Reino Unido garante ligações aéreas com a UE mesmo sem acordo para o Brexit

07-03-2019 (14h56)

O Ministério britânico dos Transportes garantiu hoje a continuidade dos voos entre o Reino Unido e a União Europeia (UE) na eventualidade, cada vez mais provável, de um ‘Brexit' sem acordo.

O Reino Unido assegurará o direito de acesso ao país às companhias de aviação comunitárias até Março de 2020, numa resposta à oferta feita em Fevereiro pela Comissão Europeia (CE) às companhias aéreas britânicas, indicaram fontes oficiais.

O próximo dia 29 de Março é a data definida para a saída do Reino Unido do bloco europeu, mas existe uma grande incerteza sobre os termos em que irá ocorrer, porque o acordo negociado entre Londres e Bruxelas foi rejeitado pelo Parlamento britânico.

Espera-se que na próxima terça-feira, 12 de Março, o Governo da primeira-ministra Theresa May submeta à Câmara dos Comuns novamente o acordo, possivelmente com algum apêndice - para evitar uma fronteira entre as duas Irlandas -, para que o documento passe finalmente pelos trâmites parlamentares.

O ministro britânico dos Transportes, Chris Grayling, afirmou que o objectivo do seu Governo é proporcionar "certeza e garantia" ao sector aéreo e aos consumidores, "minimizando a possibilidade de transtornos" nas ligações aéreas.

Cerca de 164 milhões de passageiros viajam anualmente entre o Reino Unido e a UE, pelo que estas medidas ajudarão os passageiros a reservar voos, independentemente do Brexit que ocorrer, de acordo com o Ministério.

Negociado entre Londres e Bruxelas, o tratado estabelece um período de transição até ao final de 2020, quando os dois lados esperam ter chegado a acordo sobre o seu relacionamento comercial futuro.

(PressTUR com Agência Lusa)

 

Clique para mais notícias: Aviação

Clique para mais notícias: Brexit

Clique para mais notícias: Europa

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Greve de controladores cancela dezenas de voos no aeroporto de Bruxelas

16-05-2019 (17h31)

Cerca de 60 voos foram cancelados hoje no aeroporto internacional de Bruxelas devido à greve surpresa de controladores aéreos belgas, que também está a afectar o aeroporto de Charleroi, a Sul da capital.

Norwegian Air Shuttle contrata euroAtlantic para voar em cinco rotas à partida de Oslo

16-05-2019 (14h34)

A low cost Norwegian Air Shuttle, do grupo considerado líder europeu em voos low cost de longo curso, contratou à euroAtlantic, de Tomaz Metello, seu presidente, a realização de voos em cinco rotas intra-europeias à partida de Oslo.

Empresas de alojamento local juntam-se para criar marca europeia

15-05-2019 (14h18)

A portuguesa RentExperience, a italiana Hintown, a escocesa BnbBuddy e a inglesa The London Residents Club juntaram-se para criar uma nova empresa de alojamento local, a Altido, com 1.700 propriedades em 21 cidades europeias.

Aeroportos portugueses sobem no ranking europeu no primeiro trimestre

14-05-2019 (16h22)

Os cinco maiores aeroportos portugueses subiram todos no ranking dos aeroportos europeus com mais passageiros no primeiro trimestre, inclusivamente Lisboa, apesar de ainda aguardar medidas de resolução do estrangulamento de capacidade.

Aeroporto moscovita lidera aumento de passageiros na Europa no primeiro trimestre

14-05-2019 (16h19)

O Aeroporto de Moscovo Sheremetyevo foi o aeroporto europeu com o maior aumento de passageiros no primeiro trimestre, com mais aproximadamente 1,6 milhões (+17,6%, para 10,7 milhões) que no período homólogo de 2018, à frente de Berlim Tegel e Viena, dois aeroportos europeus com fortes investimentos das duas maiores low cost, a Ryanair e a easyJet.