Cave Porto Cálem recebeu cerca de 250 mil visitantes em 2018

11-01-2019 (16h34)

A Cave Porto Cálem recebeu no ano passado cerca de 250 mil visitantes, a maioria proveniente de mercados internacionais, sobretudo de França, Espanha e Brasil, anunciou a empresa do Grupo Sogevinus.

O grupo, que também tem as marcas Barros, Burmester, Kopke e Velhotes, anunciou em comunicado que o turismo representou em 2018 "mais de 20%" das suas receitas totais, tendo a facturação registado "um crescimento próximo dos 40%”.

A directora de turismo da Cálem, Maria Manuel Ramos, citada nessa nota, sublinha que “também conseguimos aumentar a nossa quota de mercado no que diz respeito ao número de turistas que ficaram hospedados na região Norte [nacionais e estrangeiros] e que nos vieram visitar - alcançando um valor próximo dos 10% -, o que nos permite concluir que as nossas caves e o nosso museu estão a conquistar uma notoriedade mais expressiva na região".

Com o turismo a representar mais de 20% das receitas totais do grupo Sogevinus, a empresa destaca que contribui "a recente aposta na valorização do enoturismo".

O grupo inaugurou em Setembro de 2017 o novo museu Cálem, uma infraestrutura que descreve como "o mais tecnológico e avançado centro de visitas das caves de vinho do Porto".

"A grande percentagem dos nossos visitantes vem em lazer, no entanto, contamos igualmente com uma fatia interessante de clientes 'corporate', que aproveitam o facto de estar no Porto em trabalho para visitar as nossas caves", aponta a directora.

A Cálem acrescenta que em 2018 o número de eventos realizados nos seus espaços subiu 40% e que os indicadores revelam uma melhoria do desempenho da loja, que registou uma materialização de compra acima dos 35%.

O comunicado acrescenta que no ano passado as Caves Porto Cálem receberam o prémio "Innovative Wine Tourism Experiences", no âmbito dos The Great Wine Capitals Best Of Wine Tourism Awards, iniciativa mundial que dedicada a projetos de enoturismo.

"Esta perspectiva de crescimento mantém-se em 2019, ano em que será expectável uma subida do número de visitantes de grupos, fruto de uma maior aposta nas visitas de escolas, nos clientes corporate e nos eventos e incentivos", lê-se na nota, que acrescenta que a empresa vai focar-se no ano que agora se inicia na formação e no serviço ao cliente.

(PressTUR com Agência Lusa)

 

Clique para ver mais: Portugal

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Groundforce prevê investir 2,85 milhões de euros em 2019 e acredita que vai operar no Montijo

21-01-2019 (15h30)

A Groundforce estima investir este ano 2,85 milhões de euros, avançou o presidente executivo, Paulo Neto Leite, que está convicto de que a empresa de handling (assistência em terra) irá operar no futuro aeroporto complementar do Montijo.

Terminal de actividades marítimo-turísticas de Lisboa deverá estar a funcionar até ao final do ano

21-01-2019 (15h12)

A estação fluvial Sul e Sueste, no Terreiro do Paço, em Lisboa, está a ser alvo de requalificação e deverá estar em funcionamento como terminal de actividades marítimo-turísticas até ao final do ano, cerca de dois anos mais tarde que o previsto inicialmente.

Gastos dos portugueses aumentaram mais que receitas turísticas pela primeira vez em 34 meses

21-01-2019 (14h51)

Os gastos turísticos dos portugueses subiram 51,20 milhões de euros em Novembro passado, ultrapassando pela primeira vez o aumento dos gastos de turistas estrangeiros, que foi de 43,45 milhões, o que já não acontecia desde Janeiro de 2016.

Hotel na antiga sede do FC Porto vai custar 2,8 milhões de euros

21-01-2019 (14h48)

O Futebol Clube do Porto vai investir 2,8 milhoes de euros para construir um hotel de charme com 54 quartos na sua antiga sede, localizada no centro da cidade do Porto.

Ryanair assina acordo com a SiteMinder para vender hotéis na Europa

21-01-2019 (14h15)

A Ryanair, que há uma semana deu por terminada a sua incursão na venda online de pacotes turísticos, assinou um acordo com a SiteMinder para comercializar hotéis na Europa através da sua plataforma Ryanair Rooms.