Convento do Carmo em Moura e Quartel do Carmo na Horta vão ser hotéis de 5-estrelas

19-09-2019 (16h33)

Os contratos de concessão do Convento do Carmo, em Moura, e do Quartel do Carmo, na Horta, foram assinados hoje e prevêem conversão dos imóveis em hotéis de 5-estrelas, com um investimento de cerca de 14 milhões de euros.

O concurso para a concessão do Convento do Carmo, em Moura, foi ganho pelo grupo SPPTH, que explora o Convento do Espinheiro, enquanto o Quartel do Carmo, na Horta, foi adjudicado à sociedade Lux Mundi.

Em ambos os casos estava inicialmente prevista a transformação dos imóveis em unidades hoteleiras de 4-estrelas, mas um comunicado divulgado hoje pela Secretaria de Estado do Turismo indica que terão ambos classificação de 5-estrelas.

O Convento do Carmo edificado em 1251 em Moura terá 50 quartos, restaurante e piscinas interior e exterior, após um investimento de 5 a 6 milhões de euros.

Já o Quartel do Carmo, na Horta, cuja construção remonta ao início no século XVII, terá entre 80 e 90 quartos, piscina, Spa e salas para reuniões, após um investimento de 8 milhões de euros.

A assinatura dos contratos para o Convento do Carmo e o Quartel do Carmo “é um momento marcante”, afirmou a secretária de Estado do Turismo, Ana Mendes Godinho, citada no comunicado.

A nota de imprensa nada refere sobre datas previstas para abertura das duas unidades, mas em comunicados anteriores a Secretaria de Estado de Turismo avançava as previsões de abertura do Quartel do Carmo para 2021 e do Convento do Carmo para 2022.

O Programa Revive soma nove imóveis adjudicados, que representam um investimento de 68 milhões de euros, tendo sido lançados 19 concursos públicos.

Estão abertos os concursos para a concessão do Mosteiro de Lorvão, em Penacova, do Forte da Ínsua, em Caminha, e do Mosteiro de São Salvador de Travanca, em Amarante.

 

Clique para ver mais: Hotelaria

Clique para ver mais: Portugal

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Receitas turísticas portugueses aguentam crescimento médio este ano em 7,7%

18-10-2019 (14h37)

Passados os meses de Julho e Agosto, os mais fortes do turismo em Portugal, as receitas turísticas portugueses, que são os gastos de turistas estrangeiros no país, mantêm o crescimento médio em 7,7%, que significa um aumento de 897,62 milhões de euros.

Gastos dos portugueses em turismo no estrangeiro sobem 17,8% em Agosto

18-10-2019 (14h34)

O Banco de Portugal contabilizou 626,92 milhões de euros de gastos dos portugueses em turismo no estrangeiro, o que representa um aumento em 17,8% ou 94,71 milhões de euros relativamente ao montante de Agosto de 2018 depois de revisto pelo banco central em alta de 82,28 milhões.

Presidente da TAP descarta voos directos para a China “num futuro imediato”

18-10-2019 (13h38)

O presidente do Conselho de Administração da TAP, Miguel Frasquilho, descartou a hipótese de a companhia fazer voos directos de Portugal para a China "num futuro imediato", apesar do crescimento de turistas daquele país asiático.

Banco de Portugal revê balança turística em alta de 2,1 mil milhões de euros desde 2013

18-10-2019 (13h14)

O Banco de Portugal publicou ontem novos valores de receitas e gastos turísticos para os 79 meses desde 1 de Janeiro de 2013, numa revisão que ‘acrescenta’ 2.136 milhões de euros ao saldo entre gastos de turistas estrangeiros no país e gastos dos portugueses em turismo no estrangeiro.

TAP anuncia mais 20% de capacidade para Luanda no próximo ano

17-10-2019 (14h53)

A TAP vai reforçar a sua capacidade para Luanda em mais 20% a partir do próximo ano, anunciou na capital angolana o seu Chief Marketing and Sales Officer, Abílio Martins, que realçou que para a companhia Angola “é um mercado estratégico”.

Noticias mais lidas