Turquia termina primeiro quadrimestre com aumento de turistas estrangeiros em 24%

31-05-2019 (15h19)

Foto: Gabriel Garcia Marengo / Unsplash
Foto: Gabriel Garcia Marengo / Unsplash

A Turquia, que nos primeiros meses de 2017 ainda estava em ciclo de baixa do turismo internacional, por receios de terrorismo e instabilidade política, dois anos depois contabiliza um aumento das chegadas de turistas residentes no estrangeiro em 59,1% relativamente a esse período e está com mais 24% que em 2018.

Os dados publicados pelo Ministério turco da Cultura e do Turismo indicam que o país recebeu 8,73 milhões de turistas residentes no estrangeiro até ao fim de Abril, mais 2,86 milhões que no período homólogo de 2017 e mais 951,3 mil que nos primeiro quatro meses de 2018.

Os mesmos dados indicam que a Alemanha retomou no quadrimestre a liderança dos emissores estrangeiros, com 803,4 mil, seguida pela Bulgária, com 738,8 mil, Rússia, com 710,3 mil, Irão, com 558,7 mil, e Geórgia, com 511,9 mil.

O emissor que mais tem contribuído para a evolução em alta, porém, tem sido a Rússia, de onde a Turquia recebeu este ano mais 390,4 mil turistas que no primeiro quadrimestre de 2017 (+122%) e mais 185,9 mil que no primeiro quadrimestre de 2018 (+35,5%).

A Bulgária tem o segundo maior contributo, com mais 266 mil (+56,3%) que em 2017 e mais 159,1 mil que em 2018 (+27,5%), e seguidamente esteve a Alemanha, com aumentos de 234,9 mil turistas (+41,3%) em relação a 2017 e mais 131,8 mil que em 2018 (+19,6%).

Os dados do Ministério turco evidenciaram, aliás, que a Europa se consolidou como o mais importante mercado para o turismo da Turquia, com 3,7 milhões de turistas nos primeiros quatro meses do ano, +24% ou mais 717,7 mil que no período homólogo de 2018 e +59,1% ou mais 1,37 milhões que em 2017.

 

Clique para mais notícias: Turquia

Clique para mais notícias: Europa

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

TAP inicia rotas de Tenerife e Nápoles e passa a ter 201 voos/semana para Espanha e cem para Itália

18-06-2019 (13h29)

A TAP já inaugurou as suas novas rotas de médio curso à partida de Lisboa, Tenerife, nas Canárias, Espanha, e Nápoles, em Itália, ambas com voos diários respectivamente desde 61 euros por ida e desde 65 euros por ida, segundo informação da companhia que realça que passa a ter 11 rotas para Espanha e seis para Itália.

Lufthansa responsabiliza excesso de capacidade na Europa pela quebra de resultados

17-06-2019 (15h15)

O grupo Lufthansa, maior grupo de aviação da Europa em número de passageiros e em tráfego medido em RPK (passageiros x quilómetros voados), responsabiliza um alegado excesso de capacidade na Europa por uma evolução pior do que previa, mas os seus dados mostram que a subsidiária mais problemática é a Eurowings, que até era identificada com o negócio de voos de longo curso low cost.

Ryanair anuncia acordo para comprar a Malta Air

11-06-2019 (17h40)

A Ryanair anunciou hoje um acordo para comprar a companhia de aviação Malta Air, uma startup com a qual pretende expandir a sua presença no país, chegar a novos mercados do Norte de África e obter um certificado de operador aéreo maltês.

Air France faz 78,5% do crescimento de tráfego do grupo nos primeiros cinco meses do ano

11-06-2019 (15h34)

A companhia de aviação francesa Air Afrance assegurou 78,5% do aumento de tráfego do grupo em RPK (passageiros x quilómetros voados) nos primeiros cinco meses do ano, com a holandesa KLM a ter uma participação de apenas 1,7% e a low cost Transavia, 19,8%.

Noticias mais lidas