Aeroporto de Lisboa volta ao Top5 de crescimento dos aeroportos europeus

23-01-2018 (12h20)

O Aeroporto de Lisboa manteve ainda em Novembro um dos melhores desempenhos de toda a Europa, atingindo o Top5 de crescimento elaborado pela ACI Europa, associação dos aeroportos europeus.

Segundo o ACI, que elabora os Top5 de crescimento por variação relativa e dimensão dos aeroportos, Lisboa, com um aumento de passageiros em 17,3%, teve em Novembro o 3º crescimento mais forte do grupo 2, dos aeroportos com dez milhões a 25 milhões de passageiros por ano.

O nº 1 do grupo foi Ancara, com +32%, seguido por Telavive, com +17,4%, e, depois de Lisboa, Budapeste, com +16,9%, e Praga, com +15,1%.

O desempenho do Aeroporto de Lisboa contrasta com o anúncio do esgotamento de capacidade e alimenta a percepção de que teria condições para crescer ainda mais caso não tivesse problemas de gestão da capacidade.

A informação divulgada pelo ACI Europa acerca do desempenho dos aeroportos europeus em Novembro indica que o aumento médio de passageiros foi de 7,9%, “quase exactamente o mesmo ritmo que em Outubro (7,8%)”, com +7,3% nos aeroportos do Grupo 1, dos que têm mais de 25 milhões de passageiros por ano, +6,9% no Grupo 2, onde inclui Lisboa, +9,5% no Grupo 3, dos que têm entre cinco milhões e dez milhões de passageiros por ano, onde inclui o Porto (+10,8%) e Faro (+0,6%), e +10,5% no Grupo 4, do que têm menos de cinco milhões de passageiros por ano, onde inclui Funchal (+6%) e Ponta Delgada (+3,2%).

Lisboa, com 2,02 milhões de passageiros, foi o 20º maior aeroporto europeu em Novembro e 2º maior do Grupo 2, atrás apenas de Estocolmo, o Porto, com 769,9 mil foi o 50º da Europa e 1º do Grupo 3, Faro, com 293,3 mil, foi 101º, o Funchal, com 219,8 mil, foi 112º, e Ponta Delgada, com 104,2 mil, foi 147º.

Londres Heathrow manteve-se o aeroporto nº1 na Europa, com 5,92 milhões de passageiros, seguido por Amesterdão Schiphol, com 5,18 milhões, Paris Charles de Gaulle, com 5,15 milhões, Istambul Ataturk, com 5,089 milhões, e Frankfurt, com cinco milhões.

Depois estiveram Madrid Barajas, com 4,19 milhões, Munique, com 3,33 milhões, Barcelona, com 3,19 milhões, Moscovo Sheremetyevo, com 3,12 milhões, e Londres Gatwick, com 2,89 milhões.

Entre os grandes aeroportos (Grupo 1), o que teve o crescimento mais forte em Novembro foi Frankfurt, com +21,1%, seguido por Palma de Maiorcva, com +16,4%, Moscovo Sheremetyevo, com +16,4%, Istambul Ataturk, com +15%, e Istambul Sabiha Gokçen, com +10,7%.

No Grupo de Porto e Faro, Nápoles liderou em taxa d crescimento, com +49,8%, seguido por Heraklion, com +47,2%, Valência, com +26,1%, Palermo, com +25,5%, e Keflavik, com +19,8%.

No grupo dos mais pequenos aeroportos europeus, entre os quais Funchal e Ponta Delgada, os crescimentos mais fortes ocorreram em Grenoble, com +144,7%, Varna, com +89,7%, Kos, com +72,8%, Batumi, com +69,4%, e Craiova, com +54,8%.

A informação por países indica que o aumento médio de passageiros nos aeroportos portugueses incluídos nas estatísticas da ACI foi de 12,9%, que compara com aumentos médios em 6,8% em aeroportos de países da União Europeia e 11,6% em países terceiros.

 

Clique para mais notícias: Aeroportos europeus

Clique para mais notícias: Aeroportos portugueses

Clique para mais notícias: Aviação

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Comissão Europeia autoriza TUI a comprar divisão de Destination Management da Hotelbeds

19-06-2018 (14h02)

A Comissão Europeia autorizou a TUI a comprar a divisão de Destination Management do Grupo Hotelbeds, que integra as marcas Destination Services, Intercruises e Pacific World, por 110 milhões de euros.

Air Canada já voa entre Lisboa e Montreal

18-06-2018 (08h51)

A Air Canada Rouge, do grupo Air Canada, membro da Star Alliance, como a TAP, já inaugurou a sua rota sazonal entre Lisboa e Montreal, com três voos por semana em Boeing 767-300, até 27 de Outubro.

Transavia vai reforçar em 10% capacidade em ligações de e para Portugal

18-06-2018 (08h38)

A companhia aérea Transavia transportou perto de um milhão de passageiros de Janeiro a Maio em Portugal, que descreve com "um mercado muito dinâmico e estratégico", e onde vai reforçar a capacidade em 10% este ano.

Controlo de tráfego aéreo na Europa está a “atingir um ponto de colapso”, CEO da Ryanair

14-06-2018 (16h46)

O CEO da Ryanair, Michael O’Leary, reclamou hoje a intervenção dos governos e da Comissão Europeia no controlo de tráfego aéreo (ATC, do inglês) que, segundo afirma, está “a atingir um ponto de colapso, com centenas de voos cancelados diariamente simplesmente por falta de pessoal para geri-los”.

TAP e airBaltic fazem acordo de code-share para voos de Lisboa e Riga

14-06-2018 (14h42)

A TAP e a Air Baltic vão partilhar os voos de 16 rotas da portuguesa para Lisboa, incluindo Porto, Faro e Funchal, e 13 da companhia da Letónia para Riga.