Reino Unido garante ligações aéreas com a UE mesmo sem acordo para o Brexit

07-03-2019 (14h56)

O Ministério britânico dos Transportes garantiu hoje a continuidade dos voos entre o Reino Unido e a União Europeia (UE) na eventualidade, cada vez mais provável, de um ‘Brexit' sem acordo.

O Reino Unido assegurará o direito de acesso ao país às companhias de aviação comunitárias até Março de 2020, numa resposta à oferta feita em Fevereiro pela Comissão Europeia (CE) às companhias aéreas britânicas, indicaram fontes oficiais.

O próximo dia 29 de Março é a data definida para a saída do Reino Unido do bloco europeu, mas existe uma grande incerteza sobre os termos em que irá ocorrer, porque o acordo negociado entre Londres e Bruxelas foi rejeitado pelo Parlamento britânico.

Espera-se que na próxima terça-feira, 12 de Março, o Governo da primeira-ministra Theresa May submeta à Câmara dos Comuns novamente o acordo, possivelmente com algum apêndice - para evitar uma fronteira entre as duas Irlandas -, para que o documento passe finalmente pelos trâmites parlamentares.

O ministro britânico dos Transportes, Chris Grayling, afirmou que o objectivo do seu Governo é proporcionar "certeza e garantia" ao sector aéreo e aos consumidores, "minimizando a possibilidade de transtornos" nas ligações aéreas.

Cerca de 164 milhões de passageiros viajam anualmente entre o Reino Unido e a UE, pelo que estas medidas ajudarão os passageiros a reservar voos, independentemente do Brexit que ocorrer, de acordo com o Ministério.

Negociado entre Londres e Bruxelas, o tratado estabelece um período de transição até ao final de 2020, quando os dois lados esperam ter chegado a acordo sobre o seu relacionamento comercial futuro.

(PressTUR com Agência Lusa)

 

Clique para mais notícias: Aviação

Clique para mais notícias: Brexit

Clique para mais notícias: Europa

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

APAVT apresenta queixa contra a TAP por uso abusivo de dados de passageiros

18-07-2019 (10h40)

A APAVT formalizou junto da IATA, associação internacional de companhias de aviação, uma queixa contra a TAP por alegada utilização abusiva dos contactos dos passageiros que os agentes de viagens são obrigados a fornecer, noticiou hoje o jornal espanhol "Nexotur".

Ryanair fecha bases aeroportuárias devido atrasos nas entregas de Boieng 737

16-07-2019 (09h11)

A Ryanair anunciou hoje que vai encerrar bases aeroportuárias no Inverno e Verão de 2020 devido aos atrasos nas entregas dos aparelhos Boeing 737 MAX, modelo afectado por dois acidentes.

IAG é o grupo europeu de aviação que mais está a crescer este ano

12-07-2019 (17h18)

O IAG, do qual fazem parte as companhias de aviação British Airways, Iberia, Aer Lingus, Vueling e Level, foi o grupo europeu com maiores aumentos de tráfego medido em RPK e de passageiros no primeiro semestre, sem destronar no entanto Air France KLM em RPK e Lufthansa em número de passageiros.

Aeroportos portugueses lideram na Vinci em número de passageiros e crescimento

12-07-2019 (16h29)

Portugal manteve-se o primeiro mercado da multinacional francesa Vinci Airports no primeiro semestre, com 27,46 milhões de passageiros nos aeroportos sob sua gestão, os quais foram, também os que tiveram o maior aumento de passageiros, com mais 1,84 milhões que há um ano (+7,2%).

Barceló abre hotel em Budapeste na próxima segunda-feira

12-07-2019 (14h18)

O grupo hoteleiro Barceló anunciou que vai abrir um hotel em Budapeste na próxima segunda-feira, dia 15 de Julho, uma unidade hoteleira com 179 quartos, alguns dos quais “com varanda e excelentes vistas sobre a cidade”.

Noticias mais lidas