Procura turística da Grécia permanece “forte” pós vitória do Não no referendo de Domingo

07-07-2015 (17h29)

A procura turística da Grécia permanece “forte” nos maiores emissores europeus, senão mesmo em alta, com a perspectiva de que os preços caiam, de acordo com a imprensa internacional, que cita uma notícia da agência Reuters.



A notícia indica que essas indicações vêm de associações de agências de viagens do Reino Unido, Alemanha e França, que dizem não haver cancelamentos até ao momento e que as reservas são fortes.
No Reino Unido, acrescenta, as reservas de voos para a Grécia em Julho e Agosto aumentaram 14% depois do encerramento dos bancos gregos a 29 de Junho na sequência do default da Grécia em relação ao FMI, refere a notícia, citando o Skyscanner, que indicou ainda ter registado em Junho um aumento em 12% das pesquisas de voos para a Grécia.
Em Espanha acrescenta, as pesquisas de voos para a Grécia aumentaram 20% nos dias 28 de Junho a 5 de Julho.
Na Alemanha, apesar de ser o país mais visado nas críticas gregas às políticas da Troika, a Grécia permanece um destino popular, e a DRV, associação das agências de viagens alemãs, deu conta que as reservas para a Grécia aumentaram fortemente desde Maio.
“Mostra que os alemães não se estão a afastar [da Grécia] pelas manchetes sobre a crise financeira”, indicou a DRV, que este ano vai ter o seu congresso anual em Lisboa.
Um porta-voz do grupo Thomas Cook, citado na notícia, indicou por sua vez não ter havido alteração do nível de reservas da Grécia na sequência dos últimos acontecimentos no país.
O metabuscador Kayak indicou ter registado uma queda dos preços para a Grécia em cerca de 8%, mas o operador francês Heliades garantiu não ter sentido necessidade de avançar com grandes descontos, até porque, segundo adiantou, tem os seus voos e hotéis cheios.
A notícia refere ainda que a vida dos turistas na Grécia continua como habitualmente, salientando que embora a Praça Syntagma tenha voltado a ser palco dos protestos contra a política da troika, em destinos como Kos, Corfu e Rodes prevalece a tranquilidade.
Uma porta-voz da ABTA, associação das agências de viagens britânicas, comentou, aliás, que as estadas turísticas na Grécia são muito “business as usual”, especificando que a associação não teve reclamações de falta escassez de alimentos, remédios ou outros nos resorts.
Ainda assim, mantém-se o conselho de que os turistas que viajem para a Grécia devem levar dinheiro em cash suficiente para a estada e, preferencialmente, em notas de baixo valor, para não terem dificuldades com trocos.
A DRV, por exemplo, deu a indicação que mesmo que a Grécia regresse ao dracma, os euros deverão continuar a ser aceites.

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Escandinava SAS programa voos de cinco cidades da Dinamarca, Noruega e Suécia para Faro

11-10-2018 (13h10)

A companhia de aviação escandinava SAS, membro da Star Alliance como a TAP, tem programado voar para Faro, Algarve, no próximo Verão de Aarhus, na Dinamarca, Gotemburgo, na Suécia, e Oslo, na Noruega.

OMT prevê abrandamento do crescimento do turismo internacional este semestre

11-10-2018 (12h41)

A Organização Mundial do Turismo (OMT) prevê que o crescimento do turismo internacional, que estimou em 6% no primeiro semestre, abrande na segunda metade do ano, embora mantenha a perspectiva de "um forte impulso" este ano.

easyJet cresce 10,2% em 2017/2018, mas fica aquém do que antecipava

08-10-2018 (17h35)

A low cost easyJet transportou 88,45 milhões de passageiros nos 12 meses terminados em Setembro, o que corresponde ao seu exercício 2017/2018, ficando assim aquém da previsão de 90 milhões que tinha avançado em Dezembro de 2017.

Navio de cruzeiros Costa Fortuna volta a navegar no Mediterrâneo após renovação

08-10-2018 (15h07)

A Costa Cruzeiros anunciou que vai investir oito milhões de euros na renovação do Costa Fortuna, que está actualmente na Ásia e que vai voltar a fazer itinerários no Mediterrâneo a partir de Março de 2019.

Grupo Pestana vai abrir cinco hotéis em Lisboa e no Porto e reforçar presença internacional da marca Pestana CR7

02-10-2018 (15h41)

O Pestana Hotel Group (PHG) vai investir 44 milhões de euros na abertura de cinco novos hotéis em Lisboa e Porto, anunciou hoje o administrador responsável pelo desenvolvimento do grupo, José Roquette.