Forte aumento de turistas alemães em Abril ajuda Espanha a acelerar crescimento no quadrimestre

04-06-2019 (13h27)

Barcelona
Barcelona

Espanha teve em Abril, que este ano beneficiou de incluir as férias da Páscoa, que em 2018 foram principalmente em Março, um aumento do número de turistas residentes na Alemanha em 17,9%, ultrapassando o milhão e posicionando o mercado alemão com crescimento mais forte que a média.

Dados publicados pelo INE espanhol indicam que o país recebeu 21,39 milhões de turistas estrangeiros nos primeiros quatro meses do ano, com um aumento em 4,4% ou 894,2 mil relativamente ao primeiro quadrimestre de 2018, com o mercado alemão, que no trimestre tinha um dos piores desempenhos, a avançar para um dos melhores desenvolvimentos, com um aumento em 6,5% ou 179,8 mil, ficando próximo dos três milhões, com 2,958 milhões.

O Reino Unido manteve-se, porém, o maior emissor, com 4,27 milhões turistas em Espanha no quadrimestre, com o mês de Abril a ser também decisivo.

Segundo os dados do INE espanhol, o país recebeu em Abril 1,47 milhões de turistas residentes no Reino Unido, +3,5% ou mais 49,4 mil que um ano antes, e, assim, passou de uma quebra em 1,6% no trimestre para um aumento pela margem mínima (+0,1%) no quadrimestre.

Abril ‘valeu' assim 34,4% dos turistas britânicos recebidos por Espanha no quadrimestre, enquanto no caso da Alemanha a ‘fatia' do mês da Páscoa este ano foi de 36,6% e a média do total de turistas internacionais foi de 33,5%.

Suíça e França foram os emissores em que o mês de Abril mais contou para o total de turistas em Espanha, com 38,6% e 37,7%, respectivamente, seguindo-se então a Alemanha e a Bélgica, em ambos os casos com 36,6%, e Irlanda, com 36,4%.

França, tradicionalmente terceiro emissor para Espanha, até teve uma quebra no mês de Abril, em 5,5% ou 59,8 mil para 1,02 milhões, com a qual passou de um aumento em 0,3% no trimestre para uma quebra em 2% no quadrimestre, representando um decréscimo em 55,4 mil, para 2,7 milhões.

Além de França, também Países Baixos e Países Nórdicos baixaram no quadrimestre o número de turistas em Espanha, respectivamente em 5,3% ou 47,2 mil, para 838 mil, e em 5,3% ou 95,7 mil, para 1,72 milhões.

O aumento de turistas estrangeiros em Espanha no quadrimestre deve-se assim principalmente, além da evolução do emissor alemão, ao aumento de chegadas do conjunto de países europeus não incluídos nos 11 principais, que foi em quase 240 mil (+16,3%, para 1,7 milhões), Estados Unidos, com aumento de 116,6 mil (+17,5%, para 785,1 mil), conjunto "Resto da América", com aumento de 84,4 mil (+9%, para 1,02 milhões), e conjunto "Resto do Mundo", com aumento de 225 mil (+16,7%, para 1,57 milhões).

 

Clique para mais notícias: Espanha

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Cerca de 100 detenções e 194 agentes feridos nas manifestações na Catalunha

17-10-2019 (14h14)

Perto de uma centena de pessoas detidas e 194 agentes da polícia feridos é o balanço oficial desde o início dos protestos na Catalunha contra a sentença que condenou 12 dirigentes independentistas catalães.

Protestos independentistas ontem na Catalunha fizeram 131 feridos

15-10-2019 (13h50)

Os protestos independentistas de ontem na Catalunha provocaram 131 ferido, 27 deles assistidos em hospitais, de acordo com o Serviço de Emergência Médica.

Grupo Wamos compra activos da Neckermann na Bélgica

11-10-2019 (16h51)

O Grupo Wamos, que está presente em Portugal desde a compra da ES Viagens e da Geostar pelo fundo de investimento Springwater, anunciou a compra de 100% dos activos da agência de viagens Neckermann na Bélgica, uma marca do falido grupo Thomas Cook com cerca de 150 milhões de euros por ano de facturação.

Ryanair vai competir mais nas ligações entre Portugal e Espanha, com voos para Málaga e Valência

08-10-2019 (14h23)

A low cost Ryanair, que é a maior companhia em número de passageiros nos aeroportos espanhóis, 33,96 milhões nos primeiros oito meses deste ano, anunciou hoje que a partir de Março do próximo ano terá voos para Portugal de dois dos aeroportos onde é líder, Málaga e Valência, que já têm voos da TAP para Portugal.

Barceló e Globalia voltam a negociar fusão de agências de viagens e operadores turísticos

08-10-2019 (12h40)

Os grupos Barceló e Globalia, dois dos maiores da organização e comercialização de viagens em Espanha, estão novamente a negociar a integração das suas divisões de agências de viagens e operação turística, para criar um gigante do turismo que disputaria a liderança do El Corte Inglés.

Noticias mais lidas