Espanha teve menos turistas estrangeiros este Julho

02-09-2019 (18h13)

Espanha teve este mês de Julho, tradicionalmente o segundo mais forte da época alta, uma quebra de turistas residentes no estrangeiro em 1,3% ou cerca de 133 mil, com quebras dos dois maiores emissores, o Reino Unido e a Alemanha.

Os dados publicados hoje pelo INE espanhol mostram quebras de nove dos 12 principais mercados europeus, entre os quais Portugal, com -3,1% ou menos cerca de oito mil, ficando em 255,7 mil.

A informação permite concluir que a maior quebra foi de turistas residentes em Países Nórdicos, com menos 95,1 mil (-12,4%, para 670,6 mil), seguida pelas quebras de residentes no Reino Unido, com menos cerca de 48,4 mil (-2,2%, para 2,166 milhões), e na Alemanha, com menos cerca de 38,6 mil (-3%, para 1,24 milhões).

A compensar estas quebras estiveram principalmente as chegadas de turistas residentes nos Estados Unidos, que foram mais 71,2 mil que em Julho de 2018 (+19,9%, para 429,6 mil), e França, que foram mais cerca de 31,8 mil (+2,3%, para 1,42 milhões).

Apesar da quebra em Julho, no conjunto dos primeiros sete meses deste ano Espanha tem um aumento das chegadas de turistas residentes no estrangeiro em 1,9%, que significa um acréscimo de cerca de 902 mil, somando um total de 48,06 milhões.

Portugal é neste período um dos mercados com aumento das chegadas a Espanha a dois dígitos, com +10% ou mais cerca de 123 mil, totalizando 1,233 milhões.

O crescimento mais forte, porém, é das chegadas de residentes nos Estados Unidos, em 14,2% ou 248 mil, para 1,99 milhões, mas o maior aumento é do conjunto “resto do mundo”, com um aumento em 316,8 mil (+11,4%, para 3,088 milhões).

Residentes no Reino Unido, maior emissor, estiveram em Espanha 10,47 milhões, -1,6% ou menos 166,4 mil que no período homólogo de 2018, residentes na Alemanha estiveram 6,586 milhões, +2,2% ou mais 138,6 mil, e residentes em França estiveram 6,118 milhões, -1,2% ou menos cerca de 74,8 mil.

A maior quebra do período é de turistas residentes nos Países Nórdicos, que foram menos 282 mil (-7,8%, para 3,3 milhões).

 

Clique para mais notícias: Espanha

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Aeroportos espanhóis têm no fim de Agosto mais quase nove milhões de passageiros

12-09-2019 (15h02)

Os aeroportos espanhóis estão no fim de Agosto com mais quase nove milhões de passageiros que nos primeiros oito meses de 2018, sobressaindo Madrid, com mais 2,6 milhões, Barcelona, com mais 1,7 milhões, e Palma de Maiorca, Málaga e Alicante, cada aumentos acima dos 700 mil passageiros.

Ryanair declara “irreversível” fecho das bases nas Canárias

30-08-2019 (12h45)

A Ryanair afirmou que é “irreversível” a decisão de encerrar as bases de Las Palmas, Tenerife Sul e Lanzarote, e apelou aos sindicatos para a desconvocação das greves previstas para Setembro.

Iberia cancela 101 voos devido a greves em Madrid e Barcelona sexta e Sábado

29-08-2019 (17h44)

A Iberia cancelou 101 voos sexta-feira e Sábado de e para Madrid e Barcelona, incluindo quatro voos de/para Portugal, devido à greve dos trabalhadores da sua subsidiária Iberia Servicios Aeroportuarios, que presta serviços de assistência em escala nos dois aeroportos.

Vueling cancela 92 voos de/para Barcelona El Prat sexta e Sábado

29-08-2019 (17h21)

A Vueling cancelou 92 voos sexta-feira e Sábado de e para o Aeroporto de Barcelona El Prat, incluindo dois voos de ida e volta para Lisboa e para o Porto, devido à greve dos trabalhadores da Iberia Servicios Aeroportuarios.

Vueling cancela amanhã 54 voos em Barcelona devido a greve

29-08-2019 (15h41)

A Vueling, que faz parte do grupo IAG, como a Iberia, anunciou o cancelamento de 54 voos agendados para esta sexta-feira no Aeroporto de Barcelona El Prat, devido à greve dos trabalhadores da Iberia Servicios Aeroportuarios.

Noticias mais lidas