Forte aumento de turistas alemães em Abril ajuda Espanha a acelerar crescimento no quadrimestre

04-06-2019 (13h27)

Barcelona
Barcelona

Espanha teve em Abril, que este ano beneficiou de incluir as férias da Páscoa, que em 2018 foram principalmente em Março, um aumento do número de turistas residentes na Alemanha em 17,9%, ultrapassando o milhão e posicionando o mercado alemão com crescimento mais forte que a média.

Dados publicados pelo INE espanhol indicam que o país recebeu 21,39 milhões de turistas estrangeiros nos primeiros quatro meses do ano, com um aumento em 4,4% ou 894,2 mil relativamente ao primeiro quadrimestre de 2018, com o mercado alemão, que no trimestre tinha um dos piores desempenhos, a avançar para um dos melhores desenvolvimentos, com um aumento em 6,5% ou 179,8 mil, ficando próximo dos três milhões, com 2,958 milhões.

O Reino Unido manteve-se, porém, o maior emissor, com 4,27 milhões turistas em Espanha no quadrimestre, com o mês de Abril a ser também decisivo.

Segundo os dados do INE espanhol, o país recebeu em Abril 1,47 milhões de turistas residentes no Reino Unido, +3,5% ou mais 49,4 mil que um ano antes, e, assim, passou de uma quebra em 1,6% no trimestre para um aumento pela margem mínima (+0,1%) no quadrimestre.

Abril ‘valeu' assim 34,4% dos turistas britânicos recebidos por Espanha no quadrimestre, enquanto no caso da Alemanha a ‘fatia' do mês da Páscoa este ano foi de 36,6% e a média do total de turistas internacionais foi de 33,5%.

Suíça e França foram os emissores em que o mês de Abril mais contou para o total de turistas em Espanha, com 38,6% e 37,7%, respectivamente, seguindo-se então a Alemanha e a Bélgica, em ambos os casos com 36,6%, e Irlanda, com 36,4%.

França, tradicionalmente terceiro emissor para Espanha, até teve uma quebra no mês de Abril, em 5,5% ou 59,8 mil para 1,02 milhões, com a qual passou de um aumento em 0,3% no trimestre para uma quebra em 2% no quadrimestre, representando um decréscimo em 55,4 mil, para 2,7 milhões.

Além de França, também Países Baixos e Países Nórdicos baixaram no quadrimestre o número de turistas em Espanha, respectivamente em 5,3% ou 47,2 mil, para 838 mil, e em 5,3% ou 95,7 mil, para 1,72 milhões.

O aumento de turistas estrangeiros em Espanha no quadrimestre deve-se assim principalmente, além da evolução do emissor alemão, ao aumento de chegadas do conjunto de países europeus não incluídos nos 11 principais, que foi em quase 240 mil (+16,3%, para 1,7 milhões), Estados Unidos, com aumento de 116,6 mil (+17,5%, para 785,1 mil), conjunto "Resto da América", com aumento de 84,4 mil (+9%, para 1,02 milhões), e conjunto "Resto do Mundo", com aumento de 225 mil (+16,7%, para 1,57 milhões).

 

Clique para mais notícias: Espanha

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Voos Espanha – Portugal superam os 5,6 milhões de passageiros, com aumento em 16%

14-01-2020 (16h53)

Os voos de/para Portugal foram, entre o Top10 de origens/destinos dos aeroportos espanhóis, os que tiveram o crescimento de passageiros mais forte em 2019, em 16%, com o qual ultrapassaram a marca de 5,6 milhões.

Gabriel Subías regressa ao Grupo Iberostar para liderar W2M

14-01-2020 (13h15)

O Grupo Iberostar nomeou Gabriel Subías, ex-CEO da Ávoris, para liderar o negócio de receptivo e bedbank W2M, substituindo no cargo Christian Kremers, que estava no comando da empresa desde Setembro de 2018.

Novo CEO da Ávoris prevê decisão da concorrência sobre fusão com a Globalia em Março

14-01-2020 (12h55)

Vicente Fenollar, que foi nomeado oficialmente CEO da Ávoris depois de um mês no cargo de forma provisória, após a saída de Gabriel Subías, disse esperar uma decisão da autoridade da concorrência para “meados de Março”.

Aeroportos espanhóis crescem 4,4% em 2019 e atingem recorde de 275,2 milhões de passageiros

13-01-2020 (16h43)

Os 48 aeroportos e heliportos espanhóis geridos pela AENA tiveram um crescimento médio de passageiros em 2019 de 4,4%, que significou um aumento de 11,48 milhões e elevou o total do ano para o recorde de 275,2 milhões.

Willie Walsh deixa IAG e Luis Gallego é o novo CEO

09-01-2020 (10h13)

O International Airlines Group (IAG), que integra as companhias aéreas British Airways, Iberia, Vueling, Aer Lingus e Level, anunciou que Willie Walsh vai deixar o cargo de CEO no final de Março e será substituído por Luis Gallego, actualmente CEO da Iberia.

Noticias mais lidas