Grupo Ryanair cresce 11,2% no 1º semestre e atinge o total de 72,6 milhões de passageiros

02-07-2019 (15h17)

Foto: Ryanair
Foto: Ryanair

O grupo Ryanair, incluindo a maior low cost europeia e a sua subsidiária austríaca Lauda, indicou hoje que em Junho vendeu 14,2 milhões de lugares de avião, elevando o seu total no semestre para 72,6 milhões, +11,2% ou mais 7,3 milhões que na primeira metade de 2018, com 2,7 milhões decorrentes da integração da Lauda.

Os dados do grupo indicam que a low cost Ryanair, maior companhia de aviação da Europa, teve no semestre 69,9 milhões de passageiros, o que significa um aumento em 7% ou 4,6 milhões.

Essa subida compreendeu aumentos em 6,8% ou 1,9 milhões no primeiro trimestre, em que somou 29,8 milhões, e em 7,2% ou 2,7 milhões no segundo trimestre, que este foi beneficiado pelas alterações da data da Páscoa, somando um total de 40,1 milhões.

A Lauda, que há um ano não ‘consolidava’ com o grupo, por sua vez, teve 2,7 milhões.

A informação da Ryanair indica ainda que as suas companhias venderam, em média, 97% dos lugares que tiveram no mercado, com 97% na low cost irlandesa e 96% na subsidiária austríaca.

Os dados relativos à low cost irlandesa permitem calcular que ficou no semestre com cerca de 3,3 milhões de lugares vazios, -3,4% ou menos cerca de 118 mil que nos primeiros seis meses do ano passado.

Os dados do grupo Ryanair relativos ao mês de Junho indicam um total de 14,2 milhões de passageiros, +13% ou mais 1,6 milhões que no mês homólogo de 2018, pelo aumento em 8% ou um milhão na low cost irlandesa, que somou 13,6 milhões, e a contabilização de 600 mil na Lauda, que o grupo só passou a consolidar a partir de Agosto de 2018.

De acordo com estes dados, a Ryanair, com os 13,6 milhões de passageiros indicados na informação do grupo, atingiu este Junho um novo máximo mensal de passageiros, que estava em 13,5 milhões no mês de Maio e antes disso era de 13,3 milhões em Agosto de 2018.

 

Clique para mais notícias: Ryanair

Clique para mais notícias: Aviação

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Grupo Pestana anuncia novos hotéis em Tânger, Manchester e Lisboa

11-12-2019 (17h28)

O Grupo Pestana anunciou hoje que vai abrir novos hotéis em Tânger, Manchester e Lisboa, que, em conjunto com outros projectos já anunciados, totalizam um investimento de 250 milhões de euros até 2025.

Grupo Air France KLM cresce 3,5% até Novembro

10-12-2019 (16h59)

O grupo Air France KLM, que já foi o líder europeu em tráfego medido em RPK (do inglês para passageiros x quilómetros voados), registou um crescimento médio em 3,5% nos primeiros onze meses deste ano, que lhe permitiu um ganho de taxa de ocupação em 0,5 pontos, atingindo uma média de 88,5%.

‘Lista negra’ da UE inclui companhias aéreas de Angola, São Tomé, Guiné Equatorial e Venezuela

10-12-2019 (16h28)

Companhias de aviação de Angola, São Tomé e Príncipe, Guiné Equatorial e Venezuela constam a ‘lista negra' de 115 transportadoras proibidas de voar para a União Europeia (UE) divulgada em Bruxelas.

Finnair vai fazer mais 37 voos Porto - Helsínquia em 2020

10-12-2019 (13h42)

A companhia de aviação finlandesa Finnair vai voar entre o Porto e Helsínquia em 2020 mais cerca de quatro meses que este ano, o que se traduzirá num aumento de 37 voos face a este ano, o primeiro de operação, que Rita Cascada, da APG, representante da companhia em Portugal, afirmou ao PressTUR ter sido “um êxito”.

América Latina proporciona 47,4% do crescimento de tráfego do IAG até Novembro

09-12-2019 (17h45)

As rotas da América Latina estão a ser de forma cada vez mais clara o ‘motor’ de crescimento do IAG, grupo que integra a British Airways, a Iberia, a Vueling, a Aer Lingus e a Level, tendo valido até Novembro 47,4% do crescimento de tráfego na totalidade das operações.

Noticias mais lidas