easyJet queixa-se que teve 1.263 voos cancelados em Junho

05-07-2018 (12h15)

Foto: easyJet
Foto: easyJet

A companhia de aviação easyJet, que em Portugal tem voos de/para Lisboa, Porto, Faro e Funchal, informou hoje que em Junho teve 1.263 voos cancelados, cerca de 900 dos quais por acções grevistas em França e Itália.

A low cost acrescenta que outros 150 foram devidos a restrições de controlo de tráfego aéreo e condições climatéricas adversas.

A informação da easyJet especifica que os 1.263 cancelamentos equivalem a 2,7% da operação que tinha programada e comparam com 213 em Junho de 2017.

A easyJet é uma das companhias que está a realçar os impactos adversos na sua operação principalmente devido a problemas com controlo de tráfego aéreo.

Já na informação relativa à sua operação em Maio a easyJet salientara que teve que cancelar 8,3 vezes mais voos que no mês homólogo de 2017, por greves de controlo de tráfego aéreo e condições climatéricas adversas (para ler mais clique: easyJet ‘desacelera’ em Maio com cancelamentos em forte alta).

Já esta semana, ao divulgar a evolução da sua operação em Junho, a low cost Ryanair chamou a atenção para um forte aumento dos cancelamentos, indicando, que passaram de 41 em Junho de 2017 para 1.100 em Junho deste ano, afectando mais de 210 mil passageiros (para ler mais clique: Ryanair transporta mais quatro milhões no primeiro semestre).

 

Clique para mais notícias: easyJet

Clique para mais notícias: Aviação

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Ryanair diz que mais de 90% dos 50 mil passageiros com voos cancelados já têm alternativas

20-07-2018 (16h34)

A Ryanair revelou hoje que mais de 90% dos 50 mil passageiros com voos cancelados na próxima quarta e quinta-feira, dias de greve de tripulantes de cabina em Portugal, Espanha e Bélgica, já remarcaram os seus voos ou pediram reembolso.

Air Nostrum e CityJet juntam-se para criar “maior grupo europeu de companhias aéreas regionais”

19-07-2018 (12h24)

A Air Nostrum e a CityJet assinaram um acordo para criar o que dizem ser o “maior grupo europeu de companhias aéreas regionais”, com uma frota de cerca de uma centena de aviões e receitas anuais de aproximadamente 700 milhões de euros.

Aigle Azur já vende voos Paris - Pequim

19-07-2018 (11h36)

A companhia de aviação francesa Aigle Azur, detida maioritariamente pelo grupo chinês HNA e por David Neeleman, também accionista da TAP, já tem à venda os seus voos Paris Orly - Pequim, para os quais também propõe conexões para o Brasil, designadamente nos seus voos para Viracopos, Campinas, São Paulo.

easyJet recebe o seu primeiro A321neo

18-07-2018 (18h31)

A companhia aérea easyJet anunciou que recebeu hoje o seu primeiro A321neo, de 235 lugares, o maior avião da sua frota.

Ryanair explica acções que está a tomar face às greves que enfrenta para a semana

18-07-2018 (18h21)

A low cost Ryanair garantiu hoje que nenhum tripulante de cabina que adira às greves convocadas para a próxima semana em Portugal, Espanha e Bélgica será punido e garantiu que as acções que está a tomar são para "minimizar a disrupção junto dos nossos clientes".