Iberia cancela 101 voos devido a greves em Madrid e Barcelona sexta e Sábado

29-08-2019 (17h44)

A Iberia cancelou 101 voos sexta-feira e Sábado de e para Madrid e Barcelona, incluindo quatro voos de/para Portugal, devido à greve dos trabalhadores da sua subsidiária Iberia Servicios Aeroportuarios, que presta serviços de assistência em escala nos dois aeroportos.

Na sexta-feira, a Iberia tem 57 voos cancelados, incluindo o Madrid-Porto com o código IB3092 e Porto-Madrid com o código IB3093.

No Sábado, dia 31 de Agosto, a companhia tem cancelados 44 voos, incluindo o Madrid-Lisboa com o código IB3108 e Lisboa-Madrid com o código IB3111 (para consultar a lista de voos cancelados clique aqui).

"A Iberia enviou notificações por correio ou SMS aos clientes afectados cujas reservas foram submetidas a uma actualização", sublinha uma informação da companhia do grupo IAG.

As modificações aos voos podem ser feitas na área de gestão de reservas no website da Iberia.

Os clientes afectados com voos de/para Madrid e Barcelona operados pela Iberia, Iberia Express e Iberia Regional Air Nostrum reservados no website da companhia aérea até dia 26 de Agosto podem alterar os seus voos para outras datas até 10 de Setembro.

Os clientes que reservaram em agências de viagens devem dirigir-se a essas empresas para modificar as suas reservas, conclui a companhia aérea.

A Vueling, que também faz parte do grupo IAG, também tem 92 voos cancelados para sexta-feira e Sábado, embora apenas de e para Barcelona, incluindo quatro voos de/para Portugal (clique para ler: Vueling cancela 92 voos de/para Barcelona El Prat sexta e Sábado).

Os trabalhadores da Iberia Servicios Aeroportuarios também estiveram em greve em Barcelona El Prat nos dias 27 e 28 de Julho e 24 e 25 de Agosto, levando ao cancelamento de cerca de 240 voos.

Esta empresa, subsidiária da Iberia, presta serviços de check-in, carga e descarga de bagagem e manutenção de aeronaves a 27 companhias aéreas em Barcelona El Prat.

As negociações entre a administração e os trabalhadores terminaram abruptamente sem acordo, na quarta-feira, depois de se ter alcançado um compromisso verbal de desconvocação da greve para aqueles dias (clique para ler: Trabalhadores da Iberia em Barcelona mantêm greve a 30 e 31 de Agosto).

 

Clique para ver mais: Aviação

Clique para ver mais: Espanha

Clique para ver mais: Iberia

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Portugal é “um mercado muito importante” onde a Globalia quer crescer — Javier Hidalgo, CEO

22-01-2020 (14h32)

A Globalia, dona da Air Europa e dos hotéis Be Live, entre outras empresas de turismo, como o operador Travelplan, presente em Portugal, vê o país como um mercado "muito importante" onde ambiciona crescer em várias áreas de negócio, disse ao PressTUR Javier Hidalgo, CEO do grupo.

Voos Espanha – Portugal superam os 5,6 milhões de passageiros, com aumento em 16%

14-01-2020 (16h53)

Os voos de/para Portugal foram, entre o Top10 de origens/destinos dos aeroportos espanhóis, os que tiveram o crescimento de passageiros mais forte em 2019, em 16%, com o qual ultrapassaram a marca de 5,6 milhões.

Gabriel Subías regressa ao Grupo Iberostar para liderar W2M

14-01-2020 (13h15)

O Grupo Iberostar nomeou Gabriel Subías, ex-CEO da Ávoris, para liderar o negócio de receptivo e bedbank W2M, substituindo no cargo Christian Kremers, que estava no comando da empresa desde Setembro de 2018.

Novo CEO da Ávoris prevê decisão da concorrência sobre fusão com a Globalia em Março

14-01-2020 (12h55)

Vicente Fenollar, que foi nomeado oficialmente CEO da Ávoris depois de um mês no cargo de forma provisória, após a saída de Gabriel Subías, disse esperar uma decisão da autoridade da concorrência para “meados de Março”.

Aeroportos espanhóis crescem 4,4% em 2019 e atingem recorde de 275,2 milhões de passageiros

13-01-2020 (16h43)

Os 48 aeroportos e heliportos espanhóis geridos pela AENA tiveram um crescimento médio de passageiros em 2019 de 4,4%, que significou um aumento de 11,48 milhões e elevou o total do ano para o recorde de 275,2 milhões.

Noticias mais lidas