Air Transat já tem o primeiro de 15 novos Airbus A321neo LR

07-05-2019 (13h26)

A companhia de aviação canadiana Air Transat, que tem voos para Lisboa e Porto, anunciou ter já recebido o primeiro de 15 A321neo LR, o novo avião de corredor único que permite voos de longo curso e que também é uma aposta da TAP.

A companhia indicou que tem previsto receber mais um A321neoLR em Junho e mais quatro no Outono, especificando que se trata de um “contrato com a AerCap para a utilização a longo prazo de 15 aviões Airbus A321neoLR”, cuja recepção irá decorrer até 2022.

“A chegada desta nova geração de aviões é muito importante para a nossa empresa e para os nossos passageiros por muitas razões”, diz uma declaração da directora Operacional da Transat, Annick Guérard, citada em comunicado da companhia sobre a recepção do primeiro A321neo LR.

O Airbus A321neo LR “confirma a nossa posição como líderes do turismo sustentável, proporcionando aos nossos passageiros uma experiência de voo de qualidade superior”, acrescenta a executiva, que diz ainda que “além disso, o longo alcance do avião optimizará as operações nos nossos mercados principais, designadamente os nossos destinos na Europa, Caraíbas e América Central e do Sul!”.

O comunicado da Air Transat afirma que o A321neoLR “está em perfeita sintonia” com as suas preocupações de turismo sustentável, pelos baixos consumo de combustível e emissões de gases com efeito de estufa e que relativamente à geração anterior de aviões Airbus “tem um consumo de combustível inferior em mais de 15%, reduz o ruído na cabina e nas comunidades em 50%, produz cerca de 5000 toneladas a menos de CO2 por ano e reduz as emissões de NOX, que contribuem para a formação de poluição e chuvas ácidas, em 50%”.

A companhia canadiana afirma ainda que “os passageiros entrarão numa cabina completamente redesenhada, em que o conforto é fundamental” e garante que em parceria com a Airbus analisou “cada detalhe do interior da cabina para garantir a melhor experiência de voo possível”.

A informação da Air Transat avança que a sua Classe Club, “com uma cabina exclusiva e serviço personalizado”, terá uma nova imagem, especificando que “os 12 assentos azuis escuros em pele natural, com ecrãs tácteis individuais maiores, são ainda mais ergonómicos e têm um apoio para pernas, proporcionando o máximo conforto”.

A classe económica, por sua vez, terá 187 assentos azuis claros em pele natural e “são mais largos do que os de gerações anteriores do Airbus, proporcionando aos passageiros mais espaço pessoal”.

A Air Transat acrescenta que esses lugares “estão equipados com um sistema de entretenimento de última geração, com ecrãs tácteis individuais maiores e portas USB para carregar dispositivos electrónicos”.

 

Clique para mais notícias: Air Transat

Clique para mais notícias: Aviação

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Espanha e Reino Unido reforçam atracção de gastos turísticos dos portugueses

22-08-2019 (14h31)

Espanha e Reino Unido foram os dois destinos que no primeiro semestre mais aumentaram as respectivas participações nos gastos turísticos dos portugueses, atingindo respectivamente 30,1% e 10,1%.

Tráfego aéreo de/para Portugal cresce acima da média da UE no 1º semestre

21-08-2019 (15h29)

Portugal foi um dos países cujos aeroportos tiveram aumentos de passageiros no primeiro semestre “bem acima da média da União Europeia”, informou o ACI Europe, associação que conta com mais de 500 aeroportos em 45 países europeus, que em 2018 somaram mais de 2,3 mil milhões de passageiros.

Norwegian Air suspende seis rotas entre Irlanda e América do Norte

16-08-2019 (10h22)

A Norwegian Air, considerada pioneira dos voos transatlânticos low cost, anunciou o cancelamento de seis rotas entre a Irlanda e a América do Norte, justificando a decisão com a suspensão de voos em Boeing 737 MAX, modelo afectado por dois acidentes fatais.

Aigle Azur quer vender operação para Portugal à low cost espanhola Vueling

12-08-2019 (14h39)

A companhia francesa Aigle Azur, que tem como accionistas maioritários o grupo chinês HNA e o accionista de referência da TAP e da Azul, David Neeleman, procura vender a sua operação em Orly para Porto, Faro e Funchal como forma de obter liquidez para se manter a voar, segundo a imprensa francesa.

Associação de pilotos europeus critica Ryanair por segundo Verão consecutivo de instabilidade laboral

09-08-2019 (12h41)

A Associação Europeia de Cockpit (ECA), que representa 40 mil pilotos europeus, criticou hoje a instabilidade laboral na companhia aérea Ryanair, situação que se repete pelo segundo Verão consecutivo e “pelos mesmos motivos”.

Noticias mais lidas