Ryanair cessa este mês a rota Porto - Frankfurt Hahn

13-03-2018 (12h04)

A Ryanair, maior companhia de aviação do Aeroporto do Porto, deixa de voar entre a Invicta e o aeroporto de Frankfurt Hahn, Alemanha, a partir da próxima semana, continuando a ligar as duas cidades com voos para o aeroporto internacional de Frankfurt.

A informação da companhia aos sistemas globais de reservas indica que nos dias 23 e 24 parará cinco rotas de/para Frankfurt Hahn, incluindo, além do Porto, também Plovdiv, Valência, Veneza Treviso e Zadar.

 

Clique para mais notícias: Ryanair

Clique para mais notícias: Aviação

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Parques Reunidos compra maior parque aquático coberto do mundo por 226 milhões de euros

12-12-2018 (16h44)

O grupo espanhol Parques Reunidos assinou um acordo com a Tanjong para comprar o maior parque aquático coberto do mundo, o Tropical Islands, localizado na Alemanha, por 226 milhões de euros.

Ryanair ‘folga’ no dia de Natal

12-12-2018 (16h04)

A low cost Ryanair indicou hoje que não terá voos entre as 17h55 da véspera de Natal, hora a que prevê a última aterragem, e o dia 26, salientando que o 25 de Dezembro é “o único dia do ano em que a Ryanair não opera”.

Grupo Lufthansa transportou até Novembro mais passageiros que em todo o ano de 2017

11-12-2018 (16h46)

As companhias do grupo Lufthansa transportaram 132,4 milhões de passageiros nos primeiros onze meses deste ano, já tendo ultrapassado assim o total do ano de 2017, porque ultrapassou em muito o total do ano passado na Eurowings, incluindo Brussels.

TAP deixa rota Lisboa – Bucareste a partir de 27 de Janeiro

11-12-2018 (10h56)

A TAP, que retomou a rota Lisboa – Bucareste em Julho de 2017, depois de a ter interrompido em Março de 2016, vai voltar a deixar de voar entre as capitais de Portugal e Roménia a partir de 27 de Janeiro.

Governo britânico adia voto ao acordo do Brexit perante risco de rejeição por “grande margem”

10-12-2018 (17h06)

O governo britânico adiou a votação do acordo de saída do Reino Unido da União Europeia (UE), anunciou hoje a primeira-ministra britânica, Theresa May, admitindo que seria rejeitado por uma "grande margem".