easyJet cresce 10,2% em 2017/2018, mas fica aquém do que antecipava

08-10-2018 (17h35)

Foto: easyJet
Foto: easyJet

A low cost easyJet transportou 88,45 milhões de passageiros nos 12 meses terminados em Setembro, o que corresponde ao seu exercício 2017/2018, ficando assim aquém da previsão de 90 milhões que tinha avançado em Dezembro de 2017.

A informação consta do balanço da companhia relativo ao tráfego no mês de Setembro e indica que esse total de 88,45 milhões inclui a operação em Berlim Tegel, iniciada a 5 de Janeiro com a compra de activos da falida Air Berlin, com a qual teve um aumento de passageiros no exercício em 10,2% ou 8,2 milhões, também neste caso menos do que tinha antecipado e que era um aumento de dez milhões.

A informação relativa ao mês de Setembro indica que com Berlim Tegel somou 8,8 milhões de passageiros, +14,2% ou mais 1,1 milhões que no mês homólogo de 2017, em que ainda não contava com o reforço no mercado alemão.

Porém, esse aumento não foi suficiente para a easyJet manter sequer a percentagem de lugares vendidos, que segundo informou foi este Setembro de 92,8%, quando há um ano tinha sido de 93,6%.

Ainda assim, no conjunto dos primeiros nove meses deste ano a easyJet está com uma melhoria da percentagem de lugares vendidos de aproximadamente 0,6 pontos, atingindo 93,9%, com um aumento de passageiros em 5,7% ou 3,56 milhões em relação aos primeiros nove meses de 2017.

O maior impulso para esse crescimento veio dos três meses do Verão, nos quais teve um aumento de passageiros em 8% ou 1,92 milhões, para 26,037 milhões, para o qual contou principalmente Setembro (mais 1,0,9 milhões), o mês em que passou a incluir os dados relativos a Berlim Tegel.

 

Para ler mais clique:

easyJet prevê aumento de dez milhões de passageiros em 2018 e chegar a 90 milhões

easyJet compra parte da operação da falida Air Berlin em Berlim Tegel por 40 milhões

 

Clique para mais notícias: easyJet

Clique para mais notícias: Aviação

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Lucro da Finnair baixa 11% para 150,7 milhões de euros em 2018

15-02-2019 (14h37)

A Finnair, que voa de Helsínquia para Lisboa e tem programado voar também para o Porto, obteve um lucro líquido de 150,7 milhões de euros em 2018, menos 11% do que no ano anterior, apesar de um aumento da facturação.

easyJet confirma negociações sobre Alitalia

14-02-2019 (17h13)

A low cost easyJet confirmou hoje estar em conversações com a norte-americana Delta Air Lines e com a Ferrovie dello Stato Italiane na perspectiva de formação de um consórcio para “explorar opções para as operações futuras da Alitalia”.

Ryanair lança programa para passageiros frequentes

14-02-2019 (12h01)

A Ryanair lançou um programa para passageiros frequentes, um produto comum nas chamadas companhias tradicionais, mas invulgar nas low cost, e que terá um custo de 199 euros por ano, garantindo ao passageiro escolha gratuita do lugar a bordo, acesso ao ‘fast track’ nos aeroportos e embarque prioritário.

Solférias espera continuar a crescer em vendas para a Disneyland Paris, Cláudia Caratão

13-02-2019 (22h34)

A Solférias começou o ano com um volume de vendas para a Disneyland Paris “bastante superior” ao registado no período homólogo do ano passado e prevê fechar o ano com crescimento face a 2018, apesar da entrada ‘em jogo’ de um novo concorrente, disse ao PressTUR a directora de produto e contratação do operador turístico, Cláudia Caratão.

TAP cancelou 2 de 3 voos para Bruxelas devido à greve geral na Bélgica hoje

13-02-2019 (11h02)

A TAP cancelou dois voos dos três diários que opera entre Lisboa e Bruxelas, devido à greve geral agendada para hoje, quarta-feira, na Bélgica, disse fonte oficial da companhia aérea à Lusa.