Portugal é a origem/destino de passageiros aéreos que mais cresce em Espanha

12-02-2020 (16h19)

Aeroporto de Lisboa
Aeroporto de Lisboa

Os voos de/para Portugal foram as rotas internacionais de para aeroportos espanhóis que tiveram o maior aumento de passageiros no mês de Janeiro, com uma subida de 70,5 mil, de acordo com os dados divulgados pela AENA, gestora dos aeroportos espanhóis.

A informação indica que os aeroportos espanhóis tiveram este Janeiro 428 mil passageiros de voos de/para Portugal, o que representa um aumento em 19,7% face a Janeiro de 2018, que compara com um aumento médio de passageiros em voos internacionais em 1,6%, para 11,10 milhões.

O ‘magro’ crescimento nas rotas internacionais está associada à evolução negativa nas ligações com algumas das principais origens/destinos, desde logo com as duas maiores, Reino Unido e Alemanha,        que com quebras respectivamente em 2,2% ou 47,6 mil, para 2,1 milhões, e em 8,3% ou 129,8 mil, para 1,43 milhões.

A compensar estas quedas de tráfego estiveram, em primeiro lugar, os aumentos nos voos de/para Portugal, que foi a 6ª maior origem/destino de passageiros, e, seguidamente, Itália, com +1,8% ou mais 18,6 mil, para 1,06 milhões, França, com +6,8% ou mais 54,5 mil, para 853 mil, e Holanda, com +4,9% ou mais 24 mil, para 512,7 mil.

Entre os mercados fora da Europa, o nº 1 mantém-se os Estados Unido, com 264,4 mil passageiros, seguindo-se Marrocos, com 201,7 mil, Colômbia, com 131,3 mil, Emirados Árabes Unidos, com 112,1 mil, México, com 108,8 mil, Brasil, com 107,4 mil, e Argentina, com 101,5 mil.

O México foi destes mercados o que teve o maior aumento de passageiros, com +40% ou mais 31,1 mil, à frente de Marrocos, com +11,4% ou mais 20,6 mil, Colômbia, com +11,8% ou mais 13,8 mil, Brasil, com +12,4% ou mais 11,8 mil, e Emirados Árabes Unidos, com +11% ou mais 11,1 mil.

Os mesmos dados permitiram verificar que foi a introdução pela Air Europa de voos directos para Fortaleza que mais contribuiu para esse aumento, com a rota a passar de 19 passageiros em Janeiro de 2019 para 4.288 em Janeiro deste ano.

Ainda assim, Fortaleza manteve-se no 3º lugar do tráfego entre Espanha e cidades do Nordeste brasileiro, que é liderado por Salvador, com 7,1 mil passageiros (+3,1% ou mais 216 que há um ano), e Recife, com 4,68 mil (+4% ou mais 181).

Porém, foi em voos de/para o Rio de Janeiro que ocorreu o maior aumento deste Janeiro em voos entre Espanha e o Brasil, com mais quatro mil passageiros que há um ano (+34,4%, para 15,8 mil).

São Paulo manteve-se ainda assim a primeira origem/destino, com 74,7 mil passageiros, +3,6% ou mais 2,5 mil que um ano antes.

Os dados publicados pela AENA mostram também que o crescimento em Janeiro foi em grande medida impulsionado pela evolução em voos domésticos, que tiveram um aumento de 217,7 mil passageiros (+3,8%), somando 5,94 milhões.

 

Clique para mais notícias: Aeroportos espanhóis

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Ryanair começa 2020 com quebra de passageiros nos aeroportos espanhóis

12-02-2020 (16h49)

A Ryanair, que é a maior companhia de aviação nos aeroportos espanhóis, com 49,9 milhões em 2019, mais 7,19 milhões que a segunda maior, a low cost Vueling, começou este ano com uma quebra em 4,5% ou 141,8 mil, ficando em 3,02 milhões.

TAP cresce 14,2% mas perde quota de mercado nas ligações aéreas entre Espanha e Portugal

12-02-2020 (16h27)

A TAP foi a companhia utilizada por 35,8% dos passageiros que voaram este Janeiro entre Espanha e Portugal, com um total de 153,4 mil, que significa um aumento em 14,2%, ainda assim aquém do aumento do tráfego total em voos entre os dois países, que foi de 19,7%.

Aeroportos espanhóis crescem 2,4% em Janeiro apesar de aumento em 6,3% em Madrid

12-02-2020 (14h29)

Os aeroportos espanhóis atenderam em Janeiro praticamente 17 milhões de passageiros, com um aumento em 2,4% ou quase 400 mil em relação ao primeiro mês de 2019, no qual o aumento atingira 7%.

Air Europa implementa novo método de embarque por zonas

04-02-2020 (15h07)

A Air Europa implementou um novo método de embarque por zonas em todos os seus voos regulares, com o qual pretende “que a acomodação do passageiro seja mais rápida, cómoda e ordenada”.

CEO da Vueling vai liderar Iberia e Marco Sansavini assume a low cost

30-01-2020 (17h16)

O actual CEO da low cost Vueling, Javier Sánchez-Prieto, é o executivo escolhido pelo IAG para liderar a sua maior subsidiária espanhola, a Iberia, numa ‘dança de cadeiras’ que inclui ainda a nomeação de Marco Sansavini para a liderança da gestão executiva da low cost.

Noticias mais lidas