Crescimento do turismo internacional na Europa Mediterrânica acelerou para 6,2% no 2º trimestre

10-09-2019 (18h49)

A Europa do Sul e Mediterrânica, primeira região mundial em número de turistas recebidos, com 20,7% do total mundial em 2018, teve um aumento das chegadas em 6,2% no segundo trimestre, mais forte que a média mundial e europeia, bem como do que a sua evolução no primeiro trimestre.

Dados publicados pela Agência das Nações Unidas para o Turismo, comumente designada em Portugal por Organização Mundial do Turismo (OMT), indicam que a Europa do Sul e Mediterrânica teve um crescimento médio no primeiro semestre em 5,8%, já que no primeiro trimestre o crescimento ficara em 5,1%.

Os dados da OMT evidenciam que o crescimento médio mais forte no semestre assentou principalmente nos resultados de Abril, que este ano compara favoravelmente por ter sido o mês das férias da Páscoa que em 2018 foi principalmente em Março, o que deu um aumento em 9%, e Junho, início da época estival no Hemisfério Norte, com um aumento em 7,5%.

A informação da OMT calcula que as chegadas de turistas internacionais ascenderam a 671 milhões no primeiro semestre, com um aumento médio de cerca de 29 milhões em relação ao período homólogo de 2018, que beneficiou a maioria dos destinos, já que em 130 países com dados já publicados relativamente a pelo menos três meses, 72% declararam subidas e apenas 28% indicaram quebras.

Aparentemente essas quebras concentraram-se na América do Sul, que é a única região a ter quebra das chegadas no primeiro semestre, em 4,6%, apesar de ter recuperado no segundo trimestre, em que teve um aumento em 0,9%, enquanto no primeiro tivera uma quebra de 7,9%.

As Caraíbas, por sua vez, foram a região com o aumento mais forte de chegadas no primeiro semestre, em 11,3%, com +14,8% no primeiro trimestre e +7,5% no segundo.

 

Clique para mais notícias: OMT

Clique para mais notícias: Mercados

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Hotelaria espanhola penalizada por queda da estada média da maioria dos emissores

24-01-2020 (17h44)

A hotelaria espanhola alojou em 2019 mais 1,77 milhões de turistas residentes no estrangeiro, mas teve apenas mais 151,7 mil dormidas desses mercados, pela queda da estada média em 3,1%, concluiu o PressTUR dos dados publicados pelo INE espanhol.

Dormidas de portugueses na hotelaria espanhola aumentaram 8,1% em 2019 e atingiram 4,32 milhões

24-01-2020 (16h06)

Os hotéis espanhóis tiveram alojados em 2019 um total de 1,64 milhões de turistas residentes em Portugal, que fizeram 4,32 milhões de dormidas, de acordo com os dados do INE espanhol que indicam subidas em 8,6% do número de hóspedes portugueses e de 8,1% das suas pernoitas.

Skydive Seven vendeu mais mil saltos de paraquedismo turístico em 2019

24-01-2020 (12h56)

A empresa portuguesa Skydive Seven, baseada no Algarve, executou mais de 6.000 saltos de paraquedismo turístico este ano, o que corresponde a um aumento de cerca de 21,2% ou mais 1.050 saltos que no ano anterior.

Cuba recebeu mais de 32 mil portugueses em 2019

24-01-2020 (11h59)

O número de turistas portugueses que visitaram Cuba em 2019 aumentou 2% face ao ano anterior, superando os 32 mil visitantes, revelou o novo ministro do Turismo, Juan Carlos García Granda, garantindo que fará o que puder para que mais portugueses visitem o país.

Cidade Proibida de Pequim interdita devido a surto de coronavírus

23-01-2020 (17h45)

A Cidade Proibida de Pequim, classificada como Património Mundial da Humanidade desde 1987, foi encerrada pelas autoridades chinesas devido à epidemia de um novo tipo de coronavírus, que já causou 17 mortos.

Noticias mais lidas