Com maiores emissores em queda, hotelaria espanhola mantém-se perto da estagnação em dormidas

23-03-2018 (16h17)

A hotelaria espanhola teve um aumento médio das dormidas de turistas estrangeiros de apenas 1% nos primeiros dois meses deste ano, penalizada pelas quedas dos seus maiores emissores, designadamente do Reino Unido e Alemanha, que somaram menos 266 mil pernoitas que no primeiro bimestre de 2017.

Os dados do INE espanhol publicados hoje indicam que em Fevereiro a evolução dos mercados internacionais foi ligeiramente melhor que em Janeiro, com o aumento médio a subir para 1,2%, nomeadamente por que já teve aumento, ainda que ‘magro’, da Alemanha, com +0,5%, e porque a queda do mercado britânico abrandou para 2,4%.

O Reino Unido, apesar de um decréscimo de 58,3 mil dormidas, manteve-se o maior emissor em Fevereiro, com 2,32 milhões de pernoitas de 442,1 mil turistas, -2,1% ou menos 9,5 mil que há um ano e com um decréscimo da estada média em 0,3%.

No conjunto dos primeiros dois meses, a hotelaria espanhola soma 825,4 mil turistas britânicos que permaneceram em média 5,5 noites, totalizando 4,55 milhões de dormidas, menos 153,3 mil que no período homólogo de 2017, por queda do número de hóspedes em 1,1% ou 9,3 mil e redução da estada média em 2,2%.

Da Alemanha, segundo maior emissor para Espanha, a hotelaria espanhola teve em Fevereiro 320,5 mil turistas, que permaneceram em média 6,1 noites, totalizando 1,95 milhões de dormidas, mais 8,9 mil que há um ano, pela subida do número de hóspedes em 5,5% ou 16,8 mil, que compensou a queda da estada média em 4,8%.

No conjunto dos primeiros dois meses, a hotelaria espanhola contabiliza 584 mil turistas alemães alojados uma média de 6,5 noites, totalizando 3,8 milhões, -2,9% ou menos 113 mil que há no primeiro bimestre de 2017, apesar de uma subida do número de hóspedes em 2% ou 11,6 mil, porque a estada média caiu 4,8%.

O terceiro maior emissor em dormidas nos primeiros dois meses foi França, com 1,34 milhões de pernoitas, que representam um aumento em 0,7% ou 9,8 mil, e depois Itália, com 945 mil, neste caso em queda de 4,7% ou 46,5 mil, tal como o 5º maior emissor, a Suécia, com 937,9 mil dormidas, -2,9% ou menos 27,7 mil que há um ano.

Seguiram-se os Países Baixos, com 810,3 mil dormidas, +8,6% ou mais 63,9 mil que nos primeiros dois meses de 2017, Bélgica, com 663,5 mil, +5,3% ou mais 33,6 mil, Noruega, com 532,9 mil, +5,7% ou mais 28,9 mil, Estados Unidos, com 527,4 mil, a crescer 15,2% ou 69,6 mil, Dinamarca, com 503,2 mil, a crescer 7,9% ou 36,7 mil, e Finlândia, com 402,4 mil, a crescer 9% ou 33,1 mil.

O INE espanhol indica ainda que da parte de outros emissores americanos excluindo os Estados Unidos, a hotelaria espanhola teve no primeiro bimestre 919,6 mil dormidas, com um aumento em 6% ou 52,4 mil, e do conjunto Resto do Mundo (excluindo Europa, América, África e Japão) teve 1,17 milhões, +4,1% ou mais 45,8 mil que há um ano.

 

Para ver mais clique:

Mercado português está a crescer a dois dígitos na hotelaria espanhola

 

Continua em:

Hotelaria espanhola sobe RevPAR por redução de capacidade e aumento do preço

 

Clique para mais notícias: Hotelaria espanhola

Clique para mais notícias: Hotelaria

Clique para mais notícias: Espanha

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Norwegian vai encerrar bases em Espanha, Itália e EUA

18-01-2019 (11h30)

A companhia de aviação Norwegian Air Shuttle anunciou que vai encerrar a partir de Abril várias bases em Espanha, Itália e Estados Unidos, para melhorar o seu desempenho financeiro.

Vueling anuncia voos Porto - Bilbau a partir de Julho

17-01-2019 (13h50)

A low cost Vueling, uma das companhias de aviação que o IAG detém em Espanha, vai voar entre o Porto e Bilbau a partir de 2 de Julho, três vezes por semana, segundo informação do Aeroporto Francisco Sá Carneiro.

Iberia lança novo website corporativo

16-01-2019 (12h34)

A companhia de aviação espanhola Iberia lançou um novo website corporativo, que diz ter um design mais moderno e intuitivo, fornecendo informações completas sobre a empresa.

Best Western nomeia novo director para liderar expansão em Portugal e Espanha

16-01-2019 (12h15)

A Best Western Hotels & Resorts nomeou Javier de Villanueva para o cargo de director de desenvolvimento e operações para Portugal e Espanha, que terá como função liderar o crescimento da rede na Península Ibérica.

Riu Hotels vai investir 87,4 milhões no seu primeiro hotel no Canadá

16-01-2019 (10h37)

A Riu Hotels & Resorts vai investir 100 milhões de dólares, cerca de 87,4 milhões de euros, para abrir o seu primeiro hotel no Canadá, uma das principais origens dos hóspedes dos seus resorts nas Caraíbas, México e América Central.