Ryanair anuncia ter atingido a previsão de 129 milhões de passageiros em 2017

03-01-2018 (14h05)

Foto: Ryanair
Foto: Ryanair

Com aumento em cerca de 12 milhões face em 2016

A low cost Ryanair, que em Portugal voa para os aeroportos de Lisboa, Porto, Faro, Ponta Delgada e Terceira, anunciou hoje que nos 12 meses até Dezembro passado teve um crescimento médio do número de passageiros em 10% e atingiu um total de 129 milhões, que era a previsão que tinha avançado em Outubro.

Os dados da Ryanair, porém, não permitem um acompanhamento rigoroso, desde logo porque em lugar de divulgar o número exacto de passageiros, divulga um total ‘arredondado’ às centenas de milhar.

Assim, somando os números de passageiros que foi divulgando ao longo de 2017, o seu total de passageiros no ano eleva-se a 128,77 milhões, com ‘margem’ para serem os 129 milhões que indica hoje ser o total dos 12 meses até Dezembro de 2017.

Por outro lado, quando em 31 de Outubro divulgou os seus resultados do primeiro semestre do ano fiscal de 2017 (Abril a Setembro, inclusive), a companhia informou que em consequência dos milhares de cancelamentos que decidiu fazer e consequência do que então dizia ser um problema com escalas dos pilotos reduzia a sua previsão de crescimento no segundo semestre e, dessa forma, “o tráfego na totalidade do ano abrandará de 131 milhões para 129 milhões de clientes”.

A Ryanair não especificava, no entanto, se se referia ao ano fiscal que adoptou até então (Abril a Março do ano seguinte) ou ao ano de calendário (Janeiro a Dezembro) que, aliás, anunciou passará a adoptar e cuja mudança até invocou como uma das razões para o conflito com os pilotos que agora até a levou a reconhecer os sindicatos (para ler mais clique: Ryanair cede a reconhecer sindicatos de pilotos para evitar greves no Natal).

Os dados de tráfego publicados mensalmente permitem avaliar, com a ressalva dos ‘arredondamentos’, que em 2017 a Ryanair transportou mais quase 12 milhões de passageiros que em 2016 e vendeu em média vendeu cerca de 95,5% dos lugares que teve no mercado, reduzindo o número de lugares vazios nos voos em cerca de 17%.

Essa redução, por sua vez, significa que cerca de 10% do aumento de passageiros da Ryanair, ou cerca de 1,2 milhões, ‘serviram’ para reduzir o número de lugares vazios nos aviões.

 

Continua:

Crescimento da Ryanair arrefece em Dezembro para nível mais baixo desde Março de 2014

 

Clique para mais notícias: Ryanair

Clique para mais notícias: Aviação

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Lisboa teve até Setembro o 7º maior aumento de passageiros dos aeroportos europeus

16-11-2018 (17h26)

O Aeroporto de Lisboa, sobre o qual praticamente só se comenta que está esgotado, ao ponto de alguns dirigentes do turismo argumentarem ser essa a causa da queda de dormidas na hotelaria da capital, alcançou, no entanto, o 7º maior aumento de passageiros entre os 237 maiores aeroportos da Europa, nos primeiros nove meses deste ano, de acordo com os dados publicados pelo Airports Council International (ACI).

Lisboa voltou a alcançar o Top5 de crescimento dos maiores aeroportos europeus em Setembro, ACI

16-11-2018 (14h36)

O Aeroporto Humberto Delgado, alegadamente ‘esgotado', teve, ainda assim, o 4º mais forte crescimento de passageiros dos grandes aeroportos europeus no mês de Setembro, indica o ranking publicado pelo Airports Council Internacional (ACI).

Finnair vai ter dois voos/semana Helsínquia - Porto no próximo Verão

07-11-2018 (12h34)

A companhia de aviação finlandesa Finnair, representada em Portugal pela APG, já indicou aos sistemas globais de reservas a sua programação de voos para a rota Helsínquia - Porto no próximo Verão, que serão retomados entre 21 de Junho e 12 de Agosto.

Grupo Air France KLM formaliza parceria estratégica com gigante chinesa Ctrip

06-11-2018 (17h02)

O Air France KLM, maior grupo de aviação europeu em capacidade medida em lugares x quilómetros voados e a chinesa Ctrip, uma das maiores plataformas digitais o mundo, anunciaram a formalização de um acordo estratégico que dizem elevar o nível de cooperação.

Wizz Air vai voar de Sofia e Varsóvia para Lisboa em Airbus A321

30-10-2018 (15h52)

A companhia de aviação Wizz Air, que se apresenta como a maior low cost da Europa Central e do Leste, vai voar das capitais da Bulgária, Sofia, e Polónia, Varsóvia, para Lisboa em Airbus A321, no próximo Verão.

Ultimas Noticias