Meliá reforça participação nos hotéis que gere em Cuba

27-11-2018 (11h07)

Hotel La Unión, Cienfuegos
Hotel La Unión, Cienfuegos

A Meliá Hotels International prolongou por mais 25 anos o acordo misto com Cuba para exploração de hotéis no país, tendo elevado a sua participação accionista de 20% para mais de 35%.

Gabriel Escarrer Jaume, vice-presidente e CEO da rede hoteleira disse ao “El País” que vale a pena continuar a apostar em Cuba pela segurança que existe para os turistas, “algo muito valorizado”, mas também pela segurança para as empresas, sejam do sector turístico ou de outros.

“Dou sempre o exemplo de Cuba como um país onde a segurança jurídica é preservada”, disse Gabriel Escarrer, acrescentando que a empresa está há trinta anos no país e tudo o que foi prometido foi cumprido.

No ano passado expirou o contrato misto de 25 anos e a Meliá prolongou por mais 25 anos, tendo elevado a participação de 20% para um pouco mais de 35%.

A Meliá terá até ao final deste ano um total de 34 hotéis com 14.600 quartos em Cuba.

Gabriel Escarrer salientou que considera “Cuba é a pérola das Caraíbas”, por oferecer não apenas beleza natural e praias, mas também património cultural e locais declarados Património da Humanidade pela UNESCO, como Havana, Trinidad, Cienfuegos, Camagüey, e outros.

“Se acrescentarmos a isso a hospitalidade das pessoas, que estão entre as mais altas do mundo, torna-se uma fórmula mágica. É por isso que acreditamos que o desenvolvimento turístico desta ilha, que está apenas no começo, tem muito a oferecer”, acrescentou Escarrer.

 

Clique para ver mais: Hotelaria

Clique para ver mais: Meliá

Clique para ver mais: Cuba

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Americanos garantem crescimento do turismo internacional na Dominicana no 1º trimestre

16-04-2019 (14h44)

O crescimento em 12,3% das chegadas dos Estados Unidos, seu primeiro mercado emissor, garantiu à Dominicana um aumento de turistas internacionais no primeiro trimestre, apesar do calendário desfavorável à comparação com 2018.

Turistas portugueses na Dominicana baixam 52% no 1º trimestre

16-04-2019 (14h37)

Sem voos directos para Punta Cana e sem Páscoa no primeiro trimestre, ao contrário do que aconteceu em 2018, o número de turistas portugueses na Dominicana baixou 52% este ano, representando uma queda de 3,1 mil, para 2,9 mil.

Barceló investe 250 milhões de dólares em novo resort na Riviera Maya

02-04-2019 (14h39)

O Barceló Hotel Group anunciou que vai abrir em Dezembro um novo resort "adults only" na Riviera Maya com 850 quartos, num investimento de 250 milhões de dólares, cerca de 223 milhões de euros.

Charters para Cayo Coco, Cuba, já têm mais de 100 passageiros em cada partida

01-04-2019 (17h10)

As vendas de férias em Cuba estão “muito mais avançadas” que em anos anteriores, disse ao PressTUR o director do operador turístico Sonhando, José Manuel Antunes, indicando que, a mais de três meses do início da operação para Cayo Coco, já “não há nenhuma partida com menos de 100 passageiros”.

Dominicana: Crescimento das chegadas dos EUA compensa quebra de turistas europeus

26-03-2019 (16h13)

A República Dominicana está a manter este início de 2019 o padrão de desenvolvimento do turismo internacional que já apresentava em 2018, com o crescimento a basear-se no aumento a dois dígitos das chegadas dos Estados Unidos, que mais do que compensa  quebra de turistas europeus, incluindo portugueses.