Tribunal italiano condena proprietário de empresa de “fake reviews”

13-09-2018 (18h10)

O Tribunal Criminal de Lecce condenou o proprietário da PromoSalento, empresa que vendia pacotes de “fake reviews” a estabelecimentos de hospitalidade em Itália, a nove meses de prisão e ao pagamento de 8.000 euros.

A TripAdvisor, que divulgou esta condenação em comunicado, afirmou que participou no processo de acusação com a partilha de provas da actividade fraudulenta da PromoSalento, e manifestou intenção de colaborar com outras entidades para o combate a este tipo de fraude.

Brad Young, vice-presidente do Conselho Geral Associado da TripAdvisor, citado no comunicado, afirmou que a empresa entende que esta é "uma sentença histórica para a internet".

"Escrever fake reviews sempre foi considerado uma fraude, mas esta é a primeira vez que vemos alguém a ser enviado para a prisão como resultado", notou.

A TripAdvisor "investe muito na prevenção de fraude", acrescentou o vice-presidente, destacando as mais de 60 empresas de fake reviews cuja actividade foi encerrada desde 2015, e afirmou a vontade da empresa em "colaborar com entidades reguladoras e forças da autoridade para apoiar os seus processos".

Pascal Lamy, presidente do World Committee on Tourism Ethics da UNWTO (OMT), citado no comunicado da TripAdvisor, afirmou que as "avaliações falsas violam claramente as directrizes do World Committe on Tourism Ethics, que foram publicadas no ano passado para orientar o uso responsável de classificações e avaliações em plataformas digitais".

Estas recomendações foram desenvolvidas em colaboração com a TripAdvisor, a Minube e a Yelp.

A TripAdvisor tem uma equipa para a investigação de avaliações falsas, que pode ser contactada e/ou informada de suspeitas.

 

Clique para ver mais: Empresa&Negócios

Clique para ver mais: TripAdvisor

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

TUI compra startup tecnológica italiana Musement

17-09-2018 (12h39)

O Grupo TUI comprou a startup tecnológica italiana Musement, especializada no negócio da venda de excursões, passeios e actividades, com oferta em cerca de 1.100 cidades.

Empresa norte-americana revela participação na Thomas Cook

17-09-2018 (12h25)

A empresa de investimento norte-americana Capital Group Companies divulgou que tem uma participação de 5,2% na Thomas Cook, enviando um sinal positivo aos investidores após um Verão mais fraco, que provocou vendas de acções do operador turístico britânico.

Brussels Airlines lança programa de Stop Over na Bélgica

13-09-2018 (17h12)

A companhia de aviação Brussels Airlines lançou o programa Belgium Stop Over, que possibilita aos seus clientes a viajar para outros destinos, via Bruxelas, uma paragem até cinco dias na Bélgica sem custos adicionais.

Ryanair rejeita previsão de "caos" na greve de 28 de Setembro

13-09-2018 (12h05)

A Ryanair recusou hoje que a greve marcada por tripulantes de cabine de cinco países, incluindo Portugal, provocará “caos” na companhia, visto ter “experiência” a lidar com estas paralisações e esperar que “a maioria” destes funcionários trabalhe.

Ryanair bateu Grupo Lufthansa em passageiros transportados em Agosto

12-09-2018 (17h28)

O grupo Lufthansa, maior grupo de companhias de rede da Europa em número de passageiros transportados, indicou que no mês de Agosto somou 13,75 milhões com a Lufthansa German Airlines, incluindo regionais, Swiss, incluindo Edelweiss, Austrian, Eurowings e Brussels, ficando ainda assim ligeiramente atrás da Ryanair que, com a Laudamotion, somou 13,8 milhões.