Hotéis espanhóis de topo de gama sofrem quedas de ocupação em Março

24-04-2018 (16h06)

Mas subidas de preços aguentaram ganhos de RevPAR

Os hotéis de 4 e 5-estrelas foram os que tiveram piores desempenhos em Espanha no mês de Março, com aumentos da RevPAR abaixo do aumento médio do sector, porque apresentaram quedas da taxa de ocupação.

Dados do INE espanhol recolhidos pelo PressTUR indicam que os 5-estrelas ouro tiveram uma queda da taxa de ocupação em 1,1 pontos, para 63,98%, com a qual, apesar de um aumento do preço médio em 2%, para 177 euros, a RevPAR subiu apenas 1,1%.

Os 4-estrelas ouro tiveram igualmente uma queda da taxa de ocupação em 1,1 pontos, para 70,25%, pelo que o aumento do preço médio em 5,4%, para 86,69 euros, se traduziu num aumento da RevPAR de apenas 4,1%, para 60,78 euros.

Segundo o INE espanhol, a RevPAR média da hotelaria espanhola subiu 6,1% em Março, para 49,94 euros, por aumento do preço médio das diárias em 5,2%, para 81,73 euros, e subida da taxa de ocupação em 0,5 pontos, para 61,2%.

Os dados do INE espanhol indicam, também, que os 4 e 5-estrelas ouro foram as categorias que tiveram maiores aumentos de capacidade no mês de Março, com aumentos do número de quartos estimados pelo Instituto em 3,7% e em 4,9% respectivamente, enquanto o aumento médio do conjunto do sector foi de 2,1%, com 1% nos 3-estrelas ouro, 2,8% os 2-estrelas ouro, e 1,1% nos 1-estrela ouro.

Estes foram os que tiveram a subida mais forte da RevPAR, em 16,6%, para 20,53 euros, com +7,1% no preço médio das diárias, para 53,25 euros.

Seguiram-se os 2-estrelas ouro, com +13,6% em RevPAR, para 25,67 euros, e um aumento do preço médio em 6%, para 54,55 euros, e os 3-estrelas ouro, com +6,2% em RevPAR, para 40,58 euros, e aumento do preço médio em 6,6%, para 63,89 euros.

 

Para ler mais clique:

Páscoa mais cedo faz hotelaria espanhola crescer, mas sem chegar às dormidas de Março de 2016

Portugal é o país que mais está a fazer crescer a hotelaria espanhola

Hotelaria espanhola penalizada por evolução dos mercados britânico e alemão

 

 

Clique para mais notícias: Portugal

Clique para mais notícias: Hotelaria espanhola

Clique para mais notícias: Hotelaria

Clique para mais notícias: Espanha

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Lucro da Meliá Hotels International sobe 7,2% no primeiro semestre

31-07-2018 (10h18)

A Meliá Hotels International registou no primeiro semestre 61,8 milhões de euros de lucro, mais 7,2% que no período homólogo do ano passado.

Barceló anuncia novo hotel na província de Cádis em 2020

30-07-2018 (16h03)

O Barceló Hotel Group anunciou um acordo com a empresa Wingenial para a abertura em 2020 de um hotel de classificação 4-estrelas superior em Conil de la Frontera, próximo de Cádis, no Sul de Espanha.

Hyatt recua na proposta de compra do NH Hotel Group

30-07-2018 (13h07)

“Com base em informações que temos agora, achamos que o caminho para uma oferta bem-sucedida da Hyatt, nos termos expressos na nossa carta, foi reduzido até ao ponto de ser impraticável", afirma a Hyatt numa missiva enviada à NH no Domingo e revelada hoje.

Qatar Airways reforça oferta de voos para Madrid

30-07-2018 (10h21)

A companhia aérea Qatar Airways vai reforçar a sua oferta de voos entre Madrid e Doha, de 18 para 21 voos por semana a partir de 16 de Setembro.

Hyatt prepara proposta de aquisição do NH Hotel Group

27-07-2018 (15h59)

A Hyatt Hotels apresentou uma proposta de compra não-vinculativa de 100% do grupo hoteleiro espanhol NH Hotel Group, por um valor que não revelou, mas que indicou ser superior à oferta pública de aquisição do grupo tailandês Minor International, proprietário da Tivoli Hotels & Resorts.