Turquia começa 2018 com novos recordes de turistas internacionais

03-04-2018 (17h37)

Irão é o maior emissor e o que mais cresce

A Turquia recebeu nos primeiros dois meses deste ano mais 354,3 mil turistas estrangeiros que no período homólogo de 2015, em que teve o seu melhor começo de ano de sempre, graças, designadamente, ao aumento das chegadas do Irão, que subiu a primeiro emissor.

 A análise do PressTUR aos dados divulgados pelo Ministério turco da Cultura e do Turismo indicou que depois do Irão, de onde a Turquia recebeu nos primeiros dois meses deste ano mais 163,8 mil turistas que no período homólogo de 2015 e mais 118,2 mil que no ano passado, os emissores com maiores aumentos face a 2015 são a Geórgia, com mais 93 mil, e a Rússia, com mais 41,7 mil.

Porém, apesar do resultado global positivo (+13,5% que em 2015 e +34,9% que em 2017), as chegadas à Turquia de turistas residentes em países europeus ainda estão abaixo de 2015, com menos 100,2 mil que no primeiro bimestre desse ano, embora em relação a 2017 tenham um aumento de 209,5 mil (+25,6%).

A queda em relação ao primeiro bimestre de 2015 deve-se designadamente à quebra das chegadas da Alemanha, com menos 72,3 mil (-26,9%), Itália, com menos 16,4 mil (-34,9%), Suécia, com menos 10,6 mil (-35,5%), Dinamarca, com menos 5,4 mil (-29,5%), Finlândia, com menos 5,3 mil (-53,4%), entre outros.

Todos estes emissores estão, porém, em recuperação, com crescimentos fortes face ao primeiro bimestre de 2017, com mais 21 mil (+12%) da Alemanha, mais 7,5 mil (+32,6%) de Itália, mais 3,1 mil (+19,6%) da Suécia, mais 1,4 mil (+12,6%) da Dinamarca e mais 385 (+9,1%) da Finlândia.

O que marca no entanto o período é o crescimento das chegadas da Ásia, com mais 278,5 mil turistas que em 2015 (+40,4%) e mais 354,3 mil que em 2017, alcançando o total recorde para um primeiro bimestre de 968,8 mil, que se deve em primeiro lugar ao crescimento das chegadas de residentes no Irão, para 350,4 mil (+50,9% que no primeiro bimestre de 2017 e +87,8% que nos primeiros dois meses de 2017).

O Irão tornou-se assim o primeiro emissor para a Turquia neste período de baixa do turismo, à frente da Geórgia, com 307,4 mil (+43,4% que no primeiro bimestre de 2015 e +9,2% que no ano passado), Bulgária, com 231,3 mil (+14,4% que em 2015 e +25,8% que no ano passado), Alemanha, com 196,6 mil (-26,9% que em 2015 mas +12% que no ano passado), e Rússia, com 134,2 mil (+45,1% que em 2015 e +69,1% que em 2017).

Na segunda metade do Top10 estão o Iraque, com 124,8 mil (+37% que em 2015 e +63,4% que no ano passado), Azerbaijão, com 96,4 mil (+23,9% que em 2015 e +19,5% que em 2017), Grécia, com 92,3 mil (-0,2% que em 2015 e +38,7% que em 2017), Reino Unido, com 71,6 mil (-5,1% que em 2015 e +33% que em 2017), e Arábia Saudita, com 71,4 mil (+90,3% que em 2015 e +77,3% que em 2017).

Os dados do Ministério turco, que incluem 94 mercados emissores, mostram 54 acima de 2015 e 40 em quebra em relação a 2015, mas na comparação com o primeiro bimestre de 2017 a Turquia tem 93 emissores em alta e apenas a Islândia com um decréscimo em 25,8%, para 244.

Na comparação com o primeiro bimestre de 2017 o Irão mantém-se o emissor com o maior aumento, com mais 118,2 mil (+50,9%), seguindo-se a Rússia, com mais 54,8 mil (+69,1%), Iraque, com mais 48,4 mil (+63,4%), Bulgária, com mais 47,4 mil (+25,8%), e Arábia Saudita, com mais 31,1 mil (+77,3%).

No mês de Fevereiro, a Turquia teve aumentos de chegadas de turistas de 92 mercados, e alcançou o melhor total de sempre para o segundo mês do ano, com 1,527 milhões, +367,2 mil ou +31,7% que no mês homólogo de 2017 e mais 143,7 mil ou +10,4% que em 2015, em que tivera o melhor Fevereiro.

O maior emissor foi o Irão, com 196,1 mil, +83,4% que em 2015 e +50,2% que em 2017, seguindo-se Geórgia, com 156,6 mil (+47,2% que em 2015 e +11,5% que em 2017), Bulgária, com 112,1 mil (+8,7% que em 2015 e +5,7% que em 2017), Alemanha, com 109,7 mil (-28,2% que em 2015 mas +13,4% que em 2017), e Iraque, com 68,4 mil (+42,5% que em 2015 e +49,8% que em 2017).

 

Clique para mais notícias: Turquia

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Vendas de viagens no mercado alemão ‘dispararam’ 21% em Abril

22-05-2018 (17h56)

Os alemães apostaram forte em Abril na compra de viagens, levando um aumento em 21% das receitas de vendas de agências e operadores, que ficaram 15% acima das vendas em 2017 para os meses de Maio a Outubro.

Greve de controladores franceses cancela mais de 500 voos - Airlines 4 Europe

22-05-2018 (16h48)

A associação de companhias de aviação europeias Airlines 4 Europe, de que a TAP é uma das associadas, afirma que a greve dos controladores aéreos em França iniciada ontem à tarde já obrigou a cancelar mais de 500 voos e afectou cerca de 70 mil passageiros e carga.

Grupo Lufthansa lança tarifa sem bagagem de porão para rotas da América do Norte

22-05-2018 (16h32)

As companhias aéreas Lufthansa, Swiss, Brussels Airlines e Austrian Airlines lançaram uma nova tarifa “light” para as suas rotas da América do Norte, para passageiros que queiram viajar só com bagagem de mão.

Gastos dos portugueses em turismo no estrangeiro mostram ‘deserção’ do Reino Unido e Brasil

22-05-2018 (15h59)

Os portugueses despenderam mais 70,5 milhões de euros em viagens e turismo no estrangeiro no primeiro trimestre deste ano, ultrapassando os mil milhões, mesmo com quebras acentuadas das despesas no Reino Unido e no Brasil, que tiveram quebras de 30,67 milhões (-25,7%) e de 10,52 milhões (-29,7%), respectivamente, concluiu o PressTUR a partir de dados do Banco de Portugal.

Hi Fly voa de Paris para Los Angeles e Novas Iorque JFK para a Norwegian

22-05-2018 (11h48)

A Norwegian, considerada pioneira dos voos low cost intercontinentais, contratou à Hi Fly, companhia de aviação portuguesa da família Mirpuri, voos de Paris Charles de Gaulle para Los Angeles e para Nova Iorque JFK.

Ultimas Noticias