Alemães provocam queda de dormidas de turistas estrangeiros na hotelaria espanhola este Verão

24-10-2018 (16h14)

A hotelaria espanhola teve este Verão, nos meses de Junho a Setembro, menos 2,17 milhões de dormidas de turistas estrangeiros (-0,7%) que no ano passado, principalmente pela quebra de 2,5 milhões de pernoitas de residentes na Alemanha (-7%).

Dados do INE espanhol consultados pelo PressTUR mostraram que outros mercados contribuíram também para a queda, entre os quais sobressai o Reino Unido, com menos cerca de 530 mil pernoitas (-1,8%), o que significa que os dois maiores emissores para a hotelaria espanhola desceram este Verão.

Os dados a que o PressTUR acedeu indicam que, nos meses de Junho a Setembro, inclusive, os estabelecimentos hoteleiros espanhóis tiveram alojados 46 milhões de turistas que realizaram 163,1 milhões de dormidas, tendo aumentos do número de hóspedes em 0,5% ou 251 mil, mas queda das pernoitas em 1,1% ou 1,78 milhões, por uma queda da estada média em 1,6%, para 3,5 noites.

Por mercados, os dados permitem concluir que a quebra das pernoitas foi provocado pelo decréscimo em 2% ou 2,17 milhões das dormidas de turistas estrangeiros, para 109,1 milhões, por queda do número de hóspedes em 0,2% ou cerca de 48 mil, para 24,8 milhões, e descida da estada média em 1,8%, para 4,4 noites.

Já o mercado doméstico, proporcionou um aumento das dormidas em 0,7% ou 398 mil, para 54 milhões, apesar de uma descida da estada média em 0,7%, para 2,5 noites, pelo aumento do número de hóspedes em 1,4% ou quase 300 mil, para 21,27 milhões.

Os dois mercados internacionais com maiores quedas de dormidas foram precisamente os dois mais importantes, a Alemanha (-10,3% ou menos 2,56 milhões, para 22,24 milhões) e o Reino Unido (-1,8% ou menos 528 mil, para 28,76 milhões), no caso da Alemanha por queda do número de hóspedes em 8,4% ou 328 mil, para 3,58 milhões, e descida da estada média em 2,1%, para 6,2 noites, enquanto no caso do Reino Unido a queda foi integralmente pela queda do número de hóspedes em 2,5% ou 128 mil, para 4,9 milhões, porque a sua estada média até subiu 0,8%, para 5,8 noites.

Depois da Alemanha e do Reino Unido os emissores com maiores quedas de dormidas na hotelaria espanhola este Verão foram os Países Baixos, com menos 291 mil (-5,9%, para 4,6 milhões), Bélgica, com menos 143 mil (-4,4%, para 3,1 milhões), Suíça, com menos 129,6 mil (-6%, para 2,04 milhões), e Rússia, com menos 114 mil (-3,3%, para 3,3 milhões).

Os mercados que, pelo contrário, mais contribuíram para compensar essas quebras foram França, 3º maior emissor, com mais 567 mil dormidas (+6,6%, para 9,15 milhões), Irlanda, com mais 171 mil (+8,3%, para 2,24 milhões), Portugal, com mais quase 153 mil (+6,9%, para 2,35 milhões), Polónia, com mais 120 mil (+4,7%, para 2,7 milhões), e Noruega, com mais 111 mil (+8,9%, para 1,35 milhões).

A contribuir estiveram também os aumentos de dormidas de residentes nos Estados Unidos, que foram mais 91,2 mil (+3%, para 3,1 milhões), do conjunto dos restantes emissores americanos, com mais quase 131 mil (+3,9%, para 3,5 milhões), e do conjunto “Resto do Mundo” (exclui Europa, América e Japão), com mais quase 233 mil (+6%, para 4,1 milhões).

 

Para ler mais clique:

RevPAR dos hotéis de topo de gama espanhóis cai há seis meses consecutivos

 

Clique para mais notícias: Hotelaria espanhola

Clique para mais notícias: Hotelaria

Clique para mais notícias: Espanha


 

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Air Europa vai passar a propor ligações com a Costa Rica, Nicarágua, El Salvador e Guatemala, via Panamá

17-04-2019 (15h56)

A Air Europa, companhia de aviação do grupo espanhol Globalia, que em Portugal tem voos de/para Lisboa e Porto, anunciou a inclusão da Costa Rica, Nicarágua, El Salvador e Guatemala na sua lista de destinos, via Cidade do Panamá, com a companhia Copa.

Greve de pilotos da Air Nostrum desconvocada

16-04-2019 (14h32)

A greve de pilotos da companhia de aviação espanhola Air Nostrum iniciada esta segunda-feira foi desconvocada, tendo o sindicato e a empresa chegado a um acordo.

“Springwater Portugal passa a designar-se Wamos Portugal”, oficial

16-04-2019 (12h32)

A antiga Espírito Santo Viagens, posteriormente designada Springwater Portugal, confirmou hoje que passou a designar-se Wamos Portugal, como o PressTUR adiantou na passada sexta-feira.

Greve de pilotos da Air Nostrum cancela 148 voos nos primeiros três dias

15-04-2019 (12h20)

Os pilotos da Air Nostrum, que opera voos regionais da Iberia, começaram hoje uma greve que irá cancelar 148 voos nos primeiros três dias, afectando cerca de dez mil passageiros, segundo prevê a transportadora.

Antiga Espírito Santo Viagens agora é Wamos Portugal

12-04-2019 (16h00)

A antiga holding do Grupo Espírito Santo para as actividades de agências de viagens e operador turístico, a Espírito Santo Viagens, adquirida pelo fundo suíço Springwater Capital na sequência do colapso do GES, passando a designar-se Springwater Tourism, agora passou a ser Wamos Portugal.