Aigle Azur quer vender operação para Portugal à low cost espanhola Vueling

12-08-2019 (14h39)

Foto: Aigle Azur
Foto: Aigle Azur

A companhia francesa Aigle Azur, que tem como accionistas maioritários o grupo chinês HNA e o accionista de referência da TAP e da Azul, David Neeleman, procura vender a sua operação em Orly para Porto, Faro e Funchal como forma de obter liquidez para se manter a voar, segundo a imprensa francesa.

“Aigle Azur quer vender os seus voos para Portugal à Vueling para ter um balão de oxigénio”, noticiou o jornal “La tribune”, que acrescenta que a companhia francesa pretende obter pelo menos 20 milhões de euros e que o negócio, incluindo a transferência de voos para o Aeroporto de Charles de Gaulle, já foi apresentado aos representantes dos trabalhadores.

A notícia sustenta que a Aigle Azur foi abandonada pelos seus accionistas, o HNA e David Neeleman, que teriam “grande parte” da estratégia de longo curso, “abandonaram” a companhia, que assim se vê na contingência de ter que procurar soluções para se manter em actividade.

A notícia diz que a Aigle azur apresentou na semana passada aos representantes dos trabalhadores uma nova organização empresarial, que passa pela criação de uma empresa operadora dos seus voos entre Paris Orly e o aeroportos portugueses do Porto, Faro e Funchal (a empresa ‘já deixou para a TAP’ as ligações com Lisboa), a qual seria depois vendida à Vueling por 15 milhões a 30 milhões, segundo “um conhecedor do dossier”.

A notícia do “La Tribune” acrescenta que o interesse da Vueling será também “recuperar 40% dos 9.850 slots” detidos pela Aigle Azur em Orly, um aeroporto onde são escassos.

O plano, acrescenta a notícia, prevê que a Aigle Azur manterá em Orly apenas uma parte dos seus voos para a Argélia  os voos para a Europa de Leste e desviará para Charles de Gaulle os restantes voos para a Argélia, bem como a ligação com o Mali, que é a única rota de longo curso que se mantém, depois de ter interrompido Pequim e São Paulo (para ler mais clique: Aigle Azur deixa de voar entre Paris Orly e Viracopos/Campinas).

 

Clique para mais notícias: Aigle Azur

Clique para mais notícias: Aviação

Clique para mais notícias: Portugal

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Accor vende metade da sua participação na Huazhu por 451 milhões de dólares

09-12-2019 (12h31)

A Accor assinou um acordo para vender metade da sua participação no Huazhu Group Limited, anteriormente conhecido por China Lodging, por 451 milhões de dólares, cerca de 408 milhões de euros.

Centenas de voos cancelados hoje em França devido a greve geral

05-12-2019 (15h28)

A greve geral em França contra o projecto de revisão do sistema de reformas provocou o cancelamento de centenas de voos hoje. Um sindicato de controladores de tráfego aéreo que se juntou a esta greve vai continuar o protesto até Domingo, dia 8.

Ryanair encerra duas bases e reduz capacidade noutras devido a atrasos na entrega de aviões Boeing

04-12-2019 (15h56)

A Ryanair anunciou que no próximo Verão vai encerrar as suas bases de Nuremberga, Alemanha, e Skavsta, Suécia, e reduzir a capacidade noutras devido aos atrasos na entrega de aviões Boeing 737 MAX, modelo imobilizado devido a dois acidentes que provocaram 346 mortos em Março.

Transavia vai voar de Montpellier para Lisboa e Faro no próximo Verão

02-12-2019 (16h54)

A companhia de aviação Transavia, do grupo Air France KLM, vai voar da cidade francesa de Montpellier para Lisboa e Faro a partir de Abril 2020.

easyJet já tem activo o novo operador easyJet Holidays

29-11-2019 (15h30)

A low cost easyJet, com um longo historial de minimização dos operadores turísticos, incluindo várias tentativas de vender hotéis no seu website em parceria com ‘bancos de camas’, acaba de lançar o seu próprio operador, a easyJet Holidays, que até se fez membro da associação britânica de agências de viagens ABTA.

Noticias mais lidas