da AHP, a decorrer em Coimbra.

“Na promoção digital acho que podemos ganhar escala nomeadamente em fazer o link directo entre a capacidade que estamos a ter em termos de promoção digital e a comercialização dos territórios e da oferta privada”, afirmou a secretária de Estado.

“O VisitPortugal tem dez milhões de visitantes. Se conseguirmos traduzir esses dez milhões de visitantes em venda de produto português e não só de passagem de informação estamos a conseguir chegar a um público alvo de dez milhões a quem podemos direccionar produto directo de venda”, explicou.

“É neste cruzamento que temos que dar um passo muito significativo” e “há várias associações que neste momento estão a desenvolver plataformas de revenda e de comercialização que agregam a venda”, anunciou Ana Mendes Godinho.

A secretária de Estado salienta que, contudo, a tarefa será difícil, porque requer “capacidade de ter plataformas que vendam produto de uma forma agregada”.

“O desafio é que o VisitPortugal tenha logo este link para conseguir que as pessoas comprem logo a oferta, comprem logo o território com produtos já disponíveis para o consumidor, ou seja, que não seja só uma plataforma de informação, mas que nos permita vender e concretizar logo junto do mercado que estamos a conseguir atingir através da promoção digital”.

“O digital é poderosíssimo, mas [é preciso] trazer todos os actores para dentro do digital e tirar o máximo de rentabilidade e de concretização de vendas e de comercialização dos nossos territórios e do nosso destino através do digital”.

Ana Mendes Godinho revelou que está a “desenvolver um modelo para conseguir alimentar de forma melhor [a promoção digital] e também conseguir que a promoção digital esteja cada vez mais ao serviço da oferta privada”.

 

Continua:

Promoção digital precisa de “diálogo permanente” entre regiões e Turismo de Portugal – Ana Mendes Godinho, SET

 

Clique para mais notícias: Portugal

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Explosão contra autocarro turístico perto do GEM e das pirâmides de Gizé, Egipto, provoca 17 feridos

19-05-2019 (16h44)

Um autocarro de turistas sul-africanos foi atingido hoje pela explosão de um engenho quando se encontrava próximo do novo Grande Museu do Egipto (GEM, do inglês para Grand Egyptian Museum) a caminho das pirâmides de Gizé, ocasionando 17 feridos, segundo as agências de notícias internacionais, que citam fontes de segurança e médicas.

easyJet ‘fixa’ prazo para evitar 3º Verão seguido de “crescimento zero” no Aeroporto de Lisboa

17-05-2019 (16h19)

A companhia de aviação easyJet defendeu hoje a urgência de fechar um acordo até Setembro com os militares que permita aumentar a capacidade do Aeroporto de Lisboa já no Verão de 2020, pois, avisou, de contrário “vamos estar a perder oportunidades que já não vão voltar, e isto será muito mau para a economia portuguesa”.

Congresso da APAVT volta à Madeira de 14 a 17 de Novembro

17-05-2019 (12h38)

Nove anos depois, a Madeira vai voltar a receber o Congresso Nacional da Associação Portuguesa das Agências de Viagens e Turismo (APAVT), o 45º da sua história, de 14 a 17 de Novembro, tornando-se o destino português a receber mais vezes o evento, foi hoje anunciado no Funchal.

TAP volta a ter a queda mais forte de vendas de bilhetes pelas agências corporate brasileiras

16-05-2019 (23h04)

A TAP foi a companhia que teve a mais forte quebra do número de bilhetes vendidos pelas agências de viagens corporate brasileiras membros da ABRACORP no primeiro trimestre, com um decréscimo em 28%, que compara com uma quebra média das vendas de voos internacionais pelas suas 29 associadas de 0,6%.

Avianca Brasil suspensa do BSP

16-05-2019 (21h16)

A IATA comunicou ao mercado brasileiro que suspendeu do BSP a Avianca Brasil, marca sob a qual operava a Ocean Air, e, de acordo com o “Panrotas”, recomendou às agências de viagens que liquidem directamente com a equipa comercial da companhia todas as contas em aberto, incluindo vendas pendentes e reclamações de reembolso, assim como quaisquer transacções futuras.