Aigle Azur quer vender operação para Portugal à low cost espanhola Vueling

12-08-2019 (14h39)

Foto: Aigle Azur
Foto: Aigle Azur

A companhia francesa Aigle Azur, que tem como accionistas maioritários o grupo chinês HNA e o accionista de referência da TAP e da Azul, David Neeleman, procura vender a sua operação em Orly para Porto, Faro e Funchal como forma de obter liquidez para se manter a voar, segundo a imprensa francesa.

“Aigle Azur quer vender os seus voos para Portugal à Vueling para ter um balão de oxigénio”, noticiou o jornal “La tribune”, que acrescenta que a companhia francesa pretende obter pelo menos 20 milhões de euros e que o negócio, incluindo a transferência de voos para o Aeroporto de Charles de Gaulle, já foi apresentado aos representantes dos trabalhadores.

A notícia sustenta que a Aigle Azur foi abandonada pelos seus accionistas, o HNA e David Neeleman, que teriam “grande parte” da estratégia de longo curso, “abandonaram” a companhia, que assim se vê na contingência de ter que procurar soluções para se manter em actividade.

A notícia diz que a Aigle azur apresentou na semana passada aos representantes dos trabalhadores uma nova organização empresarial, que passa pela criação de uma empresa operadora dos seus voos entre Paris Orly e o aeroportos portugueses do Porto, Faro e Funchal (a empresa ‘já deixou para a TAP’ as ligações com Lisboa), a qual seria depois vendida à Vueling por 15 milhões a 30 milhões, segundo “um conhecedor do dossier”.

A notícia do “La Tribune” acrescenta que o interesse da Vueling será também “recuperar 40% dos 9.850 slots” detidos pela Aigle Azur em Orly, um aeroporto onde são escassos.

O plano, acrescenta a notícia, prevê que a Aigle Azur manterá em Orly apenas uma parte dos seus voos para a Argélia  os voos para a Europa de Leste e desviará para Charles de Gaulle os restantes voos para a Argélia, bem como a ligação com o Mali, que é a única rota de longo curso que se mantém, depois de ter interrompido Pequim e São Paulo (para ler mais clique: Aigle Azur deixa de voar entre Paris Orly e Viracopos/Campinas).

 

Clique para mais notícias: Aigle Azur

Clique para mais notícias: Aviação

Clique para mais notícias: Portugal

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Norwegian Air suspende seis rotas entre Irlanda e América do Norte

16-08-2019 (10h22)

A Norwegian Air, considerada pioneira dos voos transatlânticos low cost, anunciou o cancelamento de seis rotas entre a Irlanda e a América do Norte, justificando a decisão com a suspensão de voos em Boeing 737 MAX, modelo afectado por dois acidentes fatais.

Associação de pilotos europeus critica Ryanair por segundo Verão consecutivo de instabilidade laboral

09-08-2019 (12h41)

A Associação Europeia de Cockpit (ECA), que representa 40 mil pilotos europeus, criticou hoje a instabilidade laboral na companhia aérea Ryanair, situação que se repete pelo segundo Verão consecutivo e “pelos mesmos motivos”.

Ryanair enfrenta greves também no Reino Unido e Espanha

08-08-2019 (16h42)

A low cost Ryanair, cujos tripulantes de cabina em Portugal têm marcada greve este mês, de dia 21 a dia 25, terá quase em simultâneo uma greve de pilotos no Reino Unido e também já tem ameaças de greves de tripulantes de cabina em Espanha.

Crash informático provoca cancelamento de mais de uma centena de voos da British Airways

07-08-2019 (16h09)

A British Airways, maior companhia de aviação do IAG, teve que cancelar hoje mais de uma centena de voos, afectando milhares de viajantes nos aeroportos de Londres Heathrow, maior da Europa, e Gatwick, um dos maiores, devido ao colapso do seus sistema informático.

Insolvência das britânicas Late Rooms e Super Break afecta mais de 50 mil viajantes

06-08-2019 (15h46)

As empresas britânicas Late Rooms e Super Break, do Malvern Group, declararam insolvência, o que deverá afectar mais de 50 mil clientes, a maior parte deles ainda com viagens por iniciar.

Noticias mais lidas