easyJet cresce 10,2% em 2017/2018, mas fica aquém do que antecipava

08-10-2018 (17h35)

Foto: easyJet
Foto: easyJet

A low cost easyJet transportou 88,45 milhões de passageiros nos 12 meses terminados em Setembro, o que corresponde ao seu exercício 2017/2018, ficando assim aquém da previsão de 90 milhões que tinha avançado em Dezembro de 2017.

A informação consta do balanço da companhia relativo ao tráfego no mês de Setembro e indica que esse total de 88,45 milhões inclui a operação em Berlim Tegel, iniciada a 5 de Janeiro com a compra de activos da falida Air Berlin, com a qual teve um aumento de passageiros no exercício em 10,2% ou 8,2 milhões, também neste caso menos do que tinha antecipado e que era um aumento de dez milhões.

A informação relativa ao mês de Setembro indica que com Berlim Tegel somou 8,8 milhões de passageiros, +14,2% ou mais 1,1 milhões que no mês homólogo de 2017, em que ainda não contava com o reforço no mercado alemão.

Porém, esse aumento não foi suficiente para a easyJet manter sequer a percentagem de lugares vendidos, que segundo informou foi este Setembro de 92,8%, quando há um ano tinha sido de 93,6%.

Ainda assim, no conjunto dos primeiros nove meses deste ano a easyJet está com uma melhoria da percentagem de lugares vendidos de aproximadamente 0,6 pontos, atingindo 93,9%, com um aumento de passageiros em 5,7% ou 3,56 milhões em relação aos primeiros nove meses de 2017.

O maior impulso para esse crescimento veio dos três meses do Verão, nos quais teve um aumento de passageiros em 8% ou 1,92 milhões, para 26,037 milhões, para o qual contou principalmente Setembro (mais 1,0,9 milhões), o mês em que passou a incluir os dados relativos a Berlim Tegel.

 

Para ler mais clique:

easyJet prevê aumento de dez milhões de passageiros em 2018 e chegar a 90 milhões

easyJet compra parte da operação da falida Air Berlin em Berlim Tegel por 40 milhões

 

Clique para mais notícias: easyJet

Clique para mais notícias: Aviação

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Operador dinamarquês vai ter charters para Portugal com a Jet Time, após falência da Primera Air

14-12-2018 (15h49)

O operador turístico dinamarquês Bravo Tours contratou a companhia aérea Jet Time para fazer as suas operações charter no próximo Verão, incluindo voos para Portugal, que estavam previstas ser realizadas pela Primera Air, que declarou falência em Outubro.

Parlamento britânico vota acordo do Brexit em Janeiro

13-12-2018 (12h49)

O Parlamento britânico marcou para Janeiro a votação do acordo sobre o Brexit que foi negociado entre o Reino Unido e a União Europeia (UE), que esteve marcado para este semana.

Parques Reunidos compra maior parque aquático coberto do mundo por 226 milhões de euros

12-12-2018 (16h44)

O grupo espanhol Parques Reunidos assinou um acordo com a Tanjong para comprar o maior parque aquático coberto do mundo, o Tropical Islands, localizado na Alemanha, por 226 milhões de euros.

Ryanair ‘folga’ no dia de Natal

12-12-2018 (16h04)

A low cost Ryanair indicou hoje que não terá voos entre as 17h55 da véspera de Natal, hora a que prevê a última aterragem, e o dia 26, salientando que o 25 de Dezembro é “o único dia do ano em que a Ryanair não opera”.

Grupo Lufthansa transportou até Novembro mais passageiros que em todo o ano de 2017

11-12-2018 (16h46)

As companhias do grupo Lufthansa transportaram 132,4 milhões de passageiros nos primeiros onze meses deste ano, já tendo ultrapassado assim o total do ano de 2017, porque ultrapassou em muito o total do ano passado na Eurowings, incluindo Brussels.