Europa Central e do Norte reduz crescimento da hotelaria espanhola em Agosto à margem mínima

25-09-2019 (15h59)

Os emissores da Europa Central e do Norte, com destaque para a Alemanha, reduziram a 0,1% o aumento médio de dormidas de turistas estrangeiros na hotelaria espanhola em Agosto,  mês de ‘pico' da actividade turística na Europa, apesar do crescimento a dois dígitos dos turistas do continente americano.

Dados do INE espanhol consultados pelo PressTUR mostram que em Agosto a hotelaria espanhola contabilizou 28,81 milhões de dormidas de turistas residentes no estrangeiro, apenas mais 41 mil que no mês homólogo de 2018, porque teve uma quebra de 339,1 mil pernoitas de turistas residentes em países da União Europeia.

Este balanço em quebra de 1,4%, para 23,49 milhões, do seu maior mercado é influenciado principalmente pela quebra de pernoitas de turistas residentes na Alemanha em 12,1% ou 641,5 mil, para 4,64 milhões.

A essa quebra juntaram-se quebras também de turistas residentes na Áustria (-8,7% ou menos 25,6 mil, para 268,1 mil), na Bélgica (-4,5% ou menos 33 mil, para 697,2 mil), na Dinamarca (-5,6% ou menos 15,9 mil, para 271,2 mil), nos Países Baixos (-4,7% ou menos 60,8 mil, para 1,222 milhões), na Polónia (-6,2% ou menos 41,2 mil, para 626,5 mil) e na Suécia (-6,7% ou menos 34,6 mil, para 482 mil).

A compensar estas quedas estiveram principalmente os crescimentos das pernoitas de turistas residentes em França (+25,3% ou mais 133,1 mil, para 3,5 milhões), Irlanda (+25,3% ou mais 133,1 mil, para 658,5 mil), Itália (+4,2% ou ais 76,7 mil, para 1,88 milhões), além do Reino Unido (+0,7% ou mais 47,7 mil, para 7,33 milhões), República Checa (+15,5% ou mais 32,8 mil, para 244,6 mil), bem como do conjunto "Resto da UE" (+13,7% ou mais 75,3 mil, para 623,9 mil).

O maior contributo para o crescimento das dormidas de turistas residentes no estrangeiro, porém, veio "do outro lado do Atlântico", com aumento das pernoitas de residentes nos Estados Unidos em 17,5% ou 109,2 mil, para 734,2 mil, e residentes em outros países do continente americano em 20,8% ou 165,2 mil, para 959,4 mil.

Os dados do INE espanhol indicam que esse aumento e dormidas de turistas residentes no estrangeiro em apenas 0,1% reflecte uma quebra em 3% das estada média, para 4,42 noites, porque em número de turistas a hotelaria espanhola teve um aumento em 3,2%, com mais 202,4 mil que há um ano, alcançando um total de 6,52 milhões.

Entre os principais emissores para a hotelaria espanhola, as quebras de estada média mais fortes foram de residentes na Noruega, em 9,8%, para 5,29 noites, na Suíça, em 9,9%, para 4,47 noites, Polónia, em 8,6%, para 5,6 noites, Portugal, em 4,4%, para 3,22 noites, Alemanha, em 4,3%, para 6,04 noites, e Reino Unido, em 3,3%, para 6,08 noites.

 

Para ler mais clique:

Aumento modesto em Agosto chega para novo recorde mensal de dormidas de portugueses na hotelaria espanhola

 

Clique para mais notícias: Hotelaria espanhola

Clique para mais notícias: Espanha

Clique para mais notícias: Hotelaria

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Protestos independentistas ontem na Catalunha fizeram 131 feridos

15-10-2019 (13h50)

Os protestos independentistas de ontem na Catalunha provocaram 131 ferido, 27 deles assistidos em hospitais, de acordo com o Serviço de Emergência Médica.

Grupo Wamos compra activos da Neckermann na Bélgica

11-10-2019 (16h51)

O Grupo Wamos, que está presente em Portugal desde a compra da ES Viagens e da Geostar pelo fundo de investimento Springwater, anunciou a compra de 100% dos activos da agência de viagens Neckermann na Bélgica, uma marca do falido grupo Thomas Cook com cerca de 150 milhões de euros por ano de facturação.

Ryanair vai competir mais nas ligações entre Portugal e Espanha, com voos para Málaga e Valência

08-10-2019 (14h23)

A low cost Ryanair, que é a maior companhia em número de passageiros nos aeroportos espanhóis, 33,96 milhões nos primeiros oito meses deste ano, anunciou hoje que a partir de Março do próximo ano terá voos para Portugal de dois dos aeroportos onde é líder, Málaga e Valência, que já têm voos da TAP para Portugal.

Barceló e Globalia voltam a negociar fusão de agências de viagens e operadores turísticos

08-10-2019 (12h40)

Os grupos Barceló e Globalia, dois dos maiores da organização e comercialização de viagens em Espanha, estão novamente a negociar a integração das suas divisões de agências de viagens e operação turística, para criar um gigante do turismo que disputaria a liderança do El Corte Inglés.

Voos da América Latina asseguram quase metade do crescimento de tráfego do IAG até Setembro

07-10-2019 (16h34)

O IAG, tradicionalmente líder no transporte aéreo de passageiros entre a Europa e a América do Norte, pela força da British Airways e do seu hub de Londres Heathrow, está a assentar o seu crescimento este ano principalmente nos voos de/para a América Latina, em que a sua companhia líder é a espanhola Iberia.

Noticias mais lidas