Espanha já tinha no fim de Novembro mais 2,5 milhões de turistas que em todo o ano de 2016

28-12-2017 (15h04)

Estados Unidos é o emissor que mais contribui para esse avanço

Espanha chegou ao fim de Novembro com um aumento médio do número de turistas estrangeiros em 9,1%, com o qual bateu já o total de 2016, que era o seu melhor ano de sempre, por 2,489 milhões.

Os dados divulgados hoje pelo INE espanhol indicam que de Janeiro a Setembro deste ano o país recebeu 77,8 milhões de turistas, sobressaindo os 17,96 milhões de residentes no Reino Unido, 11,4 milhões na Alemanha e 10,69 milhões em França.

Na comparação com o período homólogo de 2016, o aumento é em 6,48 milhões e os emissores que mais contribuem são o Reino Unido, com mais 1,17 milhões (+7%), Países Nórdicos, com mais 694,9 mil (+14,6%), Alemanha, com mais 654,8 mil (+6,1%), ‘Resto da América’ (exclui os EUA), com mais 641,8 mil (+26,7%), e Estados Unidos, com mais 636,2 mil (+33,7%).

A Europa foi a origem de um aumento de 4,66 milhões de turistas (+7,4%, para 67,66 milhões) e do continente americano Espanha teve um aumento de 1,278 milhões (+29,8%).

Comparando com a totalidade do ano de 2016, que Espanha fechou com 75,3 milhões de turistas, em onze meses deste ano essa marca já foi superada por 2,489 milhões, com o maior contributo a vir dos Estados Unidos que, com 2,52 milhões de turistas de Janeiro a Novembro deste ano superou o total de 2016 por 520,1 mil.

Seguiram-se os mercados ‘resto da América’, com mais 471,8 mil que em todo o ano de 2016, países nórdicos, com mais 329,3 mil, Reino Unido, com mais 290,6 mil, e Suíça, com mais 264 mil.

Entre os 15 mercados emissores com dados publicados pelo INE espanhol, apenas três não somavam no fim de Novembro deste ano mais turistas que em todo o ano de 2016, um dos quais Portugal que, com 1,986 milhões tinha um aumento em 6% ou 111,6 mil relativamente aos primeiros onze meses de 2016, mas ainda ficava a dez mil do total do ano de 2016.

O mercado mais distante de ultrapassar o total de 2016 é França, que em Novembro, com 10,69 milhões está ainda 561,6 mil abaixo do total de 2016, e o terceiro mercado que ainda não chegou ao total de 2016 é Itália, que, com 3,96 milhões, ainda está a 5,3 mil dos 12 meses do ano passado.

 

Clique para mais notícias: Espanha

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

TAP transporta +19% de passageiros entre Portugal e Espanha e alcança quota de 42,2%

25-05-2018 (16h38)

A TAP reforçou a liderança do transporte aéreo de passageiros entre Portugal e Espanha com um crescimento 16% ou 2,6 pontos mais forte que o mercado no primeiro quadrimestre, o que lhe deu um reforço da quota de mercado em 0,9 pontos, para 42,2%, ainda que tenha baixado no Aeroporto de Madrid, onde a líder é a Iberia que este ano começou a ter também voos de/para o Porto.

Sevilha é a principal rota espanhola da TAP depois de Madrid e Barcelona

25-05-2018 (16h36)

A TAP transportou até Abril 40 mil passageiros em voos de/para Sevilha, o que faz da capital andaluza a primeira origem/destino em Espanha depois das duas grandes metrópoles, Madrid e Barcelona, de acordo com dados da AENA, gestora dos aeroportos espanhóis, consultados pelo PressTUR.

Três maiores emissores ‘custaram’ quase 790 mil dormidas à hotelaria espanhola até Abril

23-05-2018 (14h15)

Reino Unido, Alemanha e França, os três maiores emissores para a hotelaria espanhola, foram também os principais causadores da sua quebra de dormidas no primeiro quadrimestre, com menos quase 790 mil dormidas que no período homólogo de 2017, representando um decréscimo médio em 3,1%.

Páscoa mais cedo ‘passa factura pesada’ à hotelaria espanhola em Abril

23-05-2018 (12h27)

A hotelaria espanhola teve em Abril uma queda das dormidas em 8,1%, indica a informação divulgada hoje pelo INE de Espanha, a qual mostra que se tratou de uma quebra que levou inclusivamente a um balanço negativo no quadrimestre.

Air China vai reduzir frequência de voos para Barcelona

18-05-2018 (12h44)

A companhia chinesa Air China, parceira da TAP na Star Alliance, vai reduzir o número de voos na rota Pequim - Barcelona, de quatro para três por semana, em Airbus A330-200, a partir de 28 de Outubro, início do Inverno IATA.