Crescimento do turismo internacional na Europa Mediterrânica acelerou para 6,2% no 2º trimestre

10-09-2019 (18h49)

A Europa do Sul e Mediterrânica, primeira região mundial em número de turistas recebidos, com 20,7% do total mundial em 2018, teve um aumento das chegadas em 6,2% no segundo trimestre, mais forte que a média mundial e europeia, bem como do que a sua evolução no primeiro trimestre.

Dados publicados pela Agência das Nações Unidas para o Turismo, comumente designada em Portugal por Organização Mundial do Turismo (OMT), indicam que a Europa do Sul e Mediterrânica teve um crescimento médio no primeiro semestre em 5,8%, já que no primeiro trimestre o crescimento ficara em 5,1%.

Os dados da OMT evidenciam que o crescimento médio mais forte no semestre assentou principalmente nos resultados de Abril, que este ano compara favoravelmente por ter sido o mês das férias da Páscoa que em 2018 foi principalmente em Março, o que deu um aumento em 9%, e Junho, início da época estival no Hemisfério Norte, com um aumento em 7,5%.

A informação da OMT calcula que as chegadas de turistas internacionais ascenderam a 671 milhões no primeiro semestre, com um aumento médio de cerca de 29 milhões em relação ao período homólogo de 2018, que beneficiou a maioria dos destinos, já que em 130 países com dados já publicados relativamente a pelo menos três meses, 72% declararam subidas e apenas 28% indicaram quebras.

Aparentemente essas quebras concentraram-se na América do Sul, que é a única região a ter quebra das chegadas no primeiro semestre, em 4,6%, apesar de ter recuperado no segundo trimestre, em que teve um aumento em 0,9%, enquanto no primeiro tivera uma quebra de 7,9%.

As Caraíbas, por sua vez, foram a região com o aumento mais forte de chegadas no primeiro semestre, em 11,3%, com +14,8% no primeiro trimestre e +7,5% no segundo.

 

Clique para mais notícias: OMT

Clique para mais notícias: Mercados

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Porto lidera aumento de dormidas na hotelaria em Julho

16-09-2019 (16h32)

O Porto foi o município com o maior aumento de dormidas em Julho, com mais 49,7 mil pernoitas que no mês homólogo de 2018 (+12,2%), mas sem pôr em causa a liderança do município de Lisboa em número de dormidas, com 1,326 milhões, que significaram 16,3% do total do país.

Quebra generalizada da estada média ‘come’ aumento de turistas alojados na hotelaria portuguesa

16-09-2019 (15h31)

O tempo médio de permanência de turistas em alojamentos turísticos portugueses caiu de forma generalizada no mês de Julho, pelo que, levando a que apesar se ter registado um aumento em 5,4% do número de hóspedes, em número de dormidas essa maior afluência de clientes traduziu-se num aumento de apenas 2,2%.

Mês de férias no Brasil ‘dá’ mais 51,7 mil dormidas ao alojamento turístico português

16-09-2019 (14h19)

Apesar das quebras de dormidas de nove dos 16 maiores emissores internacionais, a hotelaria portuguesa acabou Julho com mais 111,6 mil dormidas de turistas residentes no estrangeiros, graças nomeadamente ao aumento de 51,7 mil dormidas de residentes no Brasil, onde o mês de Julho é um dos mais fortes em turismo e viagens.

Governo português aprova medidas adicionais para eventual hard Brexit

12-09-2019 (15h11)

O Conselho de Ministros aprovou hoje medidas de contingência adicionais para o caso de o Reino Unido sair da União Europeia sem acordo (hard Brexit), estendendo o actual plano até ao final de 2020 em relação aos serviços financeiros e segurança social.

Aeroportos espanhóis têm no fim de Agosto mais quase nove milhões de passageiros

12-09-2019 (15h02)

Os aeroportos espanhóis estão no fim de Agosto com mais quase nove milhões de passageiros que nos primeiros oito meses de 2018, sobressaindo Madrid, com mais 2,6 milhões, Barcelona, com mais 1,7 milhões, e Palma de Maiorca, Málaga e Alicante, cada aumentos acima dos 700 mil passageiros.

Ultimas Noticias

Noticias mais lidas