Fairbnb apresenta-se ao mercado como a alternativa ética ao Airbnb

30-01-2019 (17h37)

Foto: Fairbnb.coop
Foto: Fairbnb.coop

Disponível a partir da Primavera

O projecto Fairbnb, criado por uma comunidade de cinco cidades europeias, consiste numa plataforma de aluguer de imóveis a curto prazo segundo padrões sustentáveis, que tem inauguração prevista para a Primavera de 2019.

Este projecto para uma "plataforma colaborativa para aluguer de casas com economia colaborativa" foi criado por uma comunidade de Amesterdão, Barcelona, Bolonha, Valência e Veneza. O FairBnb apresenta-se como a versão ética e justa da plataforma Airbnb, surgindo em resposta a problemas como a gentrificação, devido ao aumento do preço do imobiliário e a anfitriões com um número elevado de imóveis disponíveis para arrendar a curto prazo.

Esta plataforma, cujo projecto é gerido colectivamente por oito cidadãos, vai permitir conectar dois indivíduos, anfitrião devidamente legalizado e hóspede, para o aluguer de um imóvel de forma transparente.

Uma das principais decisões a aplicar no FairBnb será a doação de 50% dos lucros ao "bem comum", através de contribuiçõe para projectos sociais. A selecção do projecto fica a cargo do utilizador, que o selecciona a partir de uma lista.

Outra das decisões de destaque é o limite de um único imóvel por anfitrião.

A plataforma de alguer de imóveis vai estar disponível a partir da próxima Primavera nas cidades de Amesterdão, Barcelona, Bolonha, Valência e Veneza.

O site FairBnb está online desde Janeiro, e encontra-se em processo de atrair anfitriões para a sua plataforma. O site está disponível em sete línguas, incluindo o português.

Para saber mais sobre o projecto FairBnb clique aqui.

Clique para ver mais: Europa

Clique para ver mais: Hotelaria

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Norwegian Air suspende seis rotas entre Irlanda e América do Norte

16-08-2019 (10h22)

A Norwegian Air, considerada pioneira dos voos transatlânticos low cost, anunciou o cancelamento de seis rotas entre a Irlanda e a América do Norte, justificando a decisão com a suspensão de voos em Boeing 737 MAX, modelo afectado por dois acidentes fatais.

Aigle Azur quer vender operação para Portugal à low cost espanhola Vueling

12-08-2019 (14h39)

A companhia francesa Aigle Azur, que tem como accionistas maioritários o grupo chinês HNA e o accionista de referência da TAP e da Azul, David Neeleman, procura vender a sua operação em Orly para Porto, Faro e Funchal como forma de obter liquidez para se manter a voar, segundo a imprensa francesa.

Associação de pilotos europeus critica Ryanair por segundo Verão consecutivo de instabilidade laboral

09-08-2019 (12h41)

A Associação Europeia de Cockpit (ECA), que representa 40 mil pilotos europeus, criticou hoje a instabilidade laboral na companhia aérea Ryanair, situação que se repete pelo segundo Verão consecutivo e “pelos mesmos motivos”.

Ryanair enfrenta greves também no Reino Unido e Espanha

08-08-2019 (16h42)

A low cost Ryanair, cujos tripulantes de cabina em Portugal têm marcada greve este mês, de dia 21 a dia 25, terá quase em simultâneo uma greve de pilotos no Reino Unido e também já tem ameaças de greves de tripulantes de cabina em Espanha.

Crash informático provoca cancelamento de mais de uma centena de voos da British Airways

07-08-2019 (16h09)

A British Airways, maior companhia de aviação do IAG, teve que cancelar hoje mais de uma centena de voos, afectando milhares de viajantes nos aeroportos de Londres Heathrow, maior da Europa, e Gatwick, um dos maiores, devido ao colapso do seus sistema informático.

Noticias mais lidas