França vai cobrar 1,5 a 18 euros de 'ecotaxa' nos voos à saída do país

09-07-2019 (18h54)

Foto: Nils Nedel / Unsplash
Foto: Nils Nedel / Unsplash

O Governo francês vai aplicar, a partir do próximo ano, uma 'ecotaxa' de 1,5 a 18 euros em todos os voos à partida de aeroportos franceses.

Estarão isentos da 'ecotaxa' os voos de ligação e os que tenham como destino a Córsega ou os territórios ultramarinos franceses a partir de aeroportos franceses.

A 'ecotaxa' deverá gerar receitas de 182 milhões de euros a partir do próximo ano, segundo a estimativa do Governo francês, cuja titular dos Transportes, Elisabeth Borne, indicou que serão investidos em infra-estruturas de transportes mais ecológicas, nomeadamente o ferroviário.

A ministra disse ainda que a 'ecotaxa' será aplicada a todas as companhias aéreas e informou que nos voos internos e dentro da União Europeia será de 1,5 euros em classe económica e de nove euros em classe executiva.

Para os voos para fora da União Europeia, a 'ecotaxa' a ser aplicada será de três euros em classe económica e de 18 euros em classe executiva.

A ‘ecotaxa', que só será aplicada em voos à partida de aeroportos franceses, foi decidida hoje durante um segundo Conselho de Defesa Ecológica presidido pelo chefe de Estado francês, Emmanuel Macron.

(PressTUR com Agência Lusa)

 

Clique para mais notícias: Aviação

Clique para mais notícias: Europa

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

easyJet contrata director de operações da Ryanair

19-07-2019 (13h25)

A easyJet contratou o director de operações da Ryanair, Peter Bellew, que vai desempenhar as mesmas funções e integrar o Conselho de Administração, reportando ao presidente executivo, Johan Lundgren.

APAVT apresenta queixa contra a TAP por uso abusivo de dados de passageiros

18-07-2019 (10h40)

A APAVT formalizou junto da IATA, associação internacional de companhias de aviação, uma queixa contra a TAP por alegada utilização abusiva dos contactos dos passageiros que os agentes de viagens são obrigados a fornecer, noticiou hoje o jornal espanhol "Nexotur".

Ryanair fecha bases aeroportuárias devido atrasos nas entregas de Boieng 737

16-07-2019 (09h11)

A Ryanair anunciou hoje que vai encerrar bases aeroportuárias no Inverno e Verão de 2020 devido aos atrasos nas entregas dos aparelhos Boeing 737 MAX, modelo afectado por dois acidentes.

IAG é o grupo europeu de aviação que mais está a crescer este ano

12-07-2019 (17h18)

O IAG, do qual fazem parte as companhias de aviação British Airways, Iberia, Aer Lingus, Vueling e Level, foi o grupo europeu com maiores aumentos de tráfego medido em RPK e de passageiros no primeiro semestre, sem destronar no entanto Air France KLM em RPK e Lufthansa em número de passageiros.

Aeroportos portugueses lideram na Vinci em número de passageiros e crescimento

12-07-2019 (16h29)

Portugal manteve-se o primeiro mercado da multinacional francesa Vinci Airports no primeiro semestre, com 27,46 milhões de passageiros nos aeroportos sob sua gestão, os quais foram, também os que tiveram o maior aumento de passageiros, com mais 1,84 milhões que há um ano (+7,2%).

Noticias mais lidas