Ryanair enfrenta greves também no Reino Unido e Espanha

08-08-2019 (16h42)

Foto: Ryanair
Foto: Ryanair

A low cost Ryanair, cujos tripulantes de cabina em Portugal têm marcada greve este mês, de dia 21 a dia 25, terá quase em simultâneo uma greve de pilotos no Reino Unido e também já tem ameaças de greves de tripulantes de cabina em Espanha.

No Reino Unido, o sindicato de pilotos BALPA já convocou dois períodos de greve, um deles este mês, nos dias 22 e 23, e o outro em Setembro, nos dias 2 a 4.

O BALPA marcou as greves em protesto contra uma alegada recusa da Ryanair em negociar.

A low cost tem argumentado que a convocação da greve é suportada por menos de 30% dos pilotos da companhia, o que o BALPA desmente, contrapondo a convocação da greve foi aprovada com 80% de votos a favor numa votação em que participaram 72% dos pilotos.

Em Espanha o que está em causa é um protesto contra a intenção da Ryanair de encerrar as bases de Las Palmas e Tenerife a 8 de Janeiro e o possível encerramento de Girona, que foi uma das ‘estrelas’ da low cost, antes de esta se instalar em Barcelona El Prat, principal aeroporto da Catalunha.

Os sindicatos acusam a Ryanair de “comportamento abusivo” e consideram “injustificável” o encerramento de bases por parte de uma companhia que tem aumentado  sucessivamente os lucros.

As notícias da imprensa espanhola evidenciam que também em Espanha, como em Portugal, em relação à base de Faro, foi no âmbito de conversações com sindicatos que um quadro da Ryanair ‘deixou cair a bomba’ do próximo encerramento de bases (clique para ler: SNPVAC anuncia que Ryanair comunicou hoje que encerra base em Faro a partir de Janeiro).

 

Clique para mais notícias: Ryanair

Clique para mais notícias: Aviação

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Hotelaria espanhola penalizada por queda da estada média da maioria dos emissores

24-01-2020 (17h44)

A hotelaria espanhola alojou em 2019 mais 1,77 milhões de turistas residentes no estrangeiro, mas teve apenas mais 151,7 mil dormidas desses mercados, pela queda da estada média em 3,1%, concluiu o PressTUR dos dados publicados pelo INE espanhol.

Dormidas de portugueses na hotelaria espanhola aumentaram 8,1% em 2019 e atingiram 4,32 milhões

24-01-2020 (16h06)

Os hotéis espanhóis tiveram alojados em 2019 um total de 1,64 milhões de turistas residentes em Portugal, que fizeram 4,32 milhões de dormidas, de acordo com os dados do INE espanhol que indicam subidas em 8,6% do número de hóspedes portugueses e de 8,1% das suas pernoitas.

Wamos Air quer captar mais portugueses para os seus voos

23-01-2020 (10h48)

A Wamos Air assina esta quinta-feira um acordo para formalizar a sua representação em Portugal pela ATR, disse ao PressTUR David Blázquez, commercial routes manager, que assume o objectivo de captar mais passageiros no mercado português.

Portugal é destino de 20% das vendas da Tourmundial para a Península Ibérica

23-01-2020 (10h47)

Luis Ortiz de Vallejuelo, director Comercial da Tourmundial, disse ao PressTUR que Portugal “é um produto muito importante”, com um peso de cerca de 20% nas vendas do operador turístico para a Península Ibérica.

Portugal cresce nas vendas da Meliá num ano “extremamente complicado”, Gabriel Escarrer

23-01-2020 (10h45)

Portugal foi um dos mercados que cresceu nas contas da rede hoteleira espanhola Meliá em 2019, um ano “extremamente complicado” por diversos factores, afirmou Gabriel Escarrer Jaume, vice-presidente executivo.

Noticias mais lidas