Grupo Pestana vai abrir cinco hotéis em Lisboa e no Porto e reforçar presença internacional da marca Pestana CR7

02-10-2018 (15h41)

O Pestana Hotel Group (PHG) vai investir 44 milhões de euros na abertura de cinco novos hotéis em Lisboa e Porto, anunciou hoje o administrador responsável pelo desenvolvimento do grupo, José Roquette.

Num encontro com os jornalistas, em Lisboa, o executivo explicou que na capital irão abrir, no próximo ano, uma unidade de 4-estrelas na Rua Braamcamp, com 90 unidades de alojamento (sendo cerca de 70% suites), e outra, em 2020, junto ao Arco da Rua Augusta, com 89 quartos e classificada com 4-estrelas.

Estas unidades hoteleiras envolvem investimentos de sete milhões de euros cada.

“Faltavam-nos hotéis de 4-estrelas em zonas muito comerciais. Ficamos com mais 200 quartos no centro de Lisboa”, explicou José Roquette, que adiantou ainda tratar-se de unidades que serão incorporadas como “alugueres”.

Em Janeiro, José Roquette tinha admitido que o grupo gostaria de reforçar a presença em Lisboa, mas que – à semelhança do que se têm 'queixado' outros grupos hoteleiros – o imobiliário estava muito caro.

No Porto, o PHG prevê inaugurar, em Novembro, o primeiro City Center & Historical Hotel dedicado à filigrana portuguesa. Esta nova unidade é constituída por 43 quartos, um museu com oficina de filigrana e uma loja.

O Pestana Porto – Goldsmith é um hotel de 4-estrelas, na Avenida dos Aliados, e não implicará investimento, pois ao grupo caberá a gestão desta unidade, cujo investimento é de David Rosas.

O outro projecto no Porto tem abertura prevista para 2019 e trata-se de uma Pousada de Portugal na Rua das Flores, com 87 quartos, num investimento de 14 milhões de euros.

O grupo tem ainda previsto investir 16 milhões de euros num novo hotel na área do Freixo, junto ao rio Douro, com 167 quartos.

“Este é um projecto que o nosso accionista [Dionísio Pestana] sonhou durante muito tempo”, afirmou José Roquette.

Estas cinco unidades nas duas principais cidades do país farão, segundo o responsável, alterar “a dependência do grupo”, que passa a ter uma oferta hoteleira com “mais equilíbrio”.

 

Abertura do Pestana CR7 em Paris adiada para 2023

Em termos de expansão internacional, e tal como tinha sido noticiado em 12 de setembro, o grupo Pestana, em parceria com o futebolista Cristiano Ronaldo, vai abrir em Paris, França, o sexto hotel da marca Pestana CR7, num investimento de 60 milhões de euros.

Esta unidade, que deverá abrir em 2023, e não 2021 como inicialmente avançado (para ler mais clique: Pestana e Cristiano Ronaldo investem 60 milhões de euros em novo hotel em Paris), terá quatro estrelas e contará com 210 quartos, sendo a “que tem maior capacidade até à data. Está localizada na Rive Gauche, próximo do Sena, entre as gares de Austerlitz e Lyon”, segundo o grupo.

“À semelhança das outras cinco unidades hoteleiras da marca Pestana CR7 Lifestyle Hotels, esta é uma parceria de investimento 50-50 entre o Pestana Hotel Group e Cristiano Ronaldo”, na qual a gestão fica a cargo da empresa, pormenorizou o grupo nesse dia.

Uma declaração do futebolista citada no comunicado diz que “faz todo o sentido a marca Pestana CR7 implementar-se em Paris, uma das cidades mais visitadas do mundo”.

“Com esta conquista, rumamos à duplicação do portefólio da marca, com uma expansão maioritariamente internacional que reforça a sua visibilidade global”, afirmou, na altura, José Roquette, Chief Development Officer do Pestana Hotel Group.

A marca Pestana CR7 Lifestyle Hotels conta actualmente com duas unidades, em Lisboa e no Funchal, e tem previstas aberturas em Madrid, Nova Iorque, Marraquexe e Paris, num total de 800 quartos.

José Roquette reafirmou hoje que a aposta do grupo no estrangeiro centrar-se-á, essencialmente, na Europa e Estados Unidos da América.

As prioridades são a “afirmação europeia como cadeia internacional” e “perseguir o sonho americano”, afirmou José Roquette, que assim também enfatiza o ‘afastamento’ do grupo do Brasil, que já foi o seu principal mercado internacional e onde já teve posições de liderança.

Em Janeiro, o responsável já tinha destacado que o grupo tinha “o plano de expansão mais ambicioso de sempre”, de projectos de mais de 200 milhões de euros, mantendo sempre o mesmo foco: diversificação, quer de mercados, de marcas, de controlo de propriedade ou gestão, entre outros.

Actualmente, tem 20 hotéis em fase de desenvolvimento, estando a negociar outros, com dez aberturas previstas para os próximos 18 meses e as outras dez nos dois a três anos seguintes.

“Vamos ter 3.500 novos quartos nos próximos três a cinco anos, ultrapassando os 15.000 quartos”, concluiu.

O PHG tem e gere cerca de 90 unidades em 15 países.

(PressTUR com Agência Lusa)

 

Clique para mais notícias: Pestana Hotel Group

Clique para mais notícias: Pestana CR7

Clique para mais notícias: Hotelaria

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Ryanair vai voar Porto – Brest a partir de Abril

18-12-2018 (15h42)

A Ryanair anunciou que a partir de Abril de 2019 vai voar duas vezes por semana entre o Porto e a cidade francesa de Brest, localizada na região da Bretanha.

Viajar Tours já vende Verão em Creta com voos charter TAP de Lisboa

17-12-2018 (18h55)

O operador turístico Viajar Tours já tem no mercado a sua programação de Verão para Creta, na Grécia, com voos charter contratados à TAP para partir de Lisboa às segundas-feiras de 15 de Julho a 2 de Setembro.

Parlamento britânico marca voto do Brexit para terceira semana de Janeiro

17-12-2018 (18h25)

A votação pelo parlamento britânico do acordo para a saída do Reino Unido da União Europeia vai realizar-se na terceira semana de Janeiro, anunciou hoje a primeira-ministra britânica, Theresa May.

Operador dinamarquês vai ter charters para Portugal com a Jet Time, após falência da Primera Air

14-12-2018 (15h49)

O operador turístico dinamarquês Bravo Tours contratou a companhia aérea Jet Time para fazer as suas operações charter no próximo Verão, incluindo voos para Portugal, que estavam previstas ser realizadas pela Primera Air, que declarou falência em Outubro.

Parlamento britânico vota acordo do Brexit em Janeiro

13-12-2018 (12h49)

O Parlamento britânico marcou para Janeiro a votação do acordo sobre o Brexit que foi negociado entre o Reino Unido e a União Europeia (UE), que esteve marcado para este semana.