Quebra de dormidas de alemães na hotelaria espanhola atinge 1,3 milhões nos primeiros cinco meses

24-06-2019 (15h19)

A Alemanha, segundo maior mercado internacional para a hotelaria espanhola, representando 12,9% dos clientes estrangeiros e 19,1% das suas dormidas nos primeiros cinco meses deste ano, regista no final de Maio uma quebra de 1,3 milhões de dormidas em relação ao período homólogo de 2018, sendo assim a causa principal da quase estagnação dos mercados internacionais neste período.

Dados do INE espanhol indicam que no fim de Maio a hotelaria espanhola está com 72,17 milhões de dormidas de turistas residentes no estrangeiro, que significam um aumento em apenas 0,4% ou cerca de 320,5 mi em relação aos primeiros cinco meses de 2018.

Os dados do Instituto mostram que a causa dessa quase estagnação das pernoitas de turistas estrangeiros está na redução da sua estada média, que teve um decréscimo em 3,6%, para 3,7 noites, com quebras em 5,3% dos turistas residentes na Alemanha, para 5,5 noites, em 1,6% dos residentes em França, para 2,8 noites, em 3,9% dos residentes nos Países Baixos, para quatro noites, e em 2% dos residentes no Reino Unido, seu maior emissor, para 5,1 noites.

Por mercados, a quase estagnação deve-se às quebras de 1,3 milhões de dormidas de residentes na Alemanha (-8,7%, para 13,758 milhões), de 373,1 mil dormidas de residentes na Suécia (-14,9%, para 2,137 milhões), de 243,3 mil dormidas de residentes nos Países baixos (-7,8%, para 2,857 milhões), de 151,8 mil dormidas de residentes em França (-2,6%, para 5,768 milhões).

A compensar estas quedas esteve principalmente o mercado dos residentes em Espanha, do qual a hotelaria tem no fim de Maio um aumento de 1,2 milhões de dormidas (+3,1%, para 40,3 milhões).

Os mercados internacionais que mais contribuíram para atenuar o impacto das quebras foram os Estados Unidos, com mais 341,2 mil dormidas (+15%, para 2,623 milhões), Itália, com mais 301,6 mil (+10,6%, para 3,138 milhões), Reino Unido, com mais 296,6 mil (+1,7%, para 17,635 milhões), Rússia, com mais 112,4 mil (+12,1%, para 1,04 milhões), Japão, com mais 112,3 mil (+28,1%, para 512 mil), bem como os conjuntos África, com mais 150,5 mil (+23,6%, para 788,6 mil), “Resto do Mundo”, com mais 350,3 mil (+10,1%, para 3,818 milhões) e “América (sem Estados Unidos)”, com mais 296,2 mil (+10,1%, para 3,218 milhões).

De acordo com os dados do INE espanhol, a sua hotelaria teve alojados 38,48 milhões de hóspedes nos primeiros cinco meses deste ano, com um aumento em 3,9% ou 1,447 milhões face ao período homólogo de 2018, resultante de aumentos de 4,2% ou 780 mil turistas residentes no estrangeiro, totalizando 19,319 milhões, e de 3,6% ou 667,1 mil residentes em Espanha, que foram 19,16 milhões.

 

Clique para mais notícias: Hotelaria espanhola

Clique para mais notícias: Hotelaria

Clique para mais notícias: Espanha

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Queda da estada média limita crescimento das dormidas de estrangeiros na hotelaria espanhola a 0,6%

23-07-2019 (15h40)

A hotelaria espanhola terminou o primeiro semestre com um aumento de turistas residentes no estrangeiro em 4%, mas que em dormidas ficou-se por 0,6% por uma queda significativa da estada média, que baixou 3,3%, de quatro para 3,8 noites.

Turistas portugueses na hotelaria espanhola dispararam 27,7% em Junho

23-07-2019 (14h34)

Os hotéis e hostales espanhóis receberam este mês de Junho mais 27,7% turistas residentes em Portugal que há um ano e no conjunto da primeira metade de 2019 tiveram um aumento de 16,7%, somando um total de 728,5 mil.

APAVT apresenta queixa contra a TAP por uso abusivo de dados de passageiros

18-07-2019 (10h40)

A APAVT formalizou junto da IATA, associação internacional de companhias de aviação, uma queixa contra a TAP por alegada utilização abusiva dos contactos dos passageiros que os agentes de viagens são obrigados a fornecer, noticiou hoje o jornal espanhol "Nexotur".

Riu Garoe em Tenerife reabre após renovação completa

17-07-2019 (13h37)

A rede hoteleira espanhola RIU Hotels & Resorts reabriu o seu hotel de 4-estrelas Riu Garoe, localizado no Norte da ilha de Tenerife, completamente renovado.

Crescimento os voos Espanha - Portugal desloca-se de Lisboa para o Porto

16-07-2019 (17h59)

O Aeroporto do Porto concentrou 69% do crescimento do movimento de passageiros em voos entre Portugal e Espanha, quando há um ano, no primeiro semestre de 2018, 58,4% do crescimento estava no Aeroporto de Lisboa.

Ultimas Noticias

Noticias mais lidas